Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24753
Título: O protagonismo feminino proativo nas narrativas audiovisuais de ficção científica
Autor(es): Mayer, Carolina Aires
Palavras-chave: Estudos da mídia;Ficção científica;Feminismo;Protagonismo feminino proativo;Modelo de análise de personagem
Data do documento: 10-Jan-2018
Citação: MAYER, Carolina Aires. O protagonismo feminino proativo nas narrativas audiovisuais de ficção científica. 2018. 118f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Resumo: The present study aims to develop a model of analysis of female protagonism in audiovisual narratives. The model intends to identify the presence of proactive female protagonism and its performance within the narrative. Based on the concept of Proactive Feminine Protagonism, the female protagonist is an active participant in the plot, playing or not a leadership role, represented in an equivalent way to the male protagonists, and exerting influence and relevance in the events of the narrative. The chosen cut was the universe of science fiction, in which the dystopic genre is evidenced in the audiovisual productions. The films Hunger Games (2012) are used as analysis objects; Catching Fire (2013); The Hope: Part 1 (2014); The hope: the end (2015). To analyze the narrative arc of these dystopias, we use the scheme adapted by Vogler (2015) from Joseph Campbell's Hero's Journey. In the analysis of the protagonist Katniss (Hunger Games); contextualizes the formation of identity based on Castells (2013) and Butler (2016). Using the content analysis method, it investigates symbolic phenomena through coding and categorization. The procedure adopted is the case study, A through Narrative Studies (in the media) and the feminist studies to identify structures, elements and similarities in the analyzed audiovisual pieces. As a data collection technique, from the perspective of feminist studies, it presents the compilation of data collected through interviews, aiming to identify perceptions of different publics about the empirical object (Voracious Games), generating 1119 interviews. The results point to divergences about the presence of female protagonism in the audiovisual perceived by men and women, as well as the main positive and negative characteristics perceived by the public. The divergence between the masculine and feminine looks on the mediated woman evidences the imbalance in the representations of gender of the audiovisual.
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo visa desenvolver um modelo de análise de personagem, no caso, do protagonismo feminino nas narrativas audiovisuais, identificando a presença desse protagonismo, de forma proativa, e seu desempenho na narrativa. A partir do conceito de Protagonismo Feminino Proativo, considera-se uma protagonista feminina aquela que participa ativamente da trama, desempenhando ou não papel de liderança, representada de forma equivalente aos protagonistas masculinos, exercendo influência e relevância nos acontecimentos da narrativa. O recorte escolhido foi o universo da ficção científica, no qual o gênero distópico está em evidência nas produções audiovisuais. Utiliza como objetos de análise os filmes Jogos Vorazes (2012); Em Chamas (2013); A esperança: Parte 1 (2014); A esperança: o final (2015). Para analisar o arco narrativo dessa distopia, recorre ao esquema adaptado por Vogler (2015) da Jornada do Herói, de Joseph Campbell. Na análise da protagonista Katniss, contextualiza a formação da identidade com base em Castells (2013) e Butler (2016), utilizando o método análise de conteúdo, que investiga os fenômenos simbólicos por meio da codificação e da categorização. O procedimento adotado é o estudo de caso, tendo por base os Estudos Narrativos (estudos da mídia) e os estudos feministas a fim de identificar estruturas, elementos e similaridades nas peças audiovisuais analisadas. Como técnica de coleta de dados, a partir da perspectiva dos estudos feministas, apresenta a compilação de dados colhidos por meio de entrevistas, visando identificar percepções de diferentes públicos sobre o objeto empírico (Jogos Vorazes), gerando 1119 entrevistas. Os resultados apontam divergências sobre a presença do protagonismo feminino no audiovisual percebido por homens e mulheres, assim como as principais características positivas e negativas percebidas pelo público. A divergência entre os olhares masculinos e femininos sobre a mulher mediada evidencia o desequilíbrio nas representações de gênero do audiovisual.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24753
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
CarolinaAiresMayer_DISSERT.pdf22,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.