Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23485
Título: Avaliação da ação antitumoral isolada e combinada do anti-hipertensivo carvedilol e nanopartícula de ouro em células de carcinoma hepatocelular humano
Autor(es): Pessoa, Jonas Bispo
Palavras-chave: Câncer de fígado;Apoptose;Nanopartícula de ouro;Carvedilol
Data do documento: 6-Dez-2016
Citação: PESSOA, Jonas Bispo. Avaliação da ação antitumoral isolada e combinada do anti-hipertensivo carvedilol e nanopartícula de ouro em células de carcinoma hepatocelular humano. 2016. 91f. Dissertação (Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Gold nanoparticles (NPO) have emerged as an important modality of treatment for cancer, due to their physicochemical characteristics. In addition to this, the antihypertensive carvedilol has been shown in the recent literature to be antitumor potential. Therefore, the objective of this study was to evaluate the antitumor action, isolated and combined, of the gold nanoparticle and antihypertensive carvedilol on tumor cells (HepG2) and non-tumor cells (HEK-293) at 24 hours and 48 hours. The viability test was carried out by exclusion of tripan blue at doses of NPO (1 μg / ml, 3 μg / ml, 6.25 μg / ml, 12.5 μg / ml, 25 μg / ml and 50 μg / Ml) and carvedilol (1.5 μM, 3 μM, 6.25 μM, 12.5 μM, 50 μM, 100 μM, 200 μM and 300 μM) were used to select those that would cause low inhibition of growth of HepG2 cells . In the combined treatment, cells were treated with NPO and 24 hours later treated with carvedilol at different doses (3 μg / ml NPO + 1.5 μM carvedilol and 6.25 μg / ml NPO + 3 ΜM carvedilol). Selected doses of NPO viability test (3 μg / ml and 6.25 μg / ml) and carvedilol (1.5 μM and 3 μM) were used, alone and in combination, for cell death analysis by flow cytometry By the labeling of Anexins V-FITC and propidium iodide (PI). Oxidative stress analysis was performed by the determination of GSH and the levels of Malondialdehyde (MDA). Subsequently, tumor cells were analyzed for expression of caspase-3, caspase-8, Bcl-2 and MAPK / ERK proteins by immunofluorescence microscopy. Then, mRNA levels of FADD, Apaf-1, survivin, MDR-1, EGFR, Akt and mTOR were analyzed by relating them to resistance and cell death. Protein levels of Akt, mTOR and MAPK, for the combined treatment, were measured by western blotting. The evaluation of the intracellular targets of NPO, isolated and in combination, was performed by transmission electron microscopy (MET). The best doses of the cell viability test with NPO (3 μg / ml and 6.25 μg / ml) and carvedilol (1.5 μM and 3 μM) showed, by flow cytometry, pro-apoptotic activity on cells (HepG2) with statically significant results for the combination (P <0.001). In relation to the non-tumor cells (HEK-293), there was a reduction of total apoptosis (P <0.05), for the highest dose of the combination, and reduction of oxidative stress in which GSH levels were elevated P = 0.0003) and those of reduced MDA (P <0.01), showing protective capacity. When the immunofluorescence was observed, there were strong markers for caspase-3 (P <0.01) and caspase-8 (P <0.001) in the groups treated with NPO (6.25 μg / ml) and carvedilol (3 μM) Isolated and in combination, absence of MAPK / ERK labeling (P <0.001) and maintenance of Bcl-2 expression (P> 0.05) for the same groups. In addition, the expression of mRNA of anti-apoptotic proteins (EGFR Akt, mTOR), with P <0.001, and resistance (MDR-1), with P <0.01, was shown to be underregulated, whereas expression (PADF), with P <0.01, was overregulated for 48 hours for the combination of 6.25 μg / ml NPO and 3 μM carvedilol. In addition, the protein levels of Akt, mTOR and MAPK were reduced. The MET demonstrated the internalization of NPO alone, in the vicinity of the plasma membrane and, in combination, in the vicinity of the nucleus. Thus, it can be concluded that the combined action of NPO and carvedilol shows proapoptotic effects on tumor cells more effective than isolated doses And protection of non-tumor cells.
