Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23503
Título: Uma trajetória des-viável: o percurso profissional de Arialdo Pinho entre Natal e Fortaleza
Autor(es): Tavares, Frederico Augusto Luna
Palavras-chave: Projetista prático;Trajetória profissional;Patrimônio construído;Documentário sobre arquitetura modernista;Nordeste-Brasil
Data do documento: 30-Jan-2017
Citação: TAVARES, Frederico Augusto Luna. Uma trajetória des-viável: o percurso profissional de Arialdo Pinho entre Natal e Fortaleza. 2017. 228f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: A significant part of the architectural production of the 1950s and 1960s has being destroyed in Natal, reaching not only the building collection, but also bringing with it reminiscences of that time, including the authors of these projects, which were often not even mentioned or recognized in academic studies. Among those professionals with different formations and provenances, came up, in the restless search for the register of the still existing, Arialdo Pinho. Born in Rio de Janeiro, with the mastery of work technique and significant cultural contribution, on the edge of formal education, he arrives in Natal in 1951 and becomes an important reference of the residential modernist school. In 1958, already in Fortaleza-CE, continues the conquered potential in the light of his intellectual functions and to the narrow social relations. By supporting the gaps related to these circumstances, one wonders: how can the personal, intellectual and professional course of Arialdo Pinho materialized in the ventures of the two cities can be apprehended in the historiographical construction of edified cultural goods? It is believed, thus, that the moment was favorable for the execution of his projects in these capitals, which experienced the insufficiency of professionals with higher education, and whose clients composed by the elite, now demanded a differentiated architecture. In this perceptive outline, it is configured as starting point the trajectories and the professional vicissitudes and the knowledge and record of the architecture practice. It is intended, then, to understand the distinction of the paths traced by the professional Arialdo Pinho in his work between Natal and Fortaleza, contributing to the construction of a tool that condenses the information and at the same time stimulate and publicize new reflections about the architectural history of the city. To embrace these nuances, the theoretical contributions were based on the contributions concerning memory, patrimony and audiovisual. The static collections experienced by the use of the devices in the field experience resulted in the encounter with Arialdo Pinho and in the unfolding of his trajectory. The empirical experience manifested the documentary "Arialdo Pinho: A nonviable trajectory" as a material product, in free argumentative creation, of the thesis. Of these forgotten private paths, often neglected by specialized literature, it was evidenced a little understood and explored portrait of the incursions of the practice of the architecture and, therefore, of the history of the cities.
metadata.dc.description.resumo: Parte significativa da produção arquitetônica das décadas de 1950 e 1960 está sendo destruída em Natal, atingindo não somente o acervo edilício, mas levando consigo testemunhos de reminiscências dessa época, incluindo-se os autores desses projetos, que muitas vezes sequer foram devidamente mencionados ou reconhecidos pelos estudos acadêmicos. Entre esses profissionais com distintas formações e procedências, veio à tona, na busca irrequieta pelo registro do ainda existente, Arialdo Pinho. Nascido no Rio de Janeiro, com o domínio da técnica laboral e o significativo aporte cultural, à margem da instrução formal, chega a Natal em 1951 e torna-se importante referência da escola modernista residencial. Em 1958, já em Fortaleza-CE, dá continuidade ao potencial conquistado à luz de suas funções intelectuais e às estreitas relações sociais. Ao custear as fendas atinentes a estas circunstâncias, pergunta-se: como os decursos pessoal, intelectual e profissional de Arialdo Pinho materializado nos empreendimentos nas duas cidades podem ser apreendidos na construção historiográfica dos bens culturais edificados? Acredita-se, assim, que o momento fazia-se favorável para a execução de seus projetos nestas capitais, que vivenciavam a insuficiência de profissionais com formação de nível superior, e cuja clientela composta pela elite, passava a exigir, entretanto, uma arquitetura diferenciada. Nesse delinear perceptivo, configura-se como ponto de partida as trajetórias e as vicissitudes profissionais e o conhecimento e registro da prática da arquitetura. Pretende-se, então, compreender a distinção dos caminhos traçados pelo profissional Arialdo Pinho na sua atuação entre Natal e Fortaleza, contribuindo para a construção de uma ferramenta que condense as informações e ao mesmo tempo estimule e publicize novas reflexões acerca da história da arquitetura e da cidade. Para abranger essas nuanças, os aportes teóricos basearam-se nas contribuições concernentes à memória, ao patrimônio e ao audiovisual. Os acervos estáticos experienciados pelo uso dos dispositivos na vivência de campo resultaram no encontro com Arialdo Pinho e no desfolhar de sua trajetória. A experiência empírica manifestou o documentário “Arialdo Pinho: Uma trajetória des-viável” como produto material, em livre criação argumentativa, da tese. Desses caminhos particulares esquecidos, muitas vezes alijados pela literatura especializada, evidenciou-se um retrato pouco compreendido e explorado das incursões da prática da arquitetura e, portanto, da história das cidades.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23503
Aparece nas coleções:PPGAU - Doutorado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FredericoALT_TESE.pdf10,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.