Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26575
Título: Os likes como expressão da afetividade em rede no Instagram
Autor(es): Silva Júnior, Sandoval Artur da
Palavras-chave: Likes;Redes sociais digitais;Instagram;Interatividade
Data do documento: 28-Set-2018
Referência: SILVA JÚNIOR, Sandoval Artur da. Os likes como expressão da afetividade em rede no Instagram. 2018. 110f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: This study demand to understand how utilizers of social networks use the interaction tool known as “like” to communicate their affections. This form of expression is used in the interfaces of social networks as a mechanism for interaction between social actors. We used samples from four focal groups belonging to Y and Z’s generations, utilizers of the social network "Instagram". As a basic research method, we're crossing between ethnography, qualitative research and netnography. The general objective of this study is to understand "likes" as an expression of network affectivity on Instagram. In order to discuss these network affectivitiness, we have dialogues with authors as Muniz Sodré (2002, 2006), Richard Miskolci (2017), Lúcia Santaella (2003, 2007, 2016), Raquel Recuero (2009, 2012, 2014) and Zigmaunt Baumant. This research points that social relations, in liquid modernity, are ubiquitous, omnipresent and transcend temporality, space and culture. Just as the media converged, especially with the arrival of the smartphone, a technological apparatus, the social relations are converging symbiotically in the post-human culture. In the post-digital’s era, it’s no longer possible to separate real from virtual, including human relations.
Resumo: Este estudo busca entender como os usuários das redes sociais utilizam a ferramenta de interação conhecida como “Like” ou "curtir” para comunicar seus afetos. Essa forma de expressão é usada nas interfaces das redes como mecanismo de interação entre os atores sociais. Utilizamos amostras de quatro grupos focais pertencentes às gerações Y e Z, usuários da rede social Instagram. Como método base de pesquisa, fizemos um cruzamento entre etnografia, pesquisa qualitativa e netnografia. O objetivo geral deste estudo busca a compreensão dos Likes como expressão da afetividade em rede no Instagram. Para discorrer sobre essas afetividades em rede, dialogamos com autores como Muniz Sodré (2002, 2006), Richard Miskolci (2017), Lúcia Santaella (2003, 2007, 2016), Raquel Recuero (2009, 2012, 2014) e Zygmunt Bauman (2004, 2005). Esta pesquisa aponta que as relações sociais na modernidade líquida são ubíquas, onipresentes e transcendem temporalidade, a cultura e o espaço. Assim como as mídias se convergiram, principalmente com a chegada do aparato tecnológico do smartphone, as relações sociais estão convergindo simbioticamente na cultura do pós-humano. Na era pós-digital, não cabe mais separar real de virtual, inclusive no que se diz respeito às relações humanas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26575
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Likescomoexpressão_SilvaJúnior_2018.pdf2,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.