Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23481
Título: Remuneração de executivos e persistência do desempenho econômico-financeiro: um estudo no mercado acionário brasileiro
Autor(es): Melo, Cecília Maria Medeiros Dantas de
Palavras-chave: Remuneração de executivos;Persistência do desempenho;Controle acionário
Data do documento: 10-Mar-2017
Citação: MELO, Cecília Maria Medeiros Dantas de. Remuneração de executivos e persistência do desempenho econômico-financeiro: um estudo no mercado acionário brasileiro. 2017. 67f. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: Studies on business executives’ compensation have been the focus of much discussion in academia and in the market. This research seeks to analyze whether executive compensation influences the performance persistence of the companies listed on BM&FBOVESPA. To achieve this objective, an econometric model was used with the variables - operating profit, fixed compensation, bonus, profit sharing, share-based payment, size, leverage and social responsibility level - for a sample of one hundred and four open companies, in the period from 2011 to 2015, whose information are available in the Bloomberg database. As a statistical tool, a dynamic panel approach was used by Arellano and Bover (1995) and Blundell and Bond (1998) to estimate the system Generalized Moments of Time (GMM-SYS) method. The results show that only the governmental control companies did not present persistent results. Regarding the compensation, it was observed that the fixed compensation contributes to increase the performance persistence on institutional, family and diffuse controlled companies. In addition, it was found, in all types of control, the non-significance of the payment of bonuses, despite the relevant coefficients. On the other hand, profit sharing had a positive outcome with operating profit in the previous year in government-owned companies. The stock-based payment influences the generation profit in a more persistent way only when the control is diffuse, differing from the findings of Baber, Kang and Kumar (1998) and Ashley and Yang (2004), in which there was no significant variable change. It was also observed that variables such as size and leverage contributes to increase the persistence of profits, while social responsibility contributes to their reduction.
metadata.dc.description.resumo: Os estudos sobre remuneração de executivos têm sido foco de bastante discussão no meio acadêmico e no mercado. Esta pesquisa busca analisar se a remuneração dos executivos exerce influência na persistência do desempenho das empresas listadas na BM&FBOVESPA. Para atingir este objetivo, foi utilizado um modelo econométrico com as variáveis – lucro operacional, remuneração fixa, bônus, participação nos lucros, pagamento baseado em ações, tamanho, alavancagem e grau de responsabilidade social, para uma amostra de cento e quatro empresas abertas, no período de 2011 a 2015, cujas informações estão disponíveis na base de dados da Bloomberg. Utilizou-se, como ferramenta estatística, uma abordagem de painel dinâmico por estimação pelo Método dos Momentos Generalizados de Sistema (GMM-SYS), de Arellano e Bover (1995) e Blundell e Bond (1998). Os resultados mostram que apenas as empresas de controle governamental não apresentaram resultados persistentes. Quanto à remuneração, observou-se que a parcela fixa contribui para o aumento da persistência no desempenho das companhias de controle institucional, familiar e difuso. Além disso, verificou-se, em todos os tipos de controle, a não significância do pagamento de bônus, apesar de ter apresentado coeficientes relevantes. Por outro lado, a participação nos lucros apresentou uma relação positiva com o lucro operacional no ano anterior nas companhias de controle governamental. Já o pagamento baseado em ações influencia na geração de lucros mais persistentes apenas quando o controle é do tipo difuso, divergindo dos achados de Baber, Kang e Kumar (1998) e Ashley e Yang (2004), em que não foi observada significância de tal variável. Constatou-se, ainda, que variáveis como tamanho e alavancagem contribuem para elevar a persistência dos lucros, enquanto a responsabilidade social contribui para a sua redução.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23481
Aparece nas coleções:PPGCC - Mestrado em Ciências Contábeis

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CeciliaMariaMedeirosDantasDeMelo_DISSERT.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.