Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24687
Title: Biologia reprodutiva do peixe mussum, synbranchus marmoratus bloch, 1975 no açude Marechal Dutra, Rio Grande do Norte, Brasil
Authors: Barros, Nirlei Hirachy Costa
Nascimento, Wallace Silva
Araújo, Andréa Soares
Souza, Arrilton Araújo de
Chellappa, Sathyabama
Keywords: Synbranchus marmoratus;Índice gonadossomatico;Fator de condição;Aspectos gônadais;Açude semiárido
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal do Amapá (UNIFAP)
Citation: BARROS, Nirlei Hirachy Costa et al. Biologia reprodutiva do peixe mussum, Synbranchus marmoratus Bloch, 1975 no açude Marechal Dutra, Rio Grande do Norte, Brasil. Biota Amazônia, v. 3, p. 39-47, 2013. Disponível em:<https://periodicos.unifap.br/index.php/biota/article/view/607>. Acesso em: 24 out. 2017
Portuguese Abstract: A biologia reprodutiva do peixe hermafrodita mussum, Synbranchus marmoratus (Bloch, 1795) (Osteichthyes: Synbranchidae) foi investigada no açude Marechal Dutra, Acari, Rio Grande do Norte, utilizando os exemplares capturados mensalmente no período de julho de 2010 á janeiro de 2011. Os peixes capturados foram numerados, pesados, medidos, dissecados as e gônadas foram retiradas, pesadas e identificadas quanto ao sexo. A relação peso-comprimento foi determinada para sexos agrupados. O índice gonadossomático (IGS) e o fator de condição (K) foram verificados. As fases do desenvolvimento das gônadas foram investigadas usando técnicas macroscópicas. As características macroscópicas do desenvolvimento gonadal mostraram quatro tipos sexuais diferentes na população dos peixes capturados, sendo: machos primários, fêmeas, intersexos e machos secundários. As fêmeas foram mais frequentes durante todo o período de estudo (74%). A espécie mostrou um crescimento do tipo alométrico negativo, com maior incremento em comprimento do que em peso. O fator de condição mostrou seu menor valor no mês de agosto e dois picos sendo, um em dezembro de 2010 e outro em janeiro de 2011. O IGS indicou um período reprodutivo que vai de julho a agosto de 2010, mostrando correlação negativa ao fator de condição. S. marmoratus mostra uma estratégia reprodutiva sazonal que aperfeiçoa seu sucesso reprodutivo dentro das condições climáticas do semiárido
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24687
Appears in Collections:CB - DBIO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
BiologiaReprodutivaDoPeixeMuçum.pdf772.17 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.