Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25489
Title: BTestBox: uma ferramenta de teste para implementações B
Authors: Oliveira, Diego de Azevedo
Keywords: Método B;Teste de software;Ferramenta;Atelier-B;Cobertura de código
Issue Date: 5-Feb-2018
Citation: OLIVEIRA, Diego de Azevedo. BTestBox: uma ferramenta de teste para implementações B. 2018. 73f. Dissertação (Mestrado em Sistemas e Computação) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Softwares precisam ser seguros e corretos. Partindo desse pressuposto, novas tecnologias e técnicas são desenvolvidas para comprovar as competências de um programa. Essa necessidade de segurança se torna mais relevante ao tratar de softwares que atuam em sistemas críticos, como os sistemas ferroviário e aeroviário. A utilização de métodos formais na construção de software busca solucionar o problema. Ao utilizar o método formal B através da plataforma Atelier-B, e após provar os componentes de um projeto é necessária a tradução para a linguagem desejada. Essa tradução ocorre por meio de tradutores e compiladores B. Habitualmente, o processo de compilação em compiladores maduros é seguro, porém não estão completamente livres de falhas e eventualmente erros são encontrados. Ao expandir essa afirmação para tradutores B é necessário cautela, uma vez que esses não são tão comuns e utilizados quanto compiladores que circulam há mais tempo no mercado. Testes de software podem ser utilizados para realizar a análise da tradução. Através de critérios de cobertura é possível inferir o nível de qualidade do software e facilitar a detecção de falhas. Realizar a checagem da cobertura e testes em software pode exigir bastante esforço e tempo, principalmente ao serem realizados manualmente. Para sanar essa demanda, a ferramenta BTestBox visa analisar, de maneira automática, a cobertura atingida por implementações B desenvolvidas através do Atelier-B. BTestBox também testa automaticamente as traduções feitas a partir de implementações B. Para isso, BTestBox utiliza os casos de teste gerados para a verificação de cobertura e compara os valores esperados de saída com os encontrados após a tradução. O processo feito por BTestBox é todo automático e pode ser utilizado a partir do Atelier-B via instalação de plugin com uma interface simples. Essa dissertação apresenta a ferramenta BTestBox. BTestBox foi testado através de pequenas implementações B com os elementos gramaticais possíveis da linguagem B. BTestBox apresenta funcionalidade e vantagens para programadores que utilizam o método formal B.
Abstract: Software needs to be safe and run smoothly. From that assumption, new technologies and techniques are developed to test the quality of a program. This is more relevant when developing critical systems, such as railways and avionics control systems. Formal methods try to adress this need. When using B in Atelier-B, after proving the components of a project is necessary to translate to the desired language, a translation is made by using B translators and compilers. Usually, the process of compilation is safe when perfomed by mature compilers although they are not free of errors and bugs often crop up. The same reliability is not always observed in B translators since they have been on the market for less time. Software testing may solve and be used to perform the analyses of the translated code. From coverage criteria, it is possible to infer quality of a piece of software and detect bugs. This process is hard and time-consuming, mainly if it is perfomed manually. To address this problem, the BTestBox tool aims to analyze automatically the coverage of B implementations built through Atelier-B. BTestBox also automatically tests the translation from B implementations. For this, BTestBox uses the same test case generated to verify the coverage and compare the output expected values with the values found in the translation. This process is fully automatic and may be started from Atelier-B with a plugin. This thesis presents the tool BTestBox. The tool is a solution to the problems exposed in the previous paragraph. BTestBox was tested with small B implementations and all gramatical elements from B language. It offers various functionalities and advantages to developers that use the B-Method.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25489
Appears in Collections:PPGSC - Mestrado em Sistemas e Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiegoDeAzevedoOliveira_DISSERT.pdf1,01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.