Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26448
Título: O filme infantil com audiodescrição no contexto escolar: a leitura fílmica no cruzamento de olhares
Autor(es): Silva, Jane Cleide Bispo dos Santos
Palavras-chave: Audiodescrição;Audiodescrição de filme infantil;Audiodescrição de filme;Audiodescrição no contexto escolar
Data do documento: 24-Ago-2018
Referência: SILVA, Jane Cleide Bispo dos Santos. O filme infantil com audiodescrição no contexto escolar: a leitura fílmica no cruzamento de olhares. 2018. 180f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: This work aims to develop, in a collaborative way, a pedagogical proposal mediated by children movies (short-films) with audio description to student with and without visually impaired. To this, it adopts methodological principles related to a qualitative approach, with a research-intervention profile based on dialogism and alterity from Mikhail Bakhtin theoretical conceptions. n this sense, it uses as tools and procedures of building data: observation; register in the field diary; conversation focused on collective interview, according to Kramer (2003); registers with photography, video and audio to ensure accurancy of the data. Due to this, it realizes three pedagogical workshops, with movie session with and without audio description, after that, there were awareness and sensorial perception activities and a conversation circle. Investigation occurred in a public school from Rio Grande do Norte, in the Natal city, in Pitimbu district, in the South region of the city and in the Pedagogical Support Center to attending people visually impaired Iapissara Aguiar – CAP/RN. The subjects of this research are students from 4th level in the Primary School, in a total of 12 boys and 7 girls, one of them visually impaired. Results point audio description linked to the movie and being a theme to be shared have contributed to the inclusion of all students, including that visually impaired one. This study shows an accessible perspective by audio description, collaborating to the dialogical process of scholar knowledge, trying to change students’ comprehension related to people that are not inserted in a normal pattern, designed by the society nowadays, confronting, in this way, their own attitudinal barriers, provoking a real scholar inclusion.
Resumo: O presente trabalho tem por objetivo desenvolver, de forma colaborativa, uma proposta pedagógica mediada por filmes infantis (curtas-metragens) com audiodescrição, contemplando alunos com e sem deficiência visual. Para tanto, adota os princípios metodológicos pautados na abordagem qualitativa, com um perfil de pesquisa-intervenção fundamentada nas concepções de dialogismo e alteridade de Mikhail Bakhtin. Envolto em toda essa perspectiva, utiliza como instrumentos e procedimentos de construção de dados para a análise: a observação; o registro no diário de campo; as rodas de conversa orientadas na entrevista coletiva, conforme proposto por Kramer (2003); os registros fotográficos, videográficos e as gravações em áudio para assegurar a fidelidade dos dados obtidos. Para tanto, realiza três oficinas pedagógicas, com sessões fílmicas com e sem o agenciamento da audiodescrição, seguidas de atividades de sensibilização e percepção sensorial e de rodas de conversa. A investigação ocorreu em uma escola da rede pública estadual do Rio Grande do Norte, localizada no município de Natal, na região sul da cidade e no Centro de Apoio Pedagógico para atendimento às pessoas com deficiência visual Iapissara Aguiar – CAP/RN. Os sujeitos da pesquisa são alunos de uma turma de 4º ano do Ensino Fundamental do turno matutino, formada por 19 alunos, com faixa etária entre 09 a 15 anos de idade, sendo 12 meninos e 7 meninas, dessas 1 com deficiência visual (cegueira). Os resultados da análise apontam para a constatação de que audiodescrição, agregada ao filme e se configurando como um dos temas a ser compartilhado, contribui para a participação de todos os alunos, inclusive, a aluna com deficiência visual. Este estudo assume uma perspectiva acessível pelo agenciamento da audiodescrição, ao colaborar com o processo dialógico do conhecimento escolar, concorre para a alteração da própria compreensão que os alunos têm em relação àqueles que não se enquadram nos padrões de normalidade designado pela sociedade vigente, enfrentando, assim, suas próprias barreiras atitudinais, provocando a verdadeira inclusão escolar.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26448
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Filmeinfantilautodescrição_Silva_2018.pdf2,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.