Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24269
Título: Saúde do trabalhador: um estudo acerca da determinação social da saúde que perpassa os afastamentos em uma universidade pública federal
Autor(es): Silva, Izala Sarah Freitas da
Palavras-chave: Trabalho;Saúde do trabalhador;Determinantes sociais da saúde;Determinação social da saúde;Servidor público federal
Data do documento: 21-Ago-2017
Citação: SILVA, Izala Sarah Freitas da. Saúde do trabalhador: um estudo acerca da determinação social da saúde que perpassa os afastamentos em uma universidade pública federal. 2017. 190f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: It is a dissertation that has as Area of Concentration Sociability, Social Service and Social Policy and as Line of Research, Social Service, Work and Social Question. It addresses the health of the worker within the framework of exploitation and degradation of work organization in a contemporary context of capital crisis and counterreformation of the Brazilian State. The study is based on the centrality of the work category present in the Marxist tradition and on the theory of social determination of health. The objective of this study is to analyze the health reasons for the employees attending the SIASS-UFRN unit, in order to contribute to the identification of the social determinants that go through the health-disease process. It has as specific objectives: to identify the individual determinants and living and working conditions of remote servers to recognize the profiles most vulnerable to illness; To give visibility to the social determinants of the health-disease process of the employees that affect the health remoteness, in order to face situations of risk to the health of the worker; To evidence the acquired / aggravated pathologies in the work in order to establish relation with the distance; And contribute to the team's understanding of the social determinants of health, with a view to qualifying the work processes in health. The research is guided by the critical dialectical method and presents a mixed approach, by grouping qualitative and quantitative data, from a bibliographical survey, documentary research with SIAPE-SAÚDE, to SIGRH and field research, through semi-structured interviews with the professionals of the unit Make up the multiprofessional team, in total ten. For data analysis, we adopted content analysis and statistical treatment based on EXCEL worksheets. We found that the social determinants related to the work dimension, in the health and illness process of the servants served, are the most frequently mentioned in the analysis of the team, in a scenario that the mental disorders lead the departures in number of days in the SIASS-UFRN Unit. In this sense, mental disorder is identified as a recurrent pathology in the cases of intervention by the multiprofessional team, due to the complexity and specificity of psychic suffering. Finally, we recognize the significant relationship between work and illness in the eyes of the interviewees, in which teachers and health professionals deserve greater attention because of the particularities involved in these categories, such as: great mental demand, overload, pressure, stress; Among health workers, the suffering of others is added.
metadata.dc.description.resumo: Trata-se de uma dissertação concentrada na área Sociabilidade, Serviço Social e Política social, cuja Linha de Pesquisa é Serviço Social, Trabalho e Questão Social. Aborda a saúde do trabalhador, nos marcos da exploração e degradação da organização do trabalho, em um contexto contemporâneo de crise do capital e de contrarreforma do Estado brasileiro. O estudo é fundamentado pela centralidade da categoria trabalho, presente na tradição marxista, e pela teoria da determinação social da saúde. Tem como objetivo analisar os afastamentos por motivo de saúde dos servidores atendidos na unidade SIASS-UFRN, com vistas a contribuir para identificação dos determinantes sociais que perpassam o processo saúde-doença. Ainda, como objetivos específicos, visa identificar os determinantes individuais e as condições de vida e de trabalho dos servidores afastados, para reconhecer os perfis mais vulneráveis ao adoecimento; dar visibilidade aos determinantes sociais do processo saúde-doença dos servidores que incidem no afastamento de saúde, a fim de enfrentar as situações de risco à saúde do trabalhador; evidenciar as patologias adquiridas/agravadas no trabalho, no intuito de estabelecer relação com o afastamento; e contribuir para a compreensão da equipe acerca dos determinantes sociais de saúde, objetivando a qualificação dos processos de trabalho em saúde. A investigação é orientada pelo método crítico dialético e apresenta enfoque misto, por agrupar dados qualitativos e quantitativos, a partir de levantamento bibliográfico; pesquisa documental junto ao SIAPE-SAÚDE e SIGRH; e pesquisa de campo, através de entrevistas semiestruturadas aos profissionais da unidade que compõem a equipe multiprofissional, no total de dez. Para a análise de dados, adotou-se a técnica de Análise de Conteúdo e o tratamento estatístico com base em planilhas do EXCEL. Constatou-se que os determinantes sociais relacionados à dimensão do trabalho no processo saúde-doença dos servidores atendidos são aqueles citados na análise da equipe com maior frequência, em um cenário no qual os transtornos mentais lideram os afastamentos em número de dias na Unidade SIASS-UFRN. Nesse sentido, o transtorno mental é apresentado como patologia mais recorrente nos casos de intervenção da equipe multiprofissional, pela complexidade e especificidade que abarca o sofrimento psíquico. Por fim, tem-se o reconhecimento da significativa relação entre o trabalho e o adoecimento sob o olhar dos entrevistados, com destaque para os docentes e profissionais da saúde, devido às particularidades que envolvem essas categorias, tais como: intensa demanda de trabalho intelectual, sobrecarga e stress. Entre os trabalhadores da saúde, soma-se ainda o lidar com o sofrimento alheio.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24269
Aparece nas coleções:PPGSS - Mestrado em Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IzalaSarahFreitasDaSilva_DISSERT.pdf2,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.