Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26316
Title: Efeitos do treinamento da imagética motora da marcha em indivíduos com doença de Parkinson: protocolo para ensaio clínico randomizado
Authors: Nascimento, Isaíra Almeida Pereira da Silva
Keywords: Doença de Parkinson;Reabilitação;Protocolos;Distúrbios neurológicos da marcha
Issue Date: 7-Jun-2018
Citation: NASCIMENTO, Isaíra Almeida Pereira da Silva. Efeitos do treinamento da imagética motora da marcha em indivíduos com doença de Parkinson: protocolo para ensaio clínico randomizado. 2018. 75f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: INTRODUCTION: The motor imagery (MI) is a cognitive strategy that enable serial mental training of a motor task without its physical implementation. This practice has been applied in a sort of neurological disorders rehabilitation and it has been revealed positive effects in planning and motor learning. Generally, individuals with Parkinson Disease (PD) show neurophysiological, motor and cognitive alterations since the disease progression makes necessary external strategies to assist the neuronal and motor organization. One of those strategies is the MI although there are no clear evidences in the literature about its applicability in PD patients yet. Therefore, the need arose to create protocols of effective and comprehensive trainings to direct and to introduce the best therapeutic approaches in clinical practice to optimize the PD patients’ rehabilitation process. OBJECTIVE: To elaborate a MI training protocol associated with physical practice (PP) of gait on soil. In addition, to verify its appropriateness and applicability in PD individuals. METHODS: It is a controlled, randomized and single blind clinic trial with 40 PD patients aged between 45 and 75 years, which have no cognitive deficit diagnosed, they are at a light to moderate stage of the disease and have the capacity to generate mental image. All participants will be evaluated by their cognitive level, physical disability level, mental image clarity, mobility and kinematic variables of gait on soil (spatiotemporal and angled). The individuals will be randomly distributed into experimental group (EG) and control group (CG). The EG will perform motor imagery and physical practice of gait on soil, while the GC will perform only physical practice of gait. There will be held 12 training sessions of 1 hour and 30 minutes in duration each, 3 times a week for 4 weeks. Then, one and seven days after the last training session, the patients will be revaluated by the kinematic variables of gait and mobility. Data analysis will be verified using Shapiro-Wilk. A ANOVA 2x3 repeated measures will analyse the interaction between the groups at some moments of observation. RESULTS: The preliminary results reveal no significant differences between those groups. However, there is an intragroup (EG) difference about the support and swing total time of the most affected limb. CONCLUSION: The original protocol of MI associated with PP on PD individuals’ gait training demonstrated to be unfeasible.
Portuguese Abstract: INTRODUÇÃO: A imagética motora (IM) é considerada uma estratégia cognitiva que possibilita o treinamento mental sequencial de uma dada tarefa motora, sem que haja sua execução física. Esta prática vem sendo usada na reabilitação de vários tipos de desordens neurológicas e tem mostrado efeitos positivos no planejamento e na aprendizagem motora. Indivíduos com Doença de Parkinson (DP), em geral, apresentam alterações neurofisiológicas, motoras e cognitivas, uma vez que, com a progressão da doença, necessitam de estratégias externas para auxiliar na organização neuronal e motora. A IM tem se mostrado como uma dessas estratégias, porém, ainda não há na literatura evidências claras sobre sua real aplicabilidade em indivíduos com DP. Com isso, tem surgido a necessidade de criar protocolos de treinamento eficazes e completos, a fim de direcionar e introduzir as melhores abordagens terapêuticas na prática clínica para otimizar o processo de reabilitação de indivíduos com DP. OBJETIVO: Elaborar um protocolo de treinamento de IM associada à PF na marcha e verificar sua adequação e aplicabilidade em indivíduos com DP. MÉTODOS: Trata-se de um ensaio clínico controlado, randomizado, simples-cego, com 40 indivíduos com DP, entre 45 e 75 anos, sem déficit cognitivo, na fase leve a moderada da doença e com capacidade de gerar imagem mental. Todos os participantes serão avaliados quanto ao nível cognitivo, nível de incapacidade física, nitidez da imagem mental, mobilidade e variáveis cinemáticas da marcha (espaços temporais e angulares). Os participantes serão distribuídos aleatoriamente em grupo experimental (GE) e grupo controle (GC). O GE realizará a imagética motora e a prática física da marcha, enquanto o GC realizará apenas a prática física da marcha. Serão realizadas 12 sessões de treinamento de, no máximo, 1 hora e 30 minutos cada, 3 vezes por semana, durante 4 semanas. Os pacientes serão reavaliados um dia e sete dias após a última sessão de treinamento, no que diz respeito as variáveis cinemáticas da marcha e a mobilidade. A normalidade na distribuição dos dados será verificada por meio do teste Shapiro-Wilk. Uma ANOVA para medidas repetidas (2x3) verificará a interação entre os grupos nos momentos observados. RESULTADOS: Nos achados preliminares não houve diferenças significativas entre os grupos. Foi observada diferença intragrupo (GE) com relação ao tempo total de apoio e balanço, tempo de duplo suporte, tempo de apoio e balanço do membro mais acometido. CONCLUSÃO: O protocolo inicial de IM associada à PF na marcha de indivíduos com DP não se mostrou viável.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26316
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Efeitostreinamentoimagética_Nascimento_2018.pdf2 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.