Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23853
Title: Educação superior no Brasil: efeitos sobre as desigualdades de renda e o crescimento econômico de longo prazo
Authors: Fernandes, Maria Gilderjane da Silva
Keywords: Crescimento econômico;Desigualdade de renda;Pobreza;Educação superior
Issue Date: 29-May-2017
Citation: FERNANDES, Maria Gilderjane da Silva. Educação superior no Brasil: efeitos sobre as desigualdades de renda e o crescimento econômico de longo prazo. 2017. 117f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Abstract: This paper aims to investigate the role of higher education in Brazilian economic development, as well as its effects on the reduction of income inequality and poverty in the long term. In addition to a bibliographic review, I use secondary data by the National Institute of Educational Studies and Research Anísio Teixeira (INEP) – Which I used to show the evolution of the main indicators related to higher education in Brazil over the last few years –, and National Research for Sample of Domiciles (PNAD) of the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) – in order to check the degree of income inequality, as well as other indicators related to income and level of education of the Economically Active Population (PEA) and of the Population Occupied (POC) for the years 2004 and 2014. Os resultados mostram que as desigualdades de renda apresentaram uma trajetória descendente ao longo da Década analisada. However, people with higher education are among those who receive higher yields, which ends up contributing to increasing inequalities. Nevertheless, the average years of study of the PEA has increased and consequently the average income as well. In addition, wage differentials by years of study decrease from 2004 to 2014, which may be related to an increase in the supply of more qualified labor, which increases the number of workers interested in occupying a job vacancy and pressures wages down.
Portuguese Abstract: Este trabalho se propôs a investigar o papel da educação superior no desenvolvimento econômico brasileiro, bem como seus efeitos sobre a redução da desigualdade de renda e da pobreza no longo prazo. Para tanto, além de uma revisão bibliográfica, fez-se uso de dados secundários do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) – a partir dos quais buscou-se mostrar a evolução dos principais indicadores ligados ao ensino superior no Brasil ao longo dos últimos anos –, e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – com o objetivo de verificar o grau de desigualdade de renda, bem como outros indicadores relacionados à renda e ao nível de instrução da População Economicamente Ativa (PEA) e da População Ocupada (POC) relativos aos anos de 2004 e 2014. Os resultados revelam que as desigualdades de renda têm apresentado uma trajetória descendente ao longo da década analisada. No entanto, as pessoas com ensino superior estão entre os que recebem maiores rendimentos, o que acaba contribuindo para o aumento das desigualdades. Não obstante, a média de anos de estudo da PEA tem aumentado e consequentemente a renda média também. Ademais, os diferenciais de salários por anos de estudo diminui de 2004 para 2014, o que pode estar relacionado a um aumento da oferta de mão de obra mais qualificada, que aumenta a fila dos trabalhadores interessados em ocupar uma vaga de emprego e pressiona os salários para baixo.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23853
Appears in Collections:PPGECO - Mestrado em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MariaGilderjaneDaSilvaFernandes_DISSERT.pdf4,28 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.