Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23965
Title: Análise da reemergência da coqueluche no Brasil
Authors: Medeiros, Angélica Teresa Nascimento de
Keywords: Coqueluche;Vigilância em saúde pública;Vacina contra coqueluche
Issue Date: 17-Mar-2017
Citation: MEDEIROS, Angélica Teresa Nascimento de. Análise da reemergência da coqueluche no Brasil. 2017. 73f. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A coqueluche, doença infectocontagiosa, atualmente vem apresentando um perfil reemergente. Fatores como diminuição da imunidade, anos após a vacinação, mudanças no genótipo da bactéria e maior susceptibilidade entre jovens e adultos são considerados como contribuintes para o aumento da taxa da incidência da doença. Assim, esse estudo teve como objetivos verificar a distribuição espacial dos casos confirmados de coqueluche entre o período de 2007 a 2015; identificar o comportamento da série histórica da taxa de incidência da coqueluche durante o período de 2001 a 2015 no Brasil e verificar a associação da vacina contra coqueluche e a ocorrência da doença no estado do Rio Grande do Norte. Dessa forma, o caminho metodológico da pesquisa foi dividido em três partes. A análise da distribuição espacial considerou como unidade de análise as 482 Regiões Imediatas de Articulação Urbana e utilizou o software Terraview para construção dos mapas temáticos. Para se verificar a tendência da série optamos por utilizar o ajuste de uma função polinomial no tempo, utilizando-se assim modelos de regressão polinomial. Em relação a associação foi estabelecido como critério de inclusão a confirmação do caso de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, sendo excluídos aqueles cujas fichas não encontravam-se devidamente preenchidas ou que estivessem com algum tipo de dúvida que comprometesse a coleta dos dados. Os resultados demonstraram que a doença apresentou uma distribuição espacial democrática em todo território nacional, formando pequenos clusters com altas taxas de incidência nas regiões de articulação urbana presentes nas regiões sul e sudeste. Identificamos também que houve, na série histórica, uma tendência crescente da doença ao longo de 15 anos. E por fim, os resultados apontam que independentemente do estado vacinal os indivíduos estão adoecendo por coqueluche, o que não gerou evidência científica suficiente para medir a efetividade da vacina. Os achados sugerem que aspectos relacionados a vacinação precisam ser melhor investigados para que se possa garantir o controle da doença. É necessário também que ocorram melhorias nas ações de vigilância, o que pode garantir uma representação epidemiológica fidedigna da doença.
Abstract: Pertussis, an infectious-contagious disease, is currently presenting a reemerging profile. Factors such as decreased immunity years after vaccination, changes in the genotype of the bacteria and increased susceptibility among young and adults are considered to have contributed to increase the disease incidence rate. Therefore, this study aimed to verify the spatial distribution of confirmed pertussis cases between 2007 and 2015; to identify the patterns in the time-series of pertussis incidence rates during the period 2001 to 2015 in Brazil and to verify the association of pertussis vaccine with the occurrence of the disease in the state of Rio Grande do Norte. Thus, the methodological path of the research was divided into three parts. The analysis of the spatial distribution considered the 482 Regions Immediate Urban Articulation as unit of analysis and used the Terraview software to construct the thematic maps. In order to verify the trend in the series we chose to use the adjustment of a polynomial function in time, using polynomial regression models. Regarding the association, the confirmation of the case was established as inclusion criteria in accordance with the criteria established by the Ministry of Health, being excluded those files that were not properly filled or had any uncertainties that could compromise the data collection. The results suggests that the disease has a democratic spatial distribution throughout the country, forming small clusters with high incidence rates in the urban articulation present in the South and Southeast regions. It was also identified in the time-series an increasing tendency of the disease over a period of 15 years. Finally, the results indicate that regardless of vaccination status individuals are being infected with pertussis, which did not generate enough scientific evidence to measure the effectiveness of the vaccine. The findings suggest that aspects related to vaccination need further investigation in order to guarantee disease control. There is also a need for improvements in surveillance actions, which can ensure a reliable epidemiological representation of the disease.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23965
Appears in Collections:PPGSCOL_Doutorado_Saúde_Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AngelicaTeresaNascimentoDeMedeiros_TESE.pdf1.82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.