Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23579
Title: Efeitos do kinesiotaping no quadro álgico e no desempenho neuromuscular de portadores da síndrome da dor femoropatelar
Authors: Melo, Samara Alencar
Keywords: Joelho;Músculo quadríceps;Isocinético;Eletromiografia
Issue Date: 20-Dec-2016
Citation: MELO, Samara Alencar. Efeitos do kinesiotaping no quadro álgico e no desempenho neuromuscular de portadores da síndrome da dor femoropatelar. 2016. 66f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A Síndrome da Dor Femoropatelar (SDFP), definida como dor anterior ou retropatelar, é uma das disfunções músculo-esqueléticas mais frequentes no joelho que acomete, sobretudo, a população feminina e cujo tratamento apresenta-se controverso. Objetivo: Analisar os efeitos imediatos e tardios da aplicação do Kinesio Taping (KT) na atividade eletromiográfica do músculo vasto medial oblíquo (VMO), no desempenho isocinético do quadríceps femoral e na dor de sujeitos portadores da SDFP. Métodos: Ensaio clínico, randomizado e cego, no qual 54 voluntárias, com idade média de 23,70 ± 3,76 anos, foram distribuídas aleatoriamente em três grupos e realizaram um dos seguintes protocolos: (1) grupo controle - permaneceram em repouso; (2) grupo com tensão - aplicação do KT com tensão na região do VMO; (3) grupo sem tensão - aplicação do KT sem tensão, na mesma região. Todas as voluntárias foram submetidas à avaliação da intensidade da dor, da atividade eletromiográfica do VMO e VL e dos parâmetros dinamométricos em três momentos distintos: antes da aplicação do KT, imediatamente após e 72h depois da aplicação. A análise estatística foi realizada por meio do SPSS (versão 20.0). Foi utilizada uma ANOVA de modelo misto para verificar diferenças intra e intergrupo, com nível de significância de 5% (p ≤ 0,05). Resultados: Houve diferença significativa intergrupo na intensidade da dor entre o grupo sem tensão e o grupo controle, após 72h. Com relação às variáveis dinamométricas, não houve diferença entre os grupos avaliados para o pico de torque normalizado pelo peso corporal, pico de torque médio, potência média e trabalho total. Também não foram observadas diferenças no que se refere às variáveis eletromiográfica: razão VMO/VL e tempo de início da ativação do VMO em relação ao VL, em cadeia aberta e fechada. Conclusão: O Kinesio Taping, aplicado no vasto medial oblíquo, não promove alterações imediatas e nem tardias no desempenho isocinético nem nos parâmetros eletromiográficos de portadores da Síndrome da Dor Femoropatelar. Entretanto, foi observada uma redução da dor no grupo que aplicou o KT sem tensão, após 72 horas da sua aplicação.
Abstract: Patellofemoral pain syndrome (PFPS) is defined as anterior or retropatellar pain. It is one of the most frequent musculoskeletal dysfunctions in the knee, that affects mainly, the female population and whose treatment is controversial. Objective: To analyze the immediate and late effects of Kinesio Taping (KT) in the electromyography activity of the vastus medialis obliquus (VMO), in the isokinetic performance of the quadriceps femoris and the pain of subjects with PFPS. Methods: Randomized clinical trial, in which 54 volunteers, with a mean age of 23.70 ± 3.76 years were randomized into three groups and performed one of the following protocols: (1) control group - remained in rest; (2) group with tension - application of KT with tension in the VMO region; (3) group without tension - application of KT without tension, in the same region. All volunteers were submitted to the evaluation of pain intensity, electromyography activity of the VMO and the VL and the dynamometric parameters in three different moments: before the application of KT, after the application and 72 hours after the application. Statistical analysis was performed using SPSS (version 20.0). A mixed model ANOVA was used to verify intra and intergroup differences, with a significance level of 5% (p ≤ 0.05). Results: There was a significant intergroup difference in pain intensity in the 72h evaluation between the no tension group and the control group. Dynamometric variables, peak torque normalized by body weight, mean peak torque, mean power and total work did not show significant difference between the groups evaluated. No differences were observed in the electromyography variables, VMO/ VL ratio and time of onset of VMO activation in relation to VL. Conclusion: Kinesio Taping, applied to the vastus medialis obliquus, does not promote immediate or late changes in the isokinetic performance and in the electromyography parameters of patients with Patellofemoral Pain Syndrome. However, was observed a reduction in pain, in the no tension group after 72 hours of application.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23579
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SamaraAlencarMelo_DISSERT.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.