Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24456
Title: O papel da articulação semiárido brasileiro (ASA) e o Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC) no semiárido potiguar
Other Titles: The role of the Brazilian articulation of the semi-arid (ASA) and the One Million Cisterns Program (P1MC) in the semi-arid potiguar
Authors: Dutra, Camila Kayssa Targino
Keywords: Articulação semiárido brasileiro;Programa Um Milhão de Cisternas;Convivência com o semiárido
Issue Date: 11-Aug-2017
Citation: DUTRA, Camila Kayssa Targino. O papel da articulação semiárido brasileiro (ASA) e o Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC) no semiárido potiguar. 2017. 131f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A região semiárida brasileira que ocupa significativamente a porção Nordeste é uma das áreas mais populosas do Brasil. Todavia, grande parte da população ainda não possui o devido a-cesso à água. As políticas públicas e programas governamentais voltados para essa região, ainda estão distantes de promover a descentralização para a democratização do acesso à água. Historicamente, a ação estatal, quando presente, tratou de priorizar a construção de grandes obras de reservatórios de água, que acabaram fortalecendo a chamada “indústria da seca”. No final da década de 1990, em meio a um grande período de estiagem na região semiárida brasi-leira, diversas entidades da sociedade civil se juntam para criar a Articulação Semiárido Bra-sileiro (ASA), instituição cujo objetivo é coordenar ações de convivência com o semiárido, dentre elas, o de democratizar o acesso à água, que se fez principalmente por meio da implan-tação do Programa Um Milhão de Cisternas (P1MC) a partir do uso de Tecnologias Sociais. A proposta prevê a construção de cisternas para captação e armazenamento de águas pluviais, com o objetivo de abastecimento humano. Esta ação tem sido objeto de inúmeros debates acadêmicos e políticos que buscam destacar os limites e as possibilidades dessa política. As-sim, objetivou-se com esta pesquisa realizar uma análise da política pública P1MC já implan-tada e, outras em fase de implantação, com o propósito de compreender sua capacidade en-quanto estratégias de convivência com o semiárido para os agricultores, agricultoras e mora-dores da zona rural de Apodi-RN. A pesquisa possui natureza qualitativa, com realização de entrevistas semiestruturadas, feitas com os técnicos ligados à Coordenação da ASA Potiguar, bem como, com os beneficiados da política pública P1MC. Os resultados encontrados infor-mam que há necessidade de complementariedade ao Programa, isto é, o funcionamento do P1MC está vinculado a existências de chuvas na região em que está implantado, não havendo chuvas e/ou se estas forem em menor quantidade, será necessário promover o acesso à água para as famílias beneficiadas de outras maneiras. Verificou-se também que o Programa P1MC contribui na diminuição da penosidade do trabalho das mulheres, tendo em vista que não é mais necessário ir para outras localidades conseguir água para consumo da família; o Progra-ma P1+2 contribui também para manter pequenos cultivos na residência dos beneficiados; a implantação dos Programas propiciou maior organização, pois promoveu a criação de Associ-ações Comunitárias em comunidades que não possuíam.
Abstract: The Brazilian semi-arid region that occupies significantly the Northeast portion is one of the most populated areas of Brazil. However, much of the population still doesn‟t have access to water. Public policies and government programs aimed at this region are still far from pro-moting decentralization for the democratization of access to water. Historically, State action, when present, tried to prioritize the construction of large works of water reservoirs, which ended up strengthening the so-called "drought industry". At the end of the 1990s, in the midst of a great period of drought in the Brazilian semi-arid region, several civil society entities come together to create the Articulation of the Brazilian Semi-Arid (ASA). The institution was to coordinate actions to coexist with the Semi-Arid region among them and to democra-tize access to water, which was done mainly through the implementation of the One Million Cisterns (P1MC) Program. The proposal provided for the construction of cisterns to capture and store rainwater, with the objective of human supply. This action has been the object of numerous academic and political debates that seek to highlight the limits and possibilities of this policy. Thus, the objective of this research was to carry out an analysis of the P1MC pub-lic policy already in place and, in the implementation phase, with the purpose of understand-ing its capacity as strategies for coexistence with the semi-arid region for farmers, farmers and rural dwellers. Apodi-RN. The research has a qualitative nature, with semi-structured interviews with the technicians linked to the Coordination of ASA Potiguar, as well as with the beneficiaries of the P1MC public policy. The results indicate the program is dependent upon rainfall in the region. If there is little or no rainfall the P1MC is less effective therefore it is necessary to promote access to water for beneficiary families in other ways. It was also found that the P1MC Program contributes to the reduction of the painfulness of women's work, since it is no longer necessary to go to other localities to obtain water for consumption by the family; The P1 + 2 Program also contributes to maintaining small crops in the benefi-ciaries' homes; The implementation of the Programs provided greater organization, as it pro-moted the creation of Community Associations in communities that did not have.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24456
Appears in Collections:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CamilaKayssaTarginoDutra_DISSERT.pdf3,51 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.