Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23669
Title: Diversidade e conservação da ictiofauna das bacias envolvidas no Projeto de Transposição do rio São Francisco
Authors: Silva, Márcio Joaquim da
Keywords: Ictiofauna neotropical;Ecorregião Nordeste Médio-Oriental;IBWT;Unidades de conservação;Modelagem de nicho;Invasões biológicas;MaxEnt
Issue Date: 12-Apr-2017
Citation: SILVA, Márcio Joaquim da. Diversidade e conservação da ictiofauna das bacias envolvidas no Projeto de Transposição do rio São Francisco. 2017. 164f. Tese (Doutorado em Sistemática e Evolução) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: Os ecossistemas aquáticos dulcícolas estão entre os mais ricos, em termos de número de espécies, e ameaçados por alterações antrópicas no mundo. Impactos como a introdução de espécies não nativas e as transposições de águas entre bacias distintas (como é o caso do Projeto de Transposição do rio São Francisco-PISF) ameaçam a conservação das espécies. A preocupação com a conservação das espécies fomentou a criação das chamadas Unidades de Conservação (UCs - No Brasil foram criadas a partir de 1930 e tem níveis de restrição de usos diversos). Provavelmente, estes mecanismos têm sido insuficientes na conservação dos peixes, pois mesmo após suas criações, a contribuição das espécies não nativas nas comunidades naturais só tem crescido ao longo dos anos e é apontada como a segunda causa de extinção de espécies do planeta. Nesse contexto, o presente estudo buscou estabelecer uma padronização da nomenclatura das espécies nas bacias envolvidas no PISF, antes da conexão artificial, evidenciando o atual nível de conhecimento da ictiofauna e construir uma linha de base para detectar futuros impactos da obra. Além disso, objetivamos avaliar a efetividade das UCs em proteger os peixes das bacias envolvidas no projeto e modelar o risco de invasão de espécies exclusivas da bacia doadora nas receptoras. Para tanto, foram utilizados registros primários e secundários das espécies. Os resultados apontam para baixa similaridade entre a composição de espécies das bacias doadora e receptoras do PISF, além de indicar a importância das UCs para conservação dos peixes da região, que mesmo com tamanho reduzido (~1% da Caatinga) abrigam porcentagem significativa da fauna associada (entre 24 e 31% das espécies de cada bacia). Ademais, foi obtido que as bacias receptoras do PISF, apresentam adequabilidade para 11 espécies (sete famílias e três ordens) exclusivas da bacia doadora (Leporinus friderici, Megaleporinus obtusidens, Pamphorichthys hollandi¸ Pimelodus maculatus, Moenkhausia sanctaefilomenae, Hemigrammus brevis, Pimelodella laurenti, Cichlasoma sanctifranciscense, Centromochlus bockmanni, Conorhynchos conirostris e Pseudoplatystoma corruscans, ordem decrescente de adequabilidade geral). Por fim, reforçamos a necessidade da criação/ampliação das UCs nas bacias envolvidas, para que estas cumpram melhor o seu objetivo conservacionista e, corroboramos a necessidade do monitoramento constante da invasão de espécies nas bacias receptoras das águas do PISF, a fim de garantir a preservação das comunidades ícticas nativas.
Abstract: Freshwater ecosystems are within the richest in terms of species number and are threatened by anthropic transformations worldwide. Impacts such as non-native species introduction and interbasin water transfer (like São Francisco River Interbasin Water Transfer Project – SFIBWT, PISF – in Portuguese) put species conservation in peril. The concern with this matter promoted the creation of Conservation Unities (UCs – created from 1930’s onward in Brazil and have distinct restriction levels). Possibly, these mechanisms have been insufficient in species conservation, because even after their creation, non-native species contribution to natural communities has only grown over years and it is pointed as the second main cause of planet’s species extinction. Regarding this issue, we hereby tried to establish a species nomenclatural pattern in basins encompassed by PISF, previous to the artifitial connection, demonstrating the current ichthyofaunal knowledge level and building a baseline for future identification of the project’s impacts. Besides, we aim to evaluate the effectivity of UCs in protecting fish of the basins included in the project and model the invasiveness risk of exclusive species of donor basins to receptor ones. Therefore, we used primary and secondary records of species. The results showed a low similarity among species composition of donor and receptor basins of PISF, besides indicating the UCs’ importance for regional fish species conservation. Even though these UCs have a small size (~1% of Caatinga), they contain a significant percentage of associated fauna (between 24 and 31% of each basin’s species). Lastly, we noticed the PISF receptor basins show adequability to 11 species (seven families and three orders) which were exclusive to donor basin (Leporinus friderici, Megaleporinus obtusidens, Pamphorichthys hollandi¸ Pimelodus maculatus, Moenkhausia sanctaefilomenae, Hemigrammus brevis, Pimelodella laurenti, Cichlasoma sanctifranciscense, Centromochlus bockmanni, Conorhynchos conirostris e Pseudoplatystoma corruscans, decending order of general suitability). Within this context, we strengthen the need of creation/enlargement of UCs in encompassed basins so these can better fulfill their conservational goals, and we also corroborate the need of constant monitoring of invasive species in receptor basins of PISF’s water in order to guarantee the preservation of native ichthyc communities.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23669
Appears in Collections:PPGSE - Doutorado em Sistemática e Evolução

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarcioJoaquimDaSilva_TESE.pdf6.38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.