Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26148
Title: Identificação de casos de miíases em pacientes de unidades de saúde de Natal/RN
Authors: Martins, Larissa Gabriela Vasconcelos
Keywords: Larvas de moscas;Sarcophagidae;Calliphoridae;Cochliomyia hominivorax
Issue Date: 27-Mar-2018
Citation: MARTINS, Larissa Gabriela Vasconcelos. Identificação de casos de miíases em pacientes de unidades de saúde de Natal/RN. 2018. 84f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: Myiasis is a parasitic disease characterized by infestation of diptera larvae in vertebrate hosts. It may occur from the deposition of eggs or fly larvae in natural cavities or openings in the skin, from scratches, burns to necrotic lesions. The lack of knowledge on the part of patients and health professionals makes it difficult to map the main species of flies that cause the disease. Despite the scarcity of records, health professionals often report patients harboring fly larvae in the body. Therefore, this work aimed to know the number of cases and the most frequent species of flies that cause myiasis in patients attended at health units in Natal. A retrospective study of myiasis cases occurred between the years of 2010 and 2017 was carried out in six health centers in the districts of Igapó, Nazaré, Alecrim, Nova Descoberta, Pirangi and Cidade Satélite. At the same time, larvae were collected from cases from August 2017 to March 2018 to identify the species of flies. In addition to these collections, awareness-raising lectures were given to health professionals, providing an informative booklet on myiasis, with the aim of demystifying erroneous concepts about the disease. Six cases of myiasis were registered between 2010 and 2017 in the health units visited. During the visit period, larvae were collected from two cases that occurred in 2017 at the Igapó and Cidade Satelite units. The larvae were identified as belonging to the family Sarcophagidae and the family Calliphoridae (Cochliomyia hominivorax ) in the two units, respectively. This was the first record of the Cochliomyia hominivorax causing myiasis in humans in the state of the RN. The sensitization lectures were carried out at the end of the visits, along with the availability of the printed booklet. The results of this work suggest that the parasitosis is underreported, rendering the data regarding the disease insufficient, making it impossible to delineate the true myiasis in the city of Natal.
Portuguese Abstract: Miíase é uma parasitose caracterizada pela infestação de larvas de dípteros em hospedeiros vertebrados, podendo ocorrer a partir da deposição de ovos ou larvas de moscas em cavidades naturais ou em aberturas na pele, desde arranhões, queimaduras a lesões necrosadas. A falta de conhecimento por parte de pacientes e profissionais da saúde torna difícil o mapeamento das principais espécies de moscas que causam a doença. Apesar da escassez de registros, profissionais da saúde relatam com frequência pacientes portando larvas de moscas no corpo. Portanto, esse trabalho objetivou conhecer o número de casos e as mais frequentes espécies de moscas que causam miíase em pacientes atendidos em unidades de saúde de Natal. Foi realizado estudo retrospectivo dos casos de miíase ocorridos entre os anos de 2010 e 2017 em seis unidades de saúde distribuídas nos bairros de Igapó, Nazaré, Alecrim, Nova Descoberta, Pirangi e Cidade Satélite. Concomitantemente, foram realizadas coletas de larvas dos casos ocorridos no período de agosto de 2017 a março de 2018 para que as espécies de moscas fossem identificadas. Além dessas coletas, foram realizadas palestras de sensibilização para profissionais da saúde, disponibilizando uma cartilha informativa sobre miíase, com o objetivo de desmitificar conceitos errôneos sobre a doença. Foram registrados seis casos de miíase entre 2010 e 2017 nas unidades de saúde visitadas. No período das visitas, foi realizada a coleta de larvas de dois casos ocorridos em 2017 nas unidades de Igapó e de Cidade Satélite, sendo as larvas identificadas como pertencentes à família Sarcophagidae, e à família Calliphoridae (espécie Cochliomyia hominivorax), nas duas unidades, respectivamente. Este foi o primeiro registro de Cochliomyia hominivorax causando miíase em humanos no estado do RN. As palestras de sensibilização foram realizadas ao final das visitas, juntamente com a disponibilização da cartilha impressa. Os resultados desse trabalho sugerem que a parasitose é subnotificada, tornando os dados referentes a doença insuficientes, impossibilitando o verdadeiro delineamento da miíase na cidade de Natal.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26148
Appears in Collections:PPGCB - Mestrado em Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IdentificacaoCasosMiíases_Martins_2018.pdf2,45 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.