Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/26515
Title: Ensino de Língua Portuguesa em projeto de letramento: ler e escrever por meio da colaboração, da agência e da interdisciplinaridade
Authors: Brandão, Lucila Carvalho Leite
Keywords: Ensino de Língua Portuguesa;Projeto de letramento;Leitura;Escrita
Issue Date: 28-Aug-2018
Citation: BRANDÃO, Lucila Carvalho Leite. Ensino de Língua Portuguesa em projeto de letramento: ler e escrever por meio da colaboração, da agência e da interdisciplinaridade. 2018. 314f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Por meio desta pesquisa, objetivamos investigar como se desenvolve o ensino de Língua Portuguesa em um projeto de letramento (KLEIMAN, 2000), tendo como base o trabalho com a leitura e a escrita desenvolvido em uma turma de 5º ano do ensino fundamental, pertencente a uma escola da rede pública do município de Parnamirim, Rio Grande do Norte. Esse interesse advém do reconhecimento do importante papel que a escola deve desempenhar no trabalho com a linguagem, em especial, no desenvolvimento e na ampliação do letramento para a vida do estudante, de modo a impulsionar suas possibilidades de inserção e de participação no contexto mais abrangente das práticas letradas. Em razão disso, as questões de pesquisa assim se configuram: 1. Como se caracteriza o ensino de leitura e escrita na perspectiva do projeto de letramento?; 2. Qual o papel dos gêneros discursivos no ensino de leitura e escrita desenvolvido via projeto de letramento? No que diz respeito à fundamentação teórica, destacamos os estudos de letramento (BARTON, 1993; HAMILTON, 2000; KLEIMAN, [1995] 2012, 2000, 2007; OLIVEIRA, TINOCO, SANTOS, 2014; STREET, 2003, 2014), a concepção bakhtiniana de linguagem (BAKHTIN, [1979] 2011; BAKHTIN/VOLOSHINOV, [1929] 2012), a perspectiva da educação crítica (FREIRE, [1970] 2011a; [1990] 2011b, [1996] 2011c; GIROUX, 1997) e a teoria de gêneros discursivos, proposta pelos estudos bakhtinianos e pela sociorretórica (BAZERMAN, 2006, 2007; MILLER, 2011, 2012). Quanto à metodologia, este estudo se configura como uma pesquisa-ação (THIOLLENT, 1988), de vertente do tipo etnográfico em educação (ANDRÉ, 1995), tendo como instrumentos para a geração de dados as observações-participantes, as notas de campo, as entrevistas e as análises documentais. Com isso, esta pesquisa possibilitou a elaboração de resultados pertinentes aos estudos da linguagem, às orientações didáticas do ensino de língua e à rede pública de ensino. Os dados gerados permitiram identificar que, sob o viés do projeto de letramento, é possível haver um ensino de Língua Portuguesa que considere as situações reais para o que se lê e para o que se escreve; o trabalho colaborativo; o potencial agentivo dos colaboradores; a integração entre eixos de ensino da língua; e a articulação entre componentes curriculares. Por meio desse contexto, reconhecemos os gêneros discursivos como instrumentos de ação social frente às demandas advindas do projeto de letramento, cujas práticas de leitura e de escrita são socialmente situadas entre a escola e a sociedade mais ampla, permitindo a produção crítica dos alunos no mundo e sobre o mundo. Para tanto, identificamos a importância de o ensino dos gêneros discursivos se apoiar na filiação com o projeto de letramento, por meio de sua situação-problema e de suas metas traçadas; na ativação de conhecimentos de mundo dos estudantes e na retomada de aprendizagens construídas ao longo do projeto de letramento; na identificação do contexto em que os gêneros são utilizados e de suas características recorrentes; na vinculação de conhecimentos interligados pelos diferentes componentes curriculares; e na possibilidade de os alunos vivenciarem práticas sociais de uso da leitura e da escrita para além daquelas que lhes são familiares. Por fim, a realização desta pesquisa permitiu que fossem gerados resultados voltados à rede pública de ensino, considerando seu contexto infraestrutural e material e o objetivo de formar alunos críticos acerca de sua realidade, sendo a linguagem um objeto de reflexão e de transformação socioeducativa.
Abstract: Through this research, we aim to investigate how Portuguese language teaching is developed in a literacy project (KLEIMAN, 2000), based on the work with reading and writing developed in a class of 5th grade elementary school, belonging to a public school in the city of Parnamirim, Rio Grande do Norte. This interest comes from the recognition of the important role that the school should play in working with language, especially in the development and expansion of literacy for the life of the student, in order to boost their possibilities of insertion and participation in the broader context of literate practices. For this reason, the research questions are the following: 1. How is reading and writing taught in the perspective of the literacy project?; 2. What is the role of discursive genres in the teaching of reading and writing developed through a literacy project? With regard to the theoretical basis, we highlight the literacy studies (BARTON, 1993; HAMILTON, 2000; KLEIMAN, [1995] 2012, 2000, 2007; OLIVEIRA, TINOCO, SANTOS, 2014; STREET, 2003, 2014), the Bakhtinian conception of language (BAKHTIN, [1979] 2011; BAKHTIN/VOLOSHINOV, [1929] 2012), the perspective of critical education (FREIRE, [1970] 2011a; [1990] 2011b, [1996] 2011c; GIROUX, 1997) and the theory of discursive genres, proposed by the Bakhtin studies and the socio-rhetorical (BAZERMAN, 2006, 2007; MILLER, 2011, 2012). With regard to methodology, this study is configured as an “research in action” (THIOLLENT, 1988), of the ethnographic type in education (ANDRÉ, 1995), having as instruments for the generation of data the observation of participants, notes made while in the field, interviews and documentary analyzes. With that being said, this research made possible the elaboration of results pertinent to the language studies, to the didactic orientations of the language teaching and to the public network of education. The data generated allowed to identify that, under the bias of the literacy project, it is possible to have a Portuguese language teaching that considers the real situations for what is read and for what is written; a collaborative work; the agentive potential of employees; the integration between the axes of language teaching; and the articulation between curricular components. Through this context, we recognize the discursive genres as instruments of social action in front of the demands arising from the literacy project, whose practices of reading and writing are socially situated between the school and the wider society, allowing the critical production of students in the world and the world. To do so, we identified the importance of the teaching of discursive genres if we rely on the affiliation with the literacy project, through its problem situation and its outlined goals; in the activation of students' world knowledge and in the resumption of learning built up during the literacy project; in the identification of the context in which the genres are used and of their recurrent characteristics; in the linking of knowledge interconnected by the different curricular components; and the possibility of students to experience social practices of reading and writing beyond those familiar to them. Finally, the realization of this research allowed results to be generated for the public school system, considering its infrastructural and material context and the objective of forming critical students about its reality, being the language an object of reflection and socio-educational transformation.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26515
Appears in Collections:PPGED - Doutorado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ensinolínguaportuguesa_Brandão_2018.pdf9,38 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.