Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25989
Title: Análise sobre política fiscal: um estudo entre Brasil e Espanha para o período 2000-2016
Authors: Caballero, Sérgio Jiménez
Keywords: Brasil;Espanha;Política fiscal;Consolidação fiscal;Resultado estrutural primário
Issue Date: 31-Jul-2018
Citation: CABALLERO, Sérgio Jiménez. AAnálise sobre política fiscal: um estudo entre Brasil e Espanha para o período 2000-2016. 2018. 189f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: The main objective of this study was to analyze the discretionary policy carried out by the governments of Spain and Brazil during the period between 2000 and 2016, based on a heterodox approach. During the first years of the 21st century both Brazil and Spain went through processes of strong economic growth. After 2008 financial bubble burst in the United States and spread to the rest of the world, the two countries suffered, at different times, a deep recessive process. Faced with this situation, numerous theoretical approaches on how to deal with a situation of economic crisis are brought to the debate in the field of economics. The importance of fiscal policy has been treated differently as economic theories have evolved. On the one hand, orthodoxy, giving priority to the adjustment of public accounts with the objective of restoring the confidence of international investors and heterodoxy, which sees austerity as a barrier to growth. Fiscal consolidation processes have been recurrent in both countries as a way to combat the economic recession. Considering that the expansionary fiscal policy is efficient to combat the product fall, our study seeks to evaluate which policies were implemented during the period analyzed, whether expansive or contractionary, and to see what orientation they had, whether pro-cyclical or countercyclical. To do this, we will carry out a decomposition exercise of the budget, between the cyclical component, the payment of interest of the public debt and the primary structural result, in order to be able to evaluate what type of policy has been implemented. In analyzing the conduct of fiscal policy, both in Brazil and in Spain, we see how this one had a conventional bias, becoming pro-cyclical at critical moments. In economies still in acute crisis, governments reverted to more expansionary policies, being more concerned with the performance of fiscal indicators than with more general macroeconomic performance.
Portuguese Abstract: O presente trabalho teve como objetivo principal analisar qual foi a política discricionária realizada pelos governos da Espanha e do Brasil durante o período compreendido entre os anos de 2000 e 2016, a partir de uma abordagem heterodoxa.Durante os primeiros anos do Século XXI tanto o Brasil quanto a Espanha passaram por processos de forte crescimento econômico. Após a bolha financeira de 2008 estourada nos Estados Unidos e disseminada para o resto do mundo, os dois países sofreram, em momentos diferentes, um profundo processo recessivo. Diante dessa situação, numerosas abordagens teóricas sobre como lidar com uma situação de crise econômica são trazidas para o debate no campo da economia. A importância da política fiscal tem sido tratada de forma diferente conforme as teorias econômicas foram se desenvolvendo. De um lado a ortodoxia, dando prioridade ao ajuste das contas públicas com o objetivo de restaurar a confiança dos investidores internacionais e de outro a heterodoxia, que vê na austeridade um entrave para o crescimento. Os processos de consolidação fiscal tem sido recorrentes nos dois países como forma de combater a recessão econômica. Considerando que a política fiscal expansiva é eficiente para combater processos de queda do produto, nosso estudo busca avaliar quais políticas foram implementadas durante o período analisado, se expansivas ou contracionistas, e ver qual orientação tiveram, se pró-cíclica ou contra-cíclica.Para isso, realizaremos um exercício de decomposição do orçamento, entre o componente cíclico, o pagamento dos juros da dívida pública e o resultado estrutural primário, para poder avaliar que tipo de política foi implementada.Ao analisar a condução da política fiscal, tanto no Brasil quanto na Espanha, vemos como esta teve viés convencional, tornando-se pró-cíclica em momentos críticos. Em economias ainda em crise aguda, governos reverteram políticas mais expansionistas, revelando-se mais preocupados com o desempenho dos indicadores fiscais do que com o desempenho macroeconômico mais geral.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25989
Appears in Collections:PPGECO - Mestrado em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Análisesobrepolítica_Caballero_2018.pdf4,47 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.