Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25050
Título: Formas de P2 na posição de complemento verbal em cartas pessoais norte-rio-grandenses do século XX
Autor(es): Moura, Kássia Kamilla de
Palavras-chave: Português brasileiro;Pronomes complementos (acusativo/dativo/oblíquo);Século XX;Tu;Você
Data do documento: 8-Dez-2017
Citação: MOURA, Kássia Kamilla de. Formas de P2 na posição de complemento verbal em cartas pessoais norte-rio-grandenses do século XX. 2017. 167f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: Considering the theoretical methodological presuppositions of Variationist Sociolinguistics (WEINREICH, LABOV, HERZOG, [1968] 2006) and Historical Sociolinguistics (CONDE SILVESTRE, 2007), we describe and analyze the process of variation/change involving pronominal forms of second person of the singular (P2), in the position of verbal complement, in the accusative, dative and oblique functions, in seven sets of personal letters written by people from Rio Grande do Norte(RN) along thethe 20th century. We present a quantitative / qualitative analysis with the objective of identifying which linguistic and / or extralinguistic factors influence the process of change observed in the pronominal paradigma in Brazilian Portuguese (BP). We are based on previous studies about the pronominal system in BP, wich register the productivity of pronominal forms te, lhe, você, o/a, contigo, prep.+ ti, prep.+ você, ø, in the position of verbal complemente. These studies attesd the following situationa lso showed a delineation of the morphosyntactic environments favorable to the use of the forms associated to você, these being more recurrent in contexts with imperative verbal forms, the explicit subjects and prepositional complements pronouns. The results got in this thesis confirm, partially, the statements defended by the previous studies: i) significant productivity of the pronominal forms 'te / lhe' the first being associated with the tu and the second with você; ii) expressive use of the forms associated with the innovative pronoun você, especially in constructions of the type: Suj + V + OD + OI, Suj + V + OI, in the constructions with prepositional complements; iii) incidences of use of the forms of complement associated to você in contexts with less degree of formality; iv) significant preference for constructions with a explicit lexically object; v) ratification of the prognosis already presented by Moura (2013) regarding the preference forms associated with você, in the personal letters of RN, since the first decades of the 20th century (1916). The results of this thesis show that the forms of complement associated with you, as well as the constructions with the object explicit have almost majority preference in the letters of RN.
metadata.dc.description.resumo: Considerando os pressupostos teórico-metodológicos da Sociolinguística Variacionalista (WEINREICH, LABOV, HERZOG, [1968] 2006) e Sociolinguística Histórica (CONDE SILVESTRE, 2007), descrevemos e analisamos o processo de variação / mudança envolvendo formas pronominais de segunda pessoa do singular (P2), na posição de complemento verbal, nas funções acusativas, dativas e oblíquas, em sete conjuntos de cartas pessoais escritas por norte-rio-grandenses ao longo do século XX. Apresentamos uma análise quantitativa / qualitativa com o objetivo de identificar quais fatores linguísticos e / ou extralinguísticos influenciam o processo de mudança observado no paradigma pronominal no Português Brasileiro (PB). Tomamos por base estudos anteriores sobre o sistema pronominal no PB, que registram a produtividade das formas pronominais, te, o, a, contigo, prep. + Ti, prep. + Você, ø, na posição de complemento verbal. Esses estudos atestam o seguinte cenário: uma descrição dos ambientes morfossintáticos favoráveis ao uso das formas associadas ao você, sendo mais recorrentes em contextos com formas verbais imperativas, sujeitos explícitos e pronomes preposicionais. Os resultados obtidos nesta tese confirmam, em parte, as declarações defendidas pelos estudos anteriores: i) produtividade significativa das formas pronominais 'te / lhe', a primeira associada ao tu e a segunda ao você; ii) uso expressivo das formas associadas ao pronome inovador, você, especialmente nas construções do tipo: Suj + V + OD + OI, Suj + V + OI, nas construções com complementos preposicionais; iii) incidências de uso das formas de complemento associadas ao você em contextos com menos grau de formalidade; iv) preferência significativa para construções com um objeto lexicamente explícito; v) ratificação do prognóstico já apresentado por Moura (2013) quanto às formas de preferência associadas ao você, nas cartas pessoais do Rio Grande do Norte (RN), desde as primeiras décadas do século XX (1916). Os resultados desta tese mostram que as formas de complemento associadas ao você, bem como as construções com o objeto explícito, têm preferência quase majoritária nas cartas do RN.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25050
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
KassiaKamillaDeMoura_TESE.pdf1,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.