Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25034
Title: Caracterização genética do vírus Chikungunya circulante no Estado do Rio Grande do Norte
Authors: Pereira, Hannaly Wana Bezerra
Keywords: Vírus Chikungunya;Genótipo Leste-Centro-Sul Africano;Rio Grande do Norte;Caracterização filogenética
Issue Date: 27-Feb-2018
Citation: PEREIRA, Hannaly Wana Bezerra. Caracterização genética do vírus Chikungunya circulante no Estado do Rio Grande do Norte. 2018. 82f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: A febre Chikungunya é uma síndrome febril com grave artralgia debilitante, podendo evoluir para casos atípicos, como manifestações neurológicas e mucocutâneas. Geralmente é transmitida por mosquitos do gênero Aedes. O agente etiológico é o vírus Chikungunya (CHIKV) que pertence à família Togaviridae e ao gênero Alphavirus. Até pouco tempo essa doença era negligenciada no Brasil, porém com o surto epidêmico que houve no ano de 2016, essa arbovirose se tornou um desafio para a saúde pública. O objetivo do presente estudo foi realizar a caracterização genética do CHIKV identificado no Estado do Rio Grande do Norte (RN), no biênio 2016-2017. Um total de 10 amostras de soro, líquor ou conteúdo de vesículas-bolhosas foram analisadas pela metodologia de qRT-PCR para detecção do CHIKV e todas se apresentaram positivas. Foi realizada a filogenia e a caracterização genética do vírus, por meio do sequenciamento da região codificadora da poliproteína estrutural, com posterior análise da estrutura da proteína por meio da modelagem. A análise filogenética indicou que o genótipo circulante no Estado do Rio Grande do Norte é o Leste-Centro-Sul Africano II (ECSA II). A comparação entre as sequencias dos CHIKV deste estudo com aquelas de seu ancestral da linhagem ECSA II identificado em Uganda em 1982 (GenBank: HM045812) revelou a presença de 21 mutações não sinônimas. O sequenciamento dos CHIKV do soro e do líquor de um mesmo paciente revelou duas mutações não sinônimas potencialmente associadas a neurovirulência viral: N606K e P677L. Adicionalmente, a análise da modelagem de proteínas mostrou que o vírus circulante no Rio Grande do Norte não apresenta a mutação na posição A226V, que determina uma maior infectividade do vírus para o Aedes albopictus. Em conclusão, esse estudo revela a origem do CHIKV circulante no Estado do Rio Grande do Norte e possíveis marcadores de neurovirulência viral, informações úteis para compreender a evolução viral e a patogênese da doença.
Abstract: Chikungunya fever is a febrile syndrome with severe debilitating arthralgia, which may progress to atypical cases, such as neurological and mucocutaneous manifestations. It is usually transmitted by mosquitoes of the genus Aedes. The etiological agent is the Chikungunya virus (CHIKV) that belongs to the family Togaviridae and to the genus Alphavirus. Until recently this disease was neglected in Brazil, but with the epidemic outbreak that occurred in the year 2016, this arbovirose has become a challenge for public health. The objective of the present study was to perform the genetic characterization of the CHIKV identified in the State of Rio Grande do Norte (RN), in the biennium 2016-2017. A total of 10 serum samples, cerebrospinal fluid (CSF) or blister samples were analyzed by the qRT-PCR methodology for CHIKV detection and all were positive. Phylogeny and genetic characterization of the virus were performed by sequencing the coding region of the structural polyprotein, with subsequent analysis of the protein structure through modeling. Phylogenetic analysis indicated that the circulating genotype in the State of Rio Grande do Norte is East-Central-South-African II (ECSA II). The comparison between CHIKV sequenced in this study and its ancestor from ECSA II lineage identified in Uganda in 1982 (GenBank: HM045812) revealed the presence of 21 non-synonymous mutations. Sequencing of serum and CSF CHIKV from the same patient revealed two non-synonymous mutations potentially associated with viral neurovirulence: N606K and P677L. In addition, the analysis of the protein model showed the circulating non-RN virus has no mutation at position A226V which is the major part of virus infection for Aedes albopictus. In conclusion, this study reveals the origin of CHIKV circulating in the State of Rio Grande do Norte and possible markers of viral neurovirulence, useful information to understand the viral evolution and the pathogenesis of the disease.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25034
Appears in Collections:PPGBP - Mestrado em Biologia Parasitária

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaracterizacaoGenéticaVírus_Pereira_2018.pdf2,46 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.