Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23626
Título: Habitação social evolutiva: estratégias de flexibilidade para elaboração de projetos de habitação de interesse social. Uma proposta para Mãe Luiza/Natal-RN
Título(s) alternativo(s): Evolutive social housing: flexible strategies for the development of social interest housing projects. A proposal to Mae Luiza / Natal-RN
Autor(es): Bezerra Júnior, Francisco da Rocha
Palavras-chave: Habitação Social;Flexibilidade;Residência mulfamiliar;Arquitetura moderna e contemporânea;Arranjos familiares contemporâneos
Data do documento: 2-Ago-2016
Referência: BEZERRA JÚNIOR, Francisco da Rocha. Habitação social evolutiva: estratégias de flexibilidade para elaboração de projetos de habitação de interesse social. Uma proposta para Mãe Luiza/Natal-RN. 2016. 224f. Dissertação (Mestrado Profissional em Arquitetura, Projeto e Meio Ambiente) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Abstract: In the last years, the housing policy in Brazil has been characterized by an intervention model marked by questionable architectural and urban quality of social housing, especially, when directed to low-income populations. Since the launch of the program named “Minha Casa Minha Vida”- PMCMV in 2009, the main criticism to this model housing program are, especially, regarding to the solutions presented in projects developed for social housing, since it does not consider the needs of several user profiles, neither consider the changes in family structure that have occurred over time. How to develop projects for social housing that attend programmatic needs and dynamics of different types of users? Therefore, this work adresses the issue of social housing architecture, and aims the development of a social housing project, using flexible strategies, presenting as study universe the neighborhood named “Mãe Luiza” located in the city of Natal / RN. For such purpose, a literature survey was made addressing the concept of flexibility applied to social housing project as a way to build a theoretical background on the subject; development of reference studies of housing projects that use strategies and construction techniques applied to programmatic and functional flexibility of the building; identify the profile and demands of users served by PMCMV through the SEHARPE database; analysis of projective conditions necessary for the preparation of the architectural proposal; and the development of different housing typologies and types of flexibility strategies related to collectivity and sociability spaces.
Resumo: Nos últimos anos, a política habitacional no país tem se caracterizado por um modelo de intervenção marcado pela questionável qualidade arquitetônica e urbanística da habitação social, sobremaneira, voltada às populações da baixa renda. Desde o lançamento do Programa Minha Casa Minha Vida – PMCMV -, em 2009, as principais críticas a este modelo de Programa Habitacional, recaem, sobretudo, no que se refere às soluções apresentadas nos projetos desenvolvidos para habitação de interesse social, uma vez que não refletem as necessidades dos diversos perfis de usuários, tão pouco consideram as transformações na estrutura familiar ocorridas ao longo do tempo. Como desenvolver projetos para habitação de interesse social que atendam às necessidades programáticas e a dinâmica dos diferentes tipos de usuários? Nesse sentido, o presente trabalho se insere no tema da Arquitetura da Habitação de Interesse Social, tendo como objetivo geral elaborar um projeto de habitação de interesse social, utilizando estratégias de flexibilidade, apresentando como universo de estudo o bairro de Mãe Luiza, localizado no município de Natal/RN. Para tanto, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, abordando o conceito de flexibilidade aplicado ao projeto da habitação social, como forma de construir um referencial teórico sobre o assunto; elaboração de estudos de referência de projetos de habitação que utilizam estratégias e técnicas construtivas aplicadas à flexibilidade programática e funcional do edifício; identificação do perfil e demandas dos usuários atendidos pelo PMCMV, por meio do banco de dados da SEHARPE; análise dos condicionantes projetuais necessários à elaboração da proposta arquitetônica; e o desenvolvimento de diferentes tipologias habitacionais e tipos de estratégias de flexibilidade relacionadas com espaços coletivos e de sociabilidade.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23626
Aparece nas coleções:PPGAPM - Mestrado profissional em Arquitetura, Projeto e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
HabitacaoSocialEvolutiva_BezerraJunior_2016.pdf13,98 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.