Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26622
Title: Os usos da escrita de jovens estudantes do ensino médio como elementos para ressignificação do ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa: uma experiência com projeto de letramento
Authors: Souza, Arisberto Gomes de
Keywords: Usos da escrita;Ressignificação do ensino-aprendizagem;Projetos de letramento;Protagonismo do aluno
Issue Date: 29-Nov-2018
Citation: SOUZA, Arisberto Gomes de. Os usos da escrita de jovens estudantes do ensino médio como elementos para ressignificação do ensino-aprendizagem da Língua Portuguesa: uma experiência com projeto de letramento. 2018. 296f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: At school of this study, the teaching-learning process is usually tied, in some way, to evaluation or learning measurement mechanisms that seem to influence the teaching and learning of secondary school in Brazil. There is a strong concern in using strategies that strengthen the participation of students and make them fit for succeed in exams, such as ENEM and SAEPE. Thus, the teaching strategies end up losing in multiplicity, delimiting alternatives and making us teachers don't realize that there are other possibilities of action. In portuguese language, for example, the teaching strategies concerning the textual production seem to uniform and the curriculum concerning this aspect is based only on the content of these evaluations, highlighting certain notions and procedures. In search of didacticpedagogical alternatives that mitigate this logic of teaching, that emphasize control mechanisms, classificatory selections and bureaucratic apparatus connected to the evaluations, we face such the idea of literacy project (KLEIMAN, 2000), a didactic device based on ethical and solidarity principles, which favours the inclusion and participation of students in the literate culture, expanding its possibilities of social emancipation. In this way, motivated to explore other possibilities of teaching-learning, we aim with this research reflect on how the uses of writing of young students of the secondary school in Brazil problematized the light of the referencial theoretical-methodological of the literacy projects, can contribute to the ressignification of our practice didactic-pedagogical. For such, our specific objectives are: to investigate the social uses of writing (outside the school) of students secondary school; discussing the findings of research in the light of the theoretical-methodological of the literacy projects; and developing a literacy project that takes into account the reflections triggered by the research and that helps us to resignificate the teaching-learning of writing. To achieve these objectives, we base discussions mainly on the theoretical frame of literacy studies (BARTON, 1991; BARTON; HAMILTON, 1998; KLEIMAN, 1995a, 1995b; OLIVEIRA, 2010a; STREET, 1984, 2014), and of the literacy projects (KLEIMAN, 2000; OLIVEIRA, 2008, 2010a; OLIVEIRA; TINOCO; SANTOS, 2014). Methodologically, we are inserted in the field of Applied Linguistics (MOITA LOPES, 2006), and we take as a paradigm the qualitative (DENZIN; LINCOLN, 2006) with a research-action oriented approach (THIOLLENT, 2003). We understand from our analyzes and discussions that the literacy project can contribute in a relevant way to the didactic-pedagogical purposes committed to a productive teaching that values dynamism and recognizes the importance of subjects and their culture. This didactic device are also capable of fostering the sharing of knowledge and experiences, linking school practices to those arising from different social domains, enhancing students' communicative competence and their insertion and emancipation in the social environment.
Portuguese Abstract: Na escola em que se situa este estudo, o ensino-aprendizagem costuma estar atrelado, de alguma forma, aos mecanismos de avaliação ou de aferição da aprendizagem institucionais que influenciam as práticas das escolas de Ensino Médio. Há uma forte preocupação em utilizar estratégias que reforcem a participação dos alunos e os tornem aptos a obter sucesso em exames como ENEM e SAEPE. Assim, as estratégias de ensino acabam perdendo em multiplicidade, limitando alternativas e, em virtude disso, fazendo com que não percebamos que existem outras possibilidades de ação. Em língua portuguesa, por exemplo, as estratégias de ensino concernentes à produção textual parecem uniformes e o currículo relativo a esse aspecto chega a se basear apenas nos conteúdos dessas avaliações, evidenciando determinadas noções e procedimentos. Em busca de alternativas que redimensionem essa lógica de ensino, que evidencia mecanismos de controle, seleções classificatórias e aparatos burocráticos conectados às avaliações, decidimos explorar a ideia de projeto de letramento (KLEIMAN, 2000), um dispositivo didático baseado em princípios éticos e solidários, que favorecem a inclusão e a participação dos educandos na diversidade da cultura letrada, ampliando suas possibilidades de emancipação social. Motivados, então, a explorar outras possibilidades de ensino-aprendizagem, objetivamos, com esta pesquisa, refletir sobre como os usos da escrita de jovens estudantes do Ensino Médio, problematizados à luz do referencial teóricometodológico dos projetos de letramento, podem contribuir para a ressignificação do ensinoaprendizagem. Para tanto, projetamos os seguintes objetivos específicos: investigar os usos sociais da escrita externos à escola por estudantes do ensino médio; problematizar os achados de pesquisa à luz do referencial teórico-metodológico dos projetos de letramento; e desenvolver um projeto de letramento que leve em consideração os aspectos contextuais e que nos auxilie na ressignificação do ensino-aprendizagem da escrita. Fundamentamos as discussões, principalmente, no aporte teórico dos estudos do letramento (BARTON, 1991; BARTON; HAMILTON, 1998; KLEIMAN, 1995a, 1995b; OLIVEIRA, 2010a; STREET, 1984, 2014) e nos projetos de letramento (KLEIMAN, 2000; OLIVEIRA, 2008, 2010a; OLIVEIRA; TINOCO; SANTOS, 2014). Metodologicamente, inserimo-nos no campo da Linguística Aplicada (MOITA LOPES, 2006) e tomamos como paradigma o qualitativo (DENZIN; LINCOLN, 2006) com abordagem de pesquisa orientada pela pesquisa-ação (THIOLLENT, 2003). Compreendemos, a partir das nossas análises e discussões que o projeto de letramento contribui de maneira relevante aos propósitos didático-pedagógicos comprometidos com um ensino produtivo de escrita, que preza pelo dinamismo e reconhece o protagonismo do aluno e a importância do seu contexto. Esse dispositivo didático se mostrou capaz de fomentar o compartilhamento de conhecimentos e experiências, vincular as práticas escolares àquelas advindas dos diversos domínios sociais e ampliar a competência comunicativa dos estudantes, bem como sua inserção e emancipação no meio social.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26622
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Usosescritajovens_Souza_2018.pdf7,53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.