Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25820
Title: Moeda e centro-periferia no dólar flexível: o real brasileiro na posição de moeda periférica (2000-2017)
Other Titles: Currency and center-periphery in the flexible dollar: the brazilian real in the peripheral currency position (2000-2017)
Authors: Nascimento, Júlio César
Keywords: Sistema monetário internacional;Dólar flexível;Centro-periferia;Hierarquia de moedas;Brasil
Issue Date: 27-Jul-2018
Citation: NASCIMENTO, Júlio César. Moeda e centro-periferia no dólar flexível: o real brasileiro na posição de moeda periférica (2000-2017). 2018. 93f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O trabalho parte da tradição estruturalista latino-americana clássica, particularmente, na relação centro-periferia baseada no progresso técnico. Desta forma, essa teoria deixa uma lacuna para analisar essa relação com base na dimensão monetária internacional. Com as alterações ocorridas no Sistema Monetário Internacional com a quebra do regime de Bretton Woods em 1960/1970 há uma discussão sobre a relevância do SMI atual para uma abordagem a relação centro-periferia. No atual regime monetário internacional denominado de Dólar Flexível apresenta-se como uma dimensão especial para analisar a relação centro-periferia a partir da hierarquia de moedas. Essa hierarquia é baseada pela liquidez das moedas em âmbito internacional e se estrutura a partir do dólar no núcleo do sistema, seguida pelo o euro, entre outras moedas centrais e na base desse sistema estão as moedas periféricas. Essa hierarquia apresenta-se como problemática para os países de moedas periféricas, particularmente, quanto às vulnerabilidades, tais como: tendência de instabilidades na taxa de câmbio e taxa de juros, tendência especulativa e de aumento das reservas internacionais. Enquanto problematização têm-se: a posição internacional de moeda periférica do Brasil impacta em problemas para o país? A hipótese utilizada para o desenvolvimento do trabalho é que a posição de moeda periférica do real brasileira impacta em problemas macroeconômicos. Desta forma, o objetivo geral da pesquisa é analisar os potenciais problemas para o Brasil pela sua posição de moeda periférica em âmbito mundial no período 2000-2017. A metodologia utilizada para o trabalho é bibliográfica, descritiva e explicativa de natureza quali-quantitativa com base de dados do Banco Central do Brasil. Conclui-se que, o Brasil durante o período de análise teve tendência de instabilidades intensas na taxa de câmbio e taxa de juros básica (SELIC), aumento das reservas internacionais principalmente pela via da conta financeira e uma tendência de aumento nas aplicações do investimento em carteira, na qual, de acordo com a teoria restringe a autonomia de políticas econômicas.
Abstract: The work starts from the classical Latin American structuralist tradition, particularly in the center-periphery relationship based on technical progress. In this way, this theory leaves a gap to analyze this relationship based on the international monetary dimension. With the changes in the International Monetary System with the fall of the Bretton Woods regime in 1960/1970 there is a discussion about the relevance of the current IMS to a center-periphery relationship. In the current international monetary regime denominated Flexible Dollar it presents itself as a special dimension to analyze the relation centerperiphery from the hierarchy of currencies. This hierarchy is based on the liquidity of the currencies at the international level and is structured from the dollar at the core of the system, followed by the euro, among other central currencies and on the basis of this system are the peripheral currencies. This hierarchy is problematic for the countries of peripheral currencies, particularly the vulnerabilities such as: tendency of instabilities in the exchange rate and interest rate, speculative tendency and increase of international reserves. While it is problematic: does the international position of peripheral currency of Brazil impact on problems for the country? The hypothesis used for the development of the work is that the peripheral currency position of the Brazilian real impacts on macroeconomic problems. In this way, the general objective of the research is to analyze the potential problems for Brazil by its position of peripheral currency in world scope in the period 2000-2017. The methodology used for the work is bibliographical, descriptive and explanatory of a qualitative and quantitative nature based on data from the Central Bank of Brazil. It is concluded that, during the period of analysis, Brazil experienced intense instabilities in the exchange rate and the basic interest rate (SELIC), an increase in international reserves mainly due to the financial account and a portfolio, in which, according to the theory restricts the autonomy of economic policies.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25820
Appears in Collections:PPGECO - Mestrado em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MoedaCentro-periferiaDólar_Nascimento_2018.pdf1,37 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.