Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25775
Título: Estudo fitoquímico e análise biológica/farmacológica de Bredemeyera floribunda Willd
Autor(es): Cavalcante, Gizely de Vasconcelos Leite
Palavras-chave: Bredemeyera floribunda;Polygalaceae;“raiz-de-cobra”;Antiofídico
Data do documento: 9-Jan-2015
Referência: CAVALCANTE, Gizely de Vasconcelos Leite. Estudo fitoquímico e análise biológica/farmacológica de Bredemeyera floribunda Willd. 2015. 106f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Abstract: Some plant species are used in folk medicine to treat accidents with poisonous animals. The species Bredemeyera floribunda Willd (Polygalaceae), popularly known as "snake root" has this popular use. In addition to its anti-snake venom properties, the species is also known for its expectorant, diuretic and hypotensive properties. Due to its ethnopharmacological importance, this species still needs chemical studies. This work reports the phytochemical study from roots of the B. floribunda. Were performed analysis using chromatographic techniques: High Performance Liquid Chromatography, Adsorption Chromatography and Molecular Exclusion Chromatography. Chromatographic fractionation from ethanolic extract of the roots of B. floribunda resulted in the isolation of seven substances, the first being a derivative of cinnamic acid, known as (2E)-methyl-3-(3,4,5-trimethoxyphenyl)-prop-2-enoate, unpublished in the Bredemeyera genus, flavonoid rutin and three xanthones, the first called 1,7-dihydroxy3,4,8-trimethoxy-xantone, the second, 1,3,7-trihydroxy-4,8-dimethoxy-xanthone, and a third dimethoxyl-xanthone, possibly not previously report in the literature. Were isolated also the sucrose and a derivative bicyclic of mannitol. Furthermore, saponines have also been identified. The structural determination of secondary metabolites was performed by nuclear magnetic resonance 1H and 13C, using 1D and 2D pulse sequences and comparison with the literature data. Some isolated compounds, fractions, and the ethanol extract were subjected to hemorrhagic and proteolytic assays. In these tests, it was observed that the extract showed to be active and which of the tested substances, xanthones 1,3,7-trihydroxy-4,8-dimetoxyxanthone and 1,7-dihydroxy-3,4,8-obtained results trimethoxy-xanthone satisfactory. Fractions containing xanthones and saponins also were submitted to the tests and showed promising results.
Resumo: Algumas espécies de plantas são utilizadas na medicina popular para tratar acidentes com animais peçonhentos. A espécie Bredemeyera floribunda Willd é uma destas. Ela pertence à família Polygalaceae e é conhecida popularmente como “raiz de cobra”. Além de suas propriedades antiofídicas, também é conhecida por suas propriedades expectorante, diurética e hipotensiva. Devido a sua importância etnofarmacológica, esta espécie ainda necessita de estudos acerca de seus constituintes químicos. Este trabalho relata o estudo fitoquímico realizado com as raízes desta espécie. Foram realizadas análises qualitativas através de técnicas cromatográficas: Cromatografia Líquida de Alta Eficiência, Cromatografia de Adsorção e Cromatografia de Exclusão Molecular. O fracionamento cromatográfico do extrato etanólico das raízes resultou no isolamento de sete substâncias, sendo a primeira um derivado do ácido cinâmico, denominado (2E)- metil 3-(3,4,5-trimetóxifenil)-prop-2-enoato, inédita para o gênero, o flavonóide Rutina e três xantonas, a primeira denominada 1,7-dihidróxi-3,4,8- trimetoxixantona, a segunda, 1,3,7-trihidroxi-4,8-dimetoxixantona, e uma terceira xantona dimetóxilada, possivelmente inédita na literatura. Foram isolados sacarose e um derivado de Manitol, bicíclico. Além disso, saponinas triterpênicas também foram identificadas. A determinação estrutural dos metabólitos secundários isolados foi realizada através das técnicas: Ressonância Magnética Nuclear de 1H e 13C, através de seqüências de pulsos uni e bidimensionais, espectrometria de massas e comparação com dados da literatura. Algumas substâncias isoladas, frações e o extrato etanólico foram submetidos a ensaio hemorrágico e proteolítico. Nestes ensaios, observou-se que o extrato mostrou-se ativo e que das substâncias testadas, as xantonas 1,3,7-trihidroxi-4,8-dimetoxixantona e 1,7-dihidroxi-3,4,8- trimetoxixantona obtiveram resultados satisfatórios. Frações contendo xantonas e saponinas também foram submetidas aos testes e demonstraram resultados promissores.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25775
Aparece nas coleções:PPGQ - Mestrado em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Estudofitoquímicoanálise_Cavalcante_2015.pdf3,95 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.