Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26513
Título: Etnoturismo comunitário na Lagoa Encantada. Etnogênese JenipapoKanindé/Aquiraz-Ceará
Título(s) alternativo(s): Etnotourism comunitary in the Enchanted Lagoon. Ethnogenesis JenipapoKanindé/Aquiraz-Ceará
Autor(es): Lima, Josael Jário Santos
Palavras-chave: Turismo comunitário;Emergências Étnicas;Patrimônio cultural;Demarcação;Etnodesenvolvimento
Data do documento: 5-Jul-2018
Referência: LIMA, Josael Jário Santos. Etnoturismo comunitário na Lagoa Encantada. Etnogênese JenipapoKanindé/Aquiraz-Ceará. 2018. 310f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: The thesis analyses the sociohistorical process of formation and development of the community ethnotourism of the Jenipapo-Kanindé ethnic group, located in the Indigenous Land (TI) Lagoa Encantada, in the municipality of Aquiraz, Ceará, demarcated in 2008. The research focused on the strategies developed for the strengthening of their ethnic identity, ethnodevelopment projects and political actions. Through the analysis of case studies and life histories, the involvement of leaderships with community tourism (participation in TUCUM Network and museological projects) and political participation in the indigenous movement, at the state and national levels. The perspective made possible a different look at the processes of identity and cultural reelaboration, starting from tourism. This view assumes that identity is thought and constructed, not homogeneously, despite the existence of globalization, because there are differences, contradictions and internal segmentations that provide a diversified, unstable, situationally created and fragmented character, causing it to not operate as totality, uniformity and standardization. The problem of the study turned to the understanding of how is practiced the tourism by the Jenipapo-Kanindé Indians. In this line of reasoning, it was investigated which agents and agencies contributed to the social construction of the tourist reality among these indigenous.
Resumo: A tese analisa o processo sociohistórico de formação e desenvolvimento do etnoturismo comunitário da etnia Jenipapo-Kanindé, localizada na Terra Indígena (TI) Lagoa Encantada, no município de Aquiraz, Ceará, demarcada em 2008. A pesquisa se debruçou sobre as estratégias desenvolvidas para o fortalecimento da sua identidade étnica, dos projetos de etnodesenvolvimento e das ações políticas, através da análise de estudos de caso e de histórias de vida, do envolvimento das lideranças com o turismo comunitário (participação na Rede TUCUM e em projetos museológicos) e da participação política no movimento indígena, em âmbito estadual e nacional. A perspectiva possibilitou lançar um olhar diferenciado sobre os processos de reelaboração identitária e cultural, a partir do turismo. Esse olhar supõe que o etnoturismo seja pensado e construído, não de forma homogênea, apesar da existência da globalização, pois existem diferenças, contradições e segmentações internas que lhe fornecem um caráter diversificado, instável, situacionalmente criado e fragmentário fazendo com que ele, assim como a identidade étnica não operem como totalidade, uniformidade e padronização. A problemática do estudo se voltou à compreensão de como é praticado o turismo pelos índios JenipapoKanindé. Nessa linha de raciocínio, coube investigar quais agentes e agências contribuíram para a construção social da realidade turística entre esses indígenas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26513
Aparece nas coleções:PPGCS - Doutorado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Etnoturismocomunitáriolagoa_Lima_2018.pdf5,58 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.