Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/26404
Title: O "engodo" e a rede de sentidos: representações sociais de professores sobre o currículo da EJA
Authors: Santos, Veridiano Maia dos
Keywords: Representações sociais;Professores;Currículo;Educação de Jovens e Adultos
Issue Date: 29-Aug-2018
Citation: SANTOS, Veridiano Maia dos. O "engodo" e a rede de sentidos: representações sociais de professores sobre o currículo da EJA. 2018. 461f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O objetivo desta pesquisa é analisar as representações sociais dos professores sobre o currículo do segundo segmento da Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental. O contexto desta iniciativa acadêmica está fincado na realidade cotidiana desta modalidade do Ensino Fundamental na qual se destacam questões como a desistência discente, o fechamento de turmas nas escolas e o trabalho docente no dia a dia escolar. A Educação de Jovens e Adultos congrega potencialidades e tensões que se fazem presentes entre os seus atores, especialmente, no grupo docente. Com base na fundamentação teórico-metodológica da Teoria das Representações Sociais, por meio de sua abordagem da sociogênese, trata-se de um estudo que analisa, descreve e discute as representações sociais dos professores sobre o currículo articulando o olhar destes profissionais à ideia de uma rede representacional que se costura em diversas dimensões que estão presentes no cotidiano escolar a partir do saber e do fazer docente, seus contrastes, subjetividades, tensões e afetos. Analisamos e refletimos entre as diferentes dimensões do trabalho docente que se tangenciam ao currículo, revelando seu universo consensual, em meio às relações de poderes nos contextos construtivos representacionais sobre o currículo na EJA. Em relação a este objeto de estudo, nos amparamos em reflexões e referenciais teóricos que estudam o fenômeno das representações sociais, e em postulados que versam sobre esta modalidade do Ensino Fundamental e também em concepções curriculares de autores nacionais e estrangeiros. No processo empírico trabalhamos sensivelmente com entrevistas semiestruturadas e entrevistas coletivas como técnicas dentro do amparo da pesquisa qualitativa, onde os resultados destes procedimentos foram consideravelmente avaliados pela análise de conteúdo, em seus aspectos de análise de registro e de contexto. Este trabalho se desenvolveu em três escolas do município do Natal/RN, contando com a participação de doze professores do segundo segmento da citada modalidade de ensino escolar. De modo geral, consideramos que os professores comunicam e articulam saberes ao construírem uma rede representacional que está imbricada ao currículo desta citada modalidade do Ensino Fundamental; de forma estreita, o coletivo docente representa o currículo da Educação de Jovens e Adultos familiarizando-o ao modelo do Ensino Regular, objetivando-o ao materializá-lo à imagem do conteúdo disciplinar. Os achados deste complexo estudo que problematiza o campo representacional docente nos mostra que os professores se guiam em práticas por um conhecimento ordinário no seu cotidiano pedagógico, em meio a diversas e distintas especificidades que a EJA demanda. Portanto, é preciso uma tomada de consciência a partir de reflexões e ações pedagógicas que direcionem os atores deste processo de escolarização dos sujeitos para se caminhar em direção a novas possibilidades curriculares no processo de ensino e de aprendizagem nas instituições de ensino formal.
Abstract: The objective of this research is to analyze the social representations of teachers about the curriculum of the second segment of the Education of Young and Adults of Elementary School. The context of this academic initiative is based on the daily reality of this modality of Elementary Education in which issues such as student dropout, class closure in schools and day to day school work are highlighted. Youth and Adult Education brings together potentialities and tensions that are present among its actors, especially in the teaching group. Based on the theoretical-methodological foundation of the Theory of Social Representations, through its approach to socio-genesis, it is a study that analyzes, describes and discusses the social representations of teachers about the curriculum articulating the look of these professionals to the idea of a representational network that sews up in several dimensions that are present in the daily school life from the knowledge and the teaching, its contrasts, subjectivities, tensions and affections. We analyze and reflect between the different dimensions of teaching work that relate to the curriculum, revealing its consensual universe, amidst the relations of power in the constructive contexts of representation on the curriculum in the EJA. In relation to this object of study, we rely on reflections and theoretical references that study the phenomenon of social representations, and on postulates that deal with this modality of Elementary Education and also in curricular conceptions of national and foreign authors. In the empirical process, we worked with semistructured interviews and collective interviews as techniques within the framework of qualitative research, where the results of these procedures were considerably evaluated by content analysis, in their aspects of record analysis and context. This work was developed in three schools in the city of Natal / RN, counting on the participation of twelve teachers from the second segment of the mentioned modality of school education. In general, we consider that teachers communicate and articulate knowledge when constructing a representational network that is embedded in the curriculum of this mentioned modality of Elementary Education; in a close way, the teaching collective represents the curriculum of the Education of Young and Adults familiarizing it with the model of Regular Teaching, objectifying it by materializing it in the image of the disciplinary content. The findings of this complex study that problematizes the representational field of teachers shows us that teachers are guided in practices by an ordinary knowledge in their pedagogical daily life, in the midst of several different specificities that the EJA demands. Therefore, it is necessary to raise awareness through reflections and pedagogical actions that direct the actors of this process of schooling of the subjects to move towards new curricular possibilities in the process of teaching and learning in formal education institutions.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26404
Appears in Collections:PPGED - Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Engodoredesentidos_Santos_2018.pdf2,84 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.