Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25728
Title: As orações relativas oblíquas no ensino fundamental: uma proposta de intervenção pedagógica
Authors: Silva, Rimylles Fabrício Alves da
Keywords: Ensino de gramática;Relativas oblíquas;Sociolinguística variacionista;Pluralidade de normas;Intervenção pedagógica
Issue Date: 16-Feb-2017
Citation: SILVA, Rimylles Fabrício Alves da. As orações relativas oblíquas no ensino fundamental: uma proposta de intervenção pedagógica. 2017. 146f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - Profletras/NAT) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Abstract: Concerned with the situation of Portuguese language teaching, and more specifically with the teaching of grammar, and following the theoretical assumptions and methodology systematized in recent studies on the subject (COELHO; GÖRSK, 2009, VIEIRA, 2007; 2016; MARTINS, 2013) , we proposed and applied in this work a pedagogical intervention for the work with the relative oblique clauses in Elementary School, in a class of the 9th grade of the Escola Municipal Desembargador Silvino Bezerra Neto, located in the city of Parnamirim / RN. Our working hypothesis was that the students of the last year of Elementary School use only the PP-chopping and (copiadora) - nonstandard relative clauses - with the pronoun reminder, with almost categorical use of the relative "que", cutting off the preposition required by the verb as it prescribes the norm pattern. Moreover, what these students do not effectively master (and do not even learn in school) are the different strategies of relativization as a whole, as epilingual knowledge, and its function as a strategy of textual cohesion; Just as they do not learn the use of the relative oblique pattern with the preposition. In view of a preliminary framework confirming our hypothesis, we applied a didactic sequence based on epilingual activities, in which students were encouraged to create concepts and use different strategies of relativization, use of relative pronouns and adjective sentences, with the concepts brought by textbooks. They were also led to produce different strategies of relativization and structurally differentiate these strategies. Finally, students produced new written texts in which they used the oblique relative pronouns and the relative clauses appropriately, following the norm already dominated by them and the standard norm of the Portuguese language, thus becoming aware of the functionality of these elements in the construction of cohesion and coherence and of the different norms associated to the uses of oblique relative clauses in Brazilian Portuguese. Finally, the application of the didactic sequence directed to the strategies of relativization and the different uses of the oblique relative resulted in an awareness among the students of the plurality of standards in spoken and written texts in different situations of communication.
Portuguese Abstract: Preocupados com a situação do ensino de Língua Portuguesa e, mais especificamente com o ensino de gramática, e seguindo os pressupostos teóricos e a metodologia sistematizada em estudos recentes sobre a temática (VIEIRA, 2007; 2016; COELHO; GÖRSK, 2009; MARTINS, 2013; MARTINS; VIEIRA; TAVARES, 2014), propomos e aplicamos neste trabalho uma intervenção pedagógica para o trabalho com as orações relativas oblíquas no Ensino Fundamental (EF), numa turma do 9° ano da Escola Municipal Desembargador Silvino Bezerra Neto, da rede municipal de Parnamirim/RN. Nossa hipótese de trabalho foi a de que os alunos do último ano do EF fazem uso apenas das orações relativas oblíquas cortadoras e copiadoras com o pronome lembrete, com uso quase categórico do relativo “que”, cortando a preposição exigida pelo verbo como prescreve a norma padrão. Mais: o que esses alunos efetivamente não dominam (e nem aprendem na escola) são as diferentes estratégias de relativização como um todo, como conhecimento epilinguístico, e sua função como estratégia de coesão textual; assim como não aprendem o uso da relativa oblíqua padrão com a preposição. Diante de um quadro preliminar que confirmou a nossa hipótese, aplicamos uma sequência didática a partir de atividades epilinguísticas, em que os estudantes foram incitados a criar conceitos e utilizar diferentes estratégias de relativização, de uso de pronomes relativos e de orações adjetivas para depois comparálos com os conceitos trazidos por livros didáticos. Foram ainda levados a produzir diferentes estratégias de relativização e diferenciar estruturalmente essas estratégias. Por fim, os alunos produziram novos textos escritos nos quais utilizaram os pronomes relativos oblíquos e as orações relativas adequadamente, seguindo a norma padrão da língua portuguesa, tomando consciência, assim, da funcionalidade desses elementos na construção da coesão e coerência textuais e das diferentes normas associadas aos usos das orações relativas oblíquas no português brasileiro culto. Por fim, constatamos que a aplicação da sequência didática voltada às estratégias de relativização e aos diferentes usos das relativas oblíquas resultou numa consciência dos alunos sobre a pluralidade de normas em textos falados e escritos em diferentes situações de comunicação.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25728
Appears in Collections:PROFLETRAS - NATAL - Mestrado Profissional em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RimyllesFabricioAlvesDaSilva_DISSERT.pdf1,69 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.