metadata.dc.description.resumo: As nanopartículas de ouro (NPO) têm despontado como uma importante modalidade de tratamento para o câncer, devido às suas características físico-químicas. Somado a isso, o anti-hipertensivo carvedilol tem demonstrado, na literatura recente, potencial antitumoral. Diante disto, o objetivo do trabalho foi avaliar a ação antitumoral, isolada e combinada, da nanopartícula de ouro e do anti-hipertensivo carvedilol sobre células tumorais (HepG2) e não tumorais (HEK-293) nos tempos de 24 horas e 48 horas. Para tanto, foi realizado o teste de viabilidade pela exclusão do azul tripan para as doses de NPO (1 μg/ml, 3 μg/ml, 6,25 μg/ml, 12,5 μg/ml, 25 μg/ml e 50μg/ml) e carvedilol (1,5 μM, 3 μM, 6,25 μM, 12,5 μM, 50 μM, 100 μM, 200 μM e 300 μM) para selecionar as que provocassem baixa inibição do crescimento das células da linhagem HepG2. No tratamento combinado, as células foram submetidas ao tratamento com a NPO e, 24 horas depois, tratadas com carvedilol em diferentes doses (3 μg/ml de NPO + 1,5 μM de carvedilol e 6,25 μg/ml de NPO + 3 μM de carvedilol). As doses selecionadas do teste de viabilidade da NPO (3 μg/ml e 6,25 μg/ml) e carvedilol (1,5 μM e 3 μM) foram utilizadas, isoladas e em combinação, para análise de morte celular por citometria de fluxo pela marcação da Anexins V-FITC e iodeto de propídio (PI). A análise de estresse oxidativo foi realizada através da dosagem de GSH e dos níveis de Malondialdeído (MDA). Posteriormente, as células tumorais foram analisadas quanto a expressão das proteínas caspase-3, caspase-8, Bcl-2 e MAPK/ERK através da microscopia de imunofluorescência. Em seguida, os níveis de mRNA de FADD, Apaf-1, survivin, MDR-1, EGFR, Akt e mTOR foram analisados relacionando-os a resistência e morte celular. Os níveis proteicos de Akt, mTOR e MAPK, para o tratamento combinado, foram mensurados através do western blotting. A avaliação dos alvos intracelulares da NPO, isolada e em combinação, foi realizada através da microscopia eletrônica de transmissão (MET). As melhores doses do teste de viabilidade celular com a NPO (3 μg/ml e 6,25 μg/ml) e carvedilol (1,5 μM e 3 μM) apresentaram, através da citometria de fluxo, atividade pró-apoptótica sobre as células tumorais humanas (HepG2) com resultados estaticamente significativos para a combinação (P<0,001). Em relação às células não tumorais (HEK-293), houve redução da apoptose total (P<0,05), para a maior dose da combinação, e redução do estresse oxidativo na qual, os níveis de GSH, mostrou-se elevado (P=0,0003) e os de MDA reduzidos (P<0,01), demonstrando capacidade protetora. Ao se observar a imunofluorescência, houve forte marcação para caspase-3 (P<0,01) e caspase-8 (P<0,001), nos grupos tratados com a NPO (6,25 μg/ml) e carvedilol (3μM), isoladamente e em combinação, ausência de marcação de MAPK/ERK (P<0,001) e manutenção da expressão de Bcl-2 (P>0,05) para os mesmos grupos. Além disso, a expressão de mRNA de proteínas anti-apoptóticas (EGFR Akt, mTOR), com P<0,001, e de resistência (MDR-1), com P<0,01, mostrou-se subregulado, enquanto que, a expressão gênica de proteínas proapoptóticas (FADD), com P<0,01, apresentou-se sobre-regulado para o tempo de 48 horas para combinação de 6,25 μg/ml de NPO e 3 μM de carvedilol. Além disso, os níveis proteico de Akt, mTOR e MAPK se encontraram reduzidos. A MET demonstrou a internalização da NPO isolada, nas proximidades da membrana plasmática e, em combinação, nas proximidades do núcleo Com isso, pode-se concluir que a ação combinada da NPO e carvedilol mostra efeitos proapoptóticos sobre células tumorais mais efetivos que as doses isoladas e proteção de células não tumorais.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23485
Aparece nas coleções:PGBIOEF - Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JonasBispoPessoa_DISSERT.pdf2,8 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.