Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26598
Título: Avaliação da relação de felicidade dos trabalhadores com o trabalho qualificado em saúde: cenários vividos em uma unidade básica de saúde
Autor(es): Souza, Greice Kelly Gurgel de
Palavras-chave: Atenção básica;Felicidade;Melhoria de qualidade;Humanização da assistência
Data do documento: 1-Nov-2018
Referência: SOUZA, Greice Kelly Gurgel de. Avaliação da relação de felicidade dos trabalhadores com o trabalho qualificado em saúde: cenários vividos em uma unidade básica de saúde. 2018. 57f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: Unified Health System, instituted since 1988, brings as one of the basic principles the integral attention developed by the Family Health Strategy. The process of working in health changes logic when referring to health and not the disease, care focused on the individual, family and community. Some policies stand out in the strengthening of this new paradigm of care. One of the structuring policies for this comprehensive care is the National Humanization Policy, launched since 2003, which incorporates as a device the Expanded Clinic in the scope of Primary Care. The Municipality of Rodolfo Fernandes, located in the West Potiguar, adhered to the Program for Improving Access and Quality in Primary Care (PMAQ), and its teams were evaluated and monitored through standards previously defined by the continuous improvement cycle implemented by the Ministry of Health, of the main problems identified in the UBS, after application of the diagram cause and effect was the relationship of the team, which makes it difficult to implement changes in the work environment. Respecting subjects' subjectivities, enabling triple inclusion and making intervention-training processes feasible are devices aimed at the humanization process at work. Happy workers perform their jobs better. The in present study is a qualitative Research-Action research of sociopoietic approach that aims to evaluate the relationship of happiness of the workers with the qualified work in health during the accomplishment of the Atelier of Humanopoeie Self-training for the health team of the Basic Unit of Antônio Simão in the municipality of Rodolfo Fernandes. From the realization of the humanopoeie workshop it is possible to observe the fragility of some professionals in relation to the understanding about Qualified Work in health. It was possible to perceive, in the lines and constructed scenarios, that the lack of integration in the team is the main trigger for the unhappiness in the work. Management was identified as empty in relation to quality evaluation at work. In the view of the workers, the points assessed by the PMAQ are very related to the structure and totally quantitative. Respecting the subjectivities and enabling triple inclusion and viability processes are devices pointed out to the process of humanization at work. A experience led the professionals to request other workshops, to reflect on the labor influence in the state of happiness, on the concept of Qualified Work in Health and on the interpersonal relationship in the team.
Resumo: O Sistema Único de Saúde, instituído desde 1988, traz como um dos princípios basilares a atenção integral desenvolvida pela Estratégia Saúde da Família. O processo de trabalho em saúde muda de lógica ao ter como referência a saúde e não mais a doença, o cuidado com foco no individuo, família e na comunidade. Algumas políticas se destacam no fortalecimento deste novo paradigma do cuidado. Uma das políticas estruturante para esta atenção integral é a Política Nacional de Humanização, lançada desde 2003, que incorpora como dispositivo a Clínica Ampliada no âmbito da Atenção Básica. O Município de Rodolfo Fernandes, situado no Oeste Potiguar, aderiu ao Programa de Melhoria do Acesso e qualidade na Atenção Básica (PMAQ), sendo suas equipes avaliadas e monitoradas através de padrões previamente definidos pelo ciclo contínuo de Melhoria implantado pelo Ministério da Saúde. Um dos principais problemas identificados na UBS foi o relacionamento da equipe, o que dificulta a implementação de mudanças no ambiente de trabalho. O presente estudo é uma pesquisa qualitativa do tipo Pesquisa-Ação de abordagem sociopoiética que tem como objetivo avaliar a relação de felicidade dos trabalhadores com o trabalho qualificado em saúde no decorrer da realização do Ateliê de Autoformação humanopoiética para a equipe de saúde da Unidade Básica de saúde Antônio Simão no município de Rodolfo Fernandes. A partir da realização do ateliê humanopoiético, pode-se observar a fragilidade de alguns profissionais em relação ao entendimento sobre Trabalho Qualificado em saúde. Foi possível perceber, nas falas e cenários construídos, que a falta de integração na equipe é o principal gatilho para a infelicidade no trabalho. Foi identificado vazio na gestão em relação à avaliação da qualidade no trabalho. Na visão dos trabalhadores, os pontos avaliados pelo PMAQ são muito relacionados à estrutura e totalmente quantitativos. Respeitar as subjetividades dos sujeitos, possibilitar a tripla inclusão e viabilizar processos de formação-intervenção são dispositivos apontados para o processo de humanização no trabalho. Trabalhadores felizes desempenham melhor as suas funções. A experiência levou os profissionais a solicitarem outros Ateliês, a refletirem sobre a influência laboral no estado de felicidade, sobre o conceito de Trabalho Qualificado em Saúde e sobre o relacionamento interpessoal na equipe.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26598
Aparece nas coleções:QUALISAÚDE - Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Avaliaçãorelaçãofelicidade_Souza_2018.pdf1,6 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.