Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26444
Título: Resistência, rota de fuga e refúgio: o cariri cearense na ditadura militar
Título(s) alternativo(s): The Cariri of Ceará: resistance, escape route and hideaway in the military dictatorship
Autor(es): Simião, Cícero Aurelisnor Matias
Palavras-chave: Ditadura militar;Cariri cearense;Esquerdas;Resistência;Luta armada
Data do documento: 31-Ago-2018
Citação: SIMIÃO, Cícero Aurelisnor Matias. Resistência, rota de fuga e refúgio: o cariri cearense na ditadura militar. 2018. 120f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Resumo: The present dissertation is a study about the Cariri of Ceará in the "lead years", that is, in the period in which Brazil was subjected to the horrors of a military dictatorship. The aim is to recover the economic, social and political scenario of the region, taking as reference the postcoup of 1964. To analyze the political resistance before, and particularly after the adoption of Institutional Act n. 5. In Cariri, not only does an area of political refugee form, but, in the same way, a route is set up by which political activists of the left are anxiously seeking ways to confront authoritarianism in force. This work, based on the dialogue with authors that deal with the theme and in testimonies, some unpublished ones, seeks to interpret how the action of these groups that resisted to arbitrariness took place. We are faced with political facts that remain almost obscured in the eyes of Sociology. In the search and scouring of episodes that mark this political stage, within the limits of a regional space in the remote Ceará, the work expands the repertoire of sociohistorical diligences regarding the dictatorship and the specific forms of resistance that erupt in the so-called "lead years."
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação é um estudo acerca do Cariri cearense nos “anos de chumbo”, ou seja, no período em que o Brasil esteve submetido aos horrores de uma ditadura militar. Pretendemos, além de recuperar o cenário econômico, social e político da região, tomando por referência o golpe de 1964, analisar como se deu a resistência política antes e, particularmente, após a adoção do Ato Institucional nº 5. No Cariri, não somente se conformou uma área de refúgio político, mas, do mesmo modo, instalou-se uma rota pela qual, aflitivamente, militantes políticos de esquerda buscaram meios de defrontar o autoritarismo vigente. Assentado no diálogo com autores que versam sobre o tema e em depoimentos, alguns inéditos, este trabalho busca interpretar como se deu a ação desses grupos que resistiram ao arbítrio. Estamos perante fatos políticos que permanecem quase obscurecidos aos olhos das Ciências Sociais. Ao inquirir e esmiuçar episódios que marcam essa etapa política, nos limites de um espaço regional fincado no recôndito Ceará, o trabalho amplia o repertório de diligências sócio-históricas a respeito da ditadura e das modalidades de resistência específicas que irrompem nos chamados “anos de chumbo”.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26444
Aparece nas coleções:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Resistênciarotafuga_Simião_2018.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.