Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23743
Título: Formação do vínculo pai-filho no puerpério: a construção de uma escala de verificação do apego em pais
Autor(es): Braga, Liliane Pereira
Palavras-chave: Paternidade;Vínculo;Apego;Psicometria
Data do documento: 26-Abr-2017
Citação: BRAGA, Liliane Pereira. Formação do vínculo pai-filho no puerpério: a construção de uma escala de verificação do apego em pais. 2017. 199f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: One of the consequences of the little attention given to the health of the man is that he does not have spaces to talk about conflict situations, such as becoming a father. Moreover, culturally is attributed to men to remain stable emotionally and not express their emotions. Such factors contribute to the illness of men, and parental depression is the most current expression of the described scenario. Conducting studies with the male audience is needed, mainly to allow the investigation of factors that promote the formation of parent-infant bond, allowing future public health interventions in order to promote such factors. The scientific literature has shown that this bond acts as a promoter of the healthy development of the baby. The formation of a bond between father and baby since pregnancy, and especially in the postpartum period allows man to have a better preparation for the exercise of parenthood. The objective of the research is to build a postpartum paternal attachment scale. This is a multi-methods search, and it contains methods and analysis of qualitative and quantitative research divided in 3 studies. In Study 1 were conducted integrative review about the concept of attachment and about the assessment tools of paternal attachment postpartum. In study 2 were conducted twelve interviews with parents of different education levels to meet their concept of attachment and the factors believed to have contributed to the formation of this bond. The content of the interviews were treated by classical content analysis. The explicit attachment concepts formed two categories: on the first, attachment was defined as the need to be close to the child and care for him; on the second, attachment was defined as the expression of affection for their children. These results suggest that parental attachment is still bound to the responsibilities assigned to the paternal function towards material support. Study 2 gives theoretical basis for construction of the instruments’ items and its semantic appropriateness. The study 3 analyzes the psychometric properties of the instrument, and begins with submission for evaluation of experts to validate the construct attachment present in the instrument. The pilot application was carried out, and then the application of the final version of the instrument with 228 parents in Maternities in Natal / RN and others cities of the state. Factor analysis revealed items with low factor loadings, which were excluded, leaving 31 items in the end. The instrument consists of two factors entitled "Investments of the father towards the baby" and "Attitudes, feelings and expectations directed at the baby." The analysis indicated that the final instrument has good internal consistency. It indicates the need of further studies to verify the criteria validity.
metadata.dc.description.resumo: Uma das consequências da pouca atenção que se dá a saúde do homem é que ele não possui espaços para falar sobre as situações de conflito, como tornar-se pai. Ademais, culturalmente, é atribuída aos homens a função de manter-se estável emocionalmente e não expressar suas emoções. Tais fatores contribuem para o adoecimento dos homens, sendo a depressão paterna a expressão mais atual do cenário descrito. Faz-se necessária a realização de estudos com o público masculino, principalmente os que permitam a verificação de fatores promotores da formação do vínculo pai-bebê, possibilitando futuras intervenções de saúde pública que promovam tais fatores. A literatura científica sobre o apego tem mostrado que esse vínculo atua como promotor do desenvolvimento saudável do bebê. A formação de um vínculo entre o pai e o bebê já desde a gestação, principalmente no puerpério, permite ao homem uma melhor preparação para o exercício da paternidade. O objetivo geral da investigação é construir um instrumento de verificação do apego paterno durante o puerpério. Trata-se de uma pesquisa multi-métodos, contendo métodos e análises qualitativa e quantitativa, em 3 estudos. No Estudo 1 foram realizadas revisões integrativas sobre o conceito de apego e sobre os instrumentos de avaliação do apego paterno no puerpério. No estudo 2 foram realizadas doze entrevistas em profundidade com pais de distintas escolaridades para conhecer seu conceito de apego e os fatores que acreditam ter contribuído para a formação desse vínculo. Os conteúdos das entrevistas foram tratados pela Análise de Conteúdo clássica. Os conceitos de apego explicitados formaram duas categorias: na primeira o apego foi definido como a necessidade de estar próximo ao filho e cuidar dele; na segunda o apego foi definido como a expressão do afeto pelos filhos. Esses resultados sugerem que o apego paterno ainda está vinculado às responsabilidades atribuídas à função paterna de cuidado no sentido da provisão material. O estudo 2 dá base para construção teórica dos itens que compõem o instrumento e sua adequação semântica. O estudo 3 analisa as propriedades psicométricas do instrumento elaborado, e inicia com a submissão para avaliação de experts que validem o constructo apego presente no instrumento. Foi realizada aplicação piloto do instrumento, e depois a aplicação da versão final do instrumento com 228 pais em Maternidades de Natal/RN e do interior do estado. A análise fatorial revelou itens com baixa carga fatorial, que foram excluídos, restando 31 itens ao final. O instrumento é composto por dois fatores intitulados “Investimentos do pai no bebê” e “Atitudes, Sentimentos e Expectativas dirigidos ao bebê”. As análises indicaram que o instrumento final possui boa consistência interna. Indica-se a realização de estudos posteriores para verificação da validade de critério.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23743
Aparece nas coleções:PPGPSI - Doutorado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LilianePereiraBraga_TESE.pdf1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.