Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24922
Title: Experiência de implantação da avaliação 360 graus e feedback entre residentes de ginecologia e obstetrícia
Authors: Fabricio, Teresa Neumann Beserra Dantas
Keywords: Internato e residência;Ensino;Aprendizagem;Avaliação educacional
Issue Date: 7-Dec-2017
Citation: FABRICIO, Teresa Neumann Beserra Dantas. Experiência de implantação da avaliação 360 graus e feedback entre residentes de ginecologia e obstetrícia. 2017. 67f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Abstract: Medical Residency is a valuable time in the training of future specialist, where through the in-service learning-teaching process, these have lived several experiences with patients, in addition to sharing with the multiprofessional team, under the supervision of its preceptors. The 360º evaluation consists of obtaining information from multiple sources that have surrounded of influence sphere of residents, about their performance in different tasks, such as self-evaluation, peer evaluation, patients and multiprofessional team. At the end of evaluation of each resident, the preceptor has given feedback, pointing out the positive points, as well as ones that will need to be strengthened in order to make formative evaluation. This feedback should be regular and continuous so as to allow necessary adjustments in learning, corroborating a better qualification of the resident. The objective of this study was to implement 360-degree evaluation in the medical residency in gynecology and obstetrics of Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) of Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN), to implement the training of preceptors and to improve the evaluation process contributing to a training of resident physicians. METHODS: A longitudinal, descriptive, qualitative-quantitative study was carried out, in which 23 of 24 residents of gynecology and obstetrics (GO) of MEJC participated, and it was applied a 360-degree evaluation by 25 preceptors. For the implementation of the new evaluative model, two stages were programmed: the former being the in-service training of the multiprofessional team to use the Mini-Clinical Evaluation Exercise (mini-CEX) and other forms; the later, it was the start of 360-degree assessments of gynecology and obstetrics residents by preceptors. Data collection was carried out between March and October of the current year. A total of 92 multisource feedback distributed by the 23 residents were applied and all 4 forms that compose this evaluation were answered. The results were stored in a database in Excel / Office 2010 software spreadsheet and used ANOVA to evaluate differences between the groups means. The Tukey test was then applied. In assessing the results as the analysis of doctors and nurses, with the exception of variable communication and relationship with the multidisciplinary team, teamwork, punctuality, availability, all other variables were statistically significant (p <0.05), where the R1 competencies obtained lower scores than R2 and R3. Regarding the relation of the peers, in the analysis of the medical knowledge, there was difference between the means (p=0.029), showing that the R3 are the most knowledgeable bearers. Still in this evaluation the R3, also presented greater difficulty in relation with health team (p = 0.008). In medical R1 self-assessment showed differences in variable medical knowledge, integrity, psychosocial aspects of the disease management and responsibility complex problems and achieved lower scores in relation to R2 and R3 (p <0.05). The 360º -evaluation implementation as an evaluation method in the PRMGO will contribute to the improvement in the training of future specialists who, inserted in the society, can develop proactive attitudes allowing a dignified health care to the population. There is a need to invest in continuing education so that preceptors are stimulated and better trained within the process of teaching learning, as trainers of professionals with a holistic view of medicine.
Portuguese Abstract: Introdução: a Residência Médica é um momento valioso na formação do futuro especialista, onde através do processo de ensino-aprendizagem em serviço, estes vivenciam diversas experiências junto aos pacientes, compartilhadas com a equipe multiprofissional sob a supervisão de seus preceptores. A avaliação 360 graus consiste na obtenção de informações de múltiplas fontes que circundam a esfera de influência do residente, sobre seu desempenho em diferentes tarefas, incluindo assim: autoavaliação, avaliação de pares, pacientes e equipe multiprofissional. Ao final da avaliação de cada residente, o preceptor realiza um feedback, apontando os pontos positivos e os que precisarão ser fortalecidos. Esse feedback deve ser regular e contínuo de modo a permitir ajustes necessários na aprendizagem, corroborando para uma melhor capacitação do residente. Esse trabalho objetivou implantar a avaliação 360 graus na Residência Médica em ginecologia e obstetrícia da Maternidade Escola Januário Cicco da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, implementar a capacitação dos preceptores e aprimorar o processo avaliativo contribuindo para uma melhor formação dos médicos residentes. Métodos: Foi realizado um estudo longitudinal de coorte, descritivo, qualiquantitativo, do qual participaram 23 dos 24 residentes em ginecologia e obstetrícia desta instituição de ensino. Para implantação do novo modelo avaliativo foram programadas duas etapas, sendo a primeira a capacitação in loco da equipe multiprofissional para utilização do Mini-Clinical Evaluation Exercise e dos outros formulários; a segunda, foi o início das avaliações 360 graus nos residentes de ginecologia e obstetrícia. A coleta dos dados foi realizada entre os meses de março e outubro do corrente ano. Resultados: Foram aplicadas 92 avaliações 360 graus nos 23 residentes, sendo todos os 04 formulários desta avaliação respondidos. Os resultados foram armazenados em um banco de dados, em planilha do software Excel/Office® 2010. O teste Shapiro-Wilk atestou a normalidade de distribuição dos dados. Os dados estão expressos em média e desvio padrão. Análise de variância one-way (ANOVA) foi utilizada para comparar as médias dos itens da avaliação entre os períodos de residência (R1, R2 e R3). Todos os itens de cada questionário foram analisados e agrupados por ano de residência cursado, obtendo-se então uma média para cada domínio isoladamente e por ano de residência. O pós-teste de Tukey foi utilizado para identificar as diferenças em pares. Para todas as análises foi adotado um nível de significância estatística de 5%. Todas os dados foram analisados usando o SPSS versão 21.0 para Windows (Statistical Package for Social Sciences, Chicago, IL, USA). Na avaliação dos resultados conforme a análise dos médicos e enfermeiros, com exceção das variáveis comunicação e relacionamento com a equipe multiprofissional, trabalho em equipe, pontualidade e disponibilidade, todas as outras variáveis analisadas se mostraram estatisticamente significativas (p<0,05), onde as competências dos residentes do primeiro ano obtiveram menores escores em relação aos dos anos subsequentes. Com relação a avaliação dos pares, na análise do conhecimento médico, houve diferença entre as médias obtidas (p=0,029), mostrando que os residentes do terceiro ano são os portadores de maior conhecimento médico. Ainda nessa avaliação, o residente do terceiro ano apresentou maior dificuldade na variável relacionamento com equipe de saúde (p=0,008). Na autoavaliação, os residentes do primeiro ano apresentaram diferenças nas variáveis conhecimento médico, integridade, aspectos psicossociais da doença, manejo de problemas complexos, responsabilidade, manejo de pacientes hospitalizados e relacionamento com a equipe de saúde; e obtiveram os menores escores em relação aos residentes dos anos seguintes (p<0,05). Conclusão: A implantação da avaliação 360º como método avaliativo na Programa de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia nesta instituição, através deste trabalho, mostra que há avanços no desempenho das competências gerais dos médicos residentes com o passar dos anos cursados. A formação dos futuros especialistas, baseada na visão integral do paciente, possibilita o desenvolvimento de atitudes proativas e uma assistência digna a saúde da população.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24922
Appears in Collections:MPEENSA - Mestrado Profissional em Ensino na Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TeresaNeumannBeserraDantasFabricio_DISSERT.pdf792,38 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.