Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24620
Title: Mapa metabólico da intoxicação por chumbo
Authors: Souza, Iara Dantas de
Keywords: Chumbo;Intoxicação por chumbo;Envenenamento por chumbo;Metais pesados;Biologia de sistemas;Toxicologia de sistemas
Issue Date: 14-Dec-2017
Citation: SOUZA, Iara Dantas de. Mapa metabólico da intoxicação por chumbo. 2017. 82f. Dissertação (Mestrado em Bioinformática) - Instituto Metrópole Digital, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Abstract: Since ancient times, lead (Pb) has been used by mankind because of its physicochemical properties, such as malleability, ductility, corrosion resistance, low melting point and low electrical conductivity. However, in addition to its economic importance, lead is an important human health issue since it causes intoxication. Many effects of lead intoxication have been reported in the literature, affecting the organism as a whole and causing symptoms in cardiovascular, immune, skeletal, reproductive, hematological, renal, gastrointestinal and nervous systems. Although there is evidence on how lead affects cellular homeostasis, the description of the metabolic pathways affected in lead poisoning is not fully established. To elucidate the effects of lead poisoning, the aim of this study is to propose pathways of lead interactions with cell components, through manual curation of information present in literature and public repositories. After a search in literature, it was found a total of twenty-three proteins, including glutathione, which can directly interact with lead and are related to the cellular basis of intoxication. This knowledge taken together with the information present in pathways repositories allowed the integration of the current information in a map of lead poisoning. It was observed that lead acts in a systemic way, specially interfering with the normal function of metalloproteins which rely on essential metals to the organism, such as calcium and zinc.
Portuguese Abstract: Desde a antiguidade, o chumbo (Pb) vem sendo utilizado pela humanidade em virtude das suas propriedades físico-químicas, como maleabilidade, ductilidade, resistência à corrosão, baixo ponto de fusão e baixa condutividade elétrica. Entretanto, além de sua importância econômica, o chumbo possui uma importância quanto à saúde humana, uma vez que causa intoxicação. Muitos efeitos da intoxicação pelo chumbo já foram relatados na literatura, sendo responsável pela toxicidade nos sistemas cardiovascular, imunológico, ósseo, reprodutivo, hematopoiético, renal, gastrointestinal e, principalmente, no sistema nervoso. Embora haja evidências sobre como o chumbo afeta a homeostase em nível celular, a descrição das vias metabólicas afetadas na intoxicação por chumbo não está estabelecida. Para esclarecer os efeitos da intoxicação, o objetivo deste estudo é propor vias metabólicas das interações do chumbo com os componentes celulares, através da curadoria das informações presentes na literatura e em repositórios públicos. Após a busca na literatura, encontramos um total de 23 proteínas, incluindo o tripeptídeo glutationa, as quais são capazes de interagir com o chumbo e estão relacionadas com a base celular da intoxicação. Estas informações, em conjunto com outras provenientes de repositórios especializados, permitiram a integração do conhecimento em uma via metabólica da intoxicação por chumbo. Por meio dela, observou-se que o chumbo atua de maneira sistêmica no organismo, em especial, interferindo na função normal de proteínas as quais se ligam a metais essenciais, como zinco e cálcio.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24620
Appears in Collections:PPGBIONF - Mestrado em Bioinformática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MapaMetabólicoIntoxicacao_Souza_2017.pdf1,95 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.