Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23632
Título: Prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica - uma oportunidade de melhoria
Título(s) alternativo(s): Prevention of ventilator-associated pneumonia - an opportunity for improvement
Autor(es): Bezerra, Hélida Maria
Palavras-chave: Pneumonia associada à ventilação mecânica;Ciclo de melhoria;Prevenção em terapia intensiva;Infecção relacionada à assistência à saúde;Prevenção de PAV;Segurança do paciente
Data do documento: 7-Out-2016
Citação: BEZERRA, Hélida Maria. Prevenção de pneumonia associada à ventilação mecânica - uma oportunidade de melhoria. 2016. 93f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Objective: To increase adherence of the preventive practices concerning Ventilator-associated pneumonia (VAP) in intensive care units (ICU), through an internal improvement cycle. Methodology: A quality improvement cycle, quasi-experimental design before-after was applied in two ICUs of a public hospital in the northeast of Brazil, with a total of 19 beds. Nine quality criteria related to the prevention of VAP were established and a composite indicator with which to assess the baseline level of quality and later two more subsequent assessments at intervals of four months seeking measure possible improvements acquired during these periods. The Pareto chart was used to represent the frequency of non-compliance of each criterion assessed in three moments. It was used the point estimation and the confidence interval (95%) for the measurement of the criteria. To quantify the effectiveness of the intervention, it calculated the absolute and relative improvement, beyond the statistical significance of the absolute improvement through unilateral test value of z. Results: There was a slight improvement on all criteria when comparing the first two assessments, but this initial comparison, only one criteria showed a statistically significant improvement (p <0.05). In the second comparison between the 1st and 3rd evaluations, the results showed improvement in the performance of all the criteria almost, where the nine established criteria, eight showed improvement, and six with a statistically significant improvement (p <0.05), with two improvement without significance and one criteria has worsened in the percentage of compliance. The composite indicator, which summarizes all the criteria evaluated, obtained a significant improvement of almost 40% (p<0.05) in the second comparison. Conclusions: The implementation of an internal improvement cycle was an important tool in quality management for the adoption of best practices for the prevention of VAP in ICU.
metadata.dc.description.resumo: Objetivo: Aumentar a adesão às práticas de prevenção de pneumonias associadas à ventilação mecânica (PAV) em unidades de terapia intensiva (UTI), através de um ciclo de melhoria interno. Metodologia: Foi aplicado um ciclo de melhoria da qualidade com desenho quase experimental do tipo antes e depois em duas UTI de um hospital público no nordeste do Brasil, com um total de 19 leitos. Foram estabelecidos nove critérios de qualidade relacionados com a prevenção de PAV e um indicador composto com os quais se avaliou o nível basal de qualidade e posteriormente mais duas avaliações subsequentes com intervalos de quatro meses buscando medir as possíveis melhorias adquiridas nesses períodos. O Gráfico de Pareto foi utilizado para representar a frequência de não cumprimentos de cada critério avaliado nos três momentos. Utilizou-se o cálculo de estimação pontual e o intervalo de confiança (95%) para a medição dos critérios. Para quantificar a efetividade da intervenção, calculou-se a melhoria absoluta e relativa, além da significação estatística da melhoria absoluta mediante o teste unilateral do valor de z. Resultados: Ocorreu uma ligeira melhoria em todos os critérios quando comparadas as duas primeiras avaliações, porém nesta comparação inicial, apenas um critério apresentou melhora estatisticamente significante (p<0,05). Na segunda comparação feita entre a 1ª e 3ª avaliações, os resultados revelaram melhora no cumprimento de quase todos os critérios, onde dos nove critérios estabelecidos, oito obtiveram melhora, sendo seis com melhora estatisticamente significante (p < 0,05), dois com melhora sem significância e em um critério houve piora no percentual de cumprimento. O indicador composto, que resume todos os critérios avaliados, obteve uma melhora significativa de quase 40% (p<0,05) na segunda comparação. Conclusões: A implantação de ciclos internos de melhoria constitui-se em importante ferramenta de gestão da qualidade para incorporação de boas práticas para prevenção de PAV em UTI.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23632
Aparece nas coleções:QUALISAÚDE - Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
HelidaMariaBezerra_DISSERT.pdf9,69 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.