Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26497
Title: Do castelo de Périgord à academia: ensaiando o gênero ensaio na UFRN
Authors: Galvão, Sylvia Coutinho Abbott
Keywords: Ensaio;Gêneros acadêmicos;Sequência didática;Escrita acadêmica;Letramento acadêmico
Issue Date: 3-Aug-2018
Citation: GALVÃO, Sylvia Coutinho Abbott. Do castelo de Périgord à academia: ensaiando o gênero ensaio na UFRN. 2018. 193f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: The essay has resisted to all theorizing attempts. Many scholars consider this a multifaceted genre, a no-genre, and anti-genre and even an ‘outlaw genre’, situated outside the norms and the literary institution. With such formal and content freedom, but consolidated for its canonical irreverence, how was it that, being inserted in the academic sphere, the essay negotiated a space as rigorous as any scientific orthodoxy? Is it possible to establish a stylistic-compositional matrix for the academic/scientific essay? And, to what extent, a curricular practice of essay writing at the university level, made viable through a didactic sequence (DOLZ; NOVERRAZ; SCHNEUWLY, 2004), would serve as a mediating element between knowing and doing for university students in their initial formation as researchers. Seeking answers to these questions, in this thesis, the following objectives have been forwarded: 1) to delineate the configuration of the academic essay genre (in the letters/linguistic area), considering its contents, selection of expressive resources (verbal style) and compositional structure. This will be done in view of the analysis of essays that have been published by experienced researchers and senior academics. And 2) to investigate and evaluate (having the mentioned essays as parameters) the incorporation of discursive and enunciation structures of the genre by beginners in the academic community (undergraduate students in Letters). The essays authored by the referred students were written as part of a didactics procedure in a specific elective discipline (Reading and writing academic texts II) offered in the degree curriculum of the Letters and Linguistics Course in Portuguese Language and Literature at the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN). In order to reach the announced objectives, an operational concept of essay was established considering the analysis of eight academic essays written by renowned Brazilian researchers. Having this concept as reference, the corpus of the research, consisting of four pairs of essays, written by four undergraduate pursuing the Letters major, was analysed. Four of these texts were written in the beginning of the didactic sequence; the other four were written towards the end of the process. Regarding its theoretical standing, this thesis draws on the postulates of the Bakhtinian Circle (concepts of language, speech genres, dialogism); on the postulates of Sociodiscursive Interactionism (construction of didactics sequences), and on the New Literacy Studies (literacy as social practices). In methodological terms, the research is based on the interpretivist approach and the qualitative paradigm; it is an action research of social-empirical nature. An analysis of the corpus reveals that, in developing a practice of reading and essay writing, a didactic sequence, focusing on the essay, transforms the students’ initial assumptions regarding the genre. More than that, it shows that students acquire knowledge of the genre’s stylisticcompositional configuration, thus allowing their rightful engagement in academic writing.
Portuguese Abstract: O ensaio, que tem resistido a qualquer tentativa de teorização, é considerado por muitos estudiosos como um gênero multifacetado, um não gênero, um antigênero e, até mesmo, um “gênero sem lei”, que se situa fora da norma e da instituição literária. Com tamanha liberdade de forma e de conteúdo, consolidada por sua absoluta irreverência ao cânon, como pode o ensaio, ao ser inserido na esfera acadêmica, negociar seu espaço com o rigor da ortodoxia científica? É possível delinear uma configuração estilístico-composicional do ensaio acadêmico/científico? E em que medida uma prática curricular de escritura de ensaios na universidade, viabilizada por uma sequência didática (DOLZ; NOVERRAZ; SCHNEUWLY, 2004), constituiria um elemento mediador entre o saber e o fazer de alunos universitários em sua formação inicial de pesquisadores? Em busca de respostas para esses questionamentos, traçaram-se, nesta tese, os seguintes objetivos: delinear a configuração do gênero ensaio acadêmico (na área de Letras/Linguística), considerando seu conteúdo, a sua seleção de recursos expressivos (estilo verbal) e sua estrutura composicional, a partir da análise de ensaios publicados sob a autoria de membros seniores/pesquisadores experientes da comunidade acadêmica; e investigar e avaliar (tendo como parâmetro, em tal procedimento, os ensaios anteriormente referenciados) a incorporação, por membros neófitos da comunidade acadêmica (alunos da graduação em Letras), das estruturas discursivas e enunciativas do gênero investigado. Os ensaios de autoria dos alunos foram produzidos no decurso de uma sequência didática realizada na disciplina Leitura e produção de texto acadêmico II, componente curricular optativo do Curso de Letras Licenciatura em Língua Portuguesa e Literaturas da UFRN. Para o alcance dos objetivos perfilados, construiu-se um conceito operacional de ensaio a partir da análise de oito ensaios acadêmicos, escritos por pesquisadores brasileiros consagrados. Definido esse conceito, analisou-se o corpus da pesquisa, constituído por quatro pares de ensaios, escritos por quatro alunos do curso de Letras, sendo quatro textos produzidos em situação inicial do processo de aplicação da sequência didática, e os outros quatro produzidos em situação final desse mesmo processo. Em termos teóricos, esta tese respalda-se nos postulados do Círculo bakhtiniano (conceitos de língua/linguagem, gêneros discursivos, dialogismo); nos do interacionismo sociodiscursivo (construção de sequências didáticas) e nos dos Novos Estudos do Letramento (letramento como práticas sociais). Em termos metodológicos, a pesquisa ampara-se na abordagem interpretativista e no paradigma qualitativo, configurando-se como uma pesquisa-ação, de natureza social empírica. A análise do corpus revela que, ao desenvolver uma prática de leitura e produção de ensaios, a sequência didática, focalizando o ensaio, proporciona aos alunos não só a transformação do seu conhecimento inicial acerca do gênero mas também a apropriação de sua configuração estilístico-composicional, contribuindo, assim, para o domínio de práticas discursivas da comunidade acadêmica.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26497
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CasteloPérigordacademia_Galvão_2018.pdf3,95 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.