Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26625
Title: Punhal, capote e sombreiro: recepção e ressignificação do mito de Don Juan na obra literária de Castro Alves
Other Titles: Dagger, cloack and hat: reception and ressignification of the myth of Don Juan in the literary work of Castro Alves
Authors: Fernandes, Marcos Vinícius
Keywords: Castro Alves;Don Juan;Recepção literária;Gótico;Fantástico
Issue Date: 25-Jun-2018
Citation: FERNANDES, Marcos Vinícius. Punhal, capote e sombreiro: recepção e ressignificação do mito de Don Juan na obra literária de Castro Alves. 2018. 320f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: This research aims to study the assumed feature of the literary myth of Don Juan in some compositions of the literary work of Castro Alves, highlighting the productions realized in prose: "Pesadelo" (1863), "Crônica Jornalística" (1864) and “D. Juan ou a prole dos saturnos” (1869). The myth of Don Juan in the artistic production of the Brazilian poet raises questions still not clearly resolved today. In order to better understand the manifestations of the Spanish seducer's motif in the work of the Brazilian romantic, we intend to draw a line of analysis directed to the historical research of literary concessions in their transformations assented by the creative impulse of the writer. Revisiting the critical fortune of Castro Alves, in the Works of Haddad (1953), Gomes (1997), Ferreira (1947), and others, we find gaps that have not yet been filled in relation to the publication of his texts and attribution of works that are not of his authorship, directly or indirectly implying the way in which the researcher enters the reading of poetic motifs in his work. In this way, we invested in this study in a research of textual reception in order to reassess the heritage of his work and to reconfigure the image traditionally accepted by his most influential critics regarding the literary motif of Don Juan. Highlighting the reading experiences practiced in the academic cultural circles through which the poet worked, such as Recife and São Paulo, recovering a forgotten dominant of his literary production, namely, the cult of the fantastic and the gothic, we proposed to analyze, between poems more anthologized and consecrated by the Brazilian writer, such as "Os três amores" and "Adormecida", texts equally on which the attention of the castroalvin studies has not yet been attracted. In order to compare the famous narrative of the Spanish seducer with our delimited corpus, we also presente the evolution of the myth from its literary textual establishment with Tirso de Molina, followed closely by the re-creation of Molière and Mozart in the 17th and 18th centuries, until the expansion reached by the romantics.
Portuguese Abstract: O presente trabalho tem por disposição estudar a feição assumida do mito literário de Don Juan em algumas composições da obra literária de Castro Alves com destaque às produções realizadas em prosa: “Pesadelo” (1863), “Crônica Jornalística” (1864) e “D. Juan ou a prole dos saturnos” (1869). O mito de Don Juan na produção artística do poeta baiano suscita questionamentos ainda hoje não claramente resolvidos. A fim de melhor compreender as manifestações do repisado motivo do sedutor espanhol na obra do romântico brasileiro, pretendemos traçar uma linha de análise direcionada à pesquisa histórica dos empréstimos literários em suas transformações assentidas pelo impulso criativo do escritor. Revisitando a fortuna crítica de Castro Alves, nos trabalhos de Haddad (1953), Gomes (1997), Ferreira (1947), entre outros, encontramos lacunas ainda não preenchidas a propósito da editoração de seus textos e de atribuição de trabalhos que não lhe são autorais, implicando direta ou indiretamente na maneira como o pesquisador dá entrada à leitura dos motivos poéticos em sua obra. Desta forma, investimos para este estudo numa pesquisa de recepção textual a fim de reavaliar o espólio de sua obra e reconfigurar a imagem tradicionalmente consentida por seus críticos mais influentes no tocante ao motivo literário de Don Juan. Pondo em evidência as experiências de leitura praticadas nos círculos culturais acadêmicos por onde o poeta atuou, como Recife e São Paulo, recuperando uma dominante esquecida de sua produção literária, a saber, o culto do fantástico e do gótico, propusemos analisar, entre poemas mais antologiados e consagrados do escritor baiano, como “Os três amores” e “Adormecida”, textos igualmente sobre os quais ainda não se atraiu a atenção dos estudos castroalvinos. Intentando o estudo comparativo da célebre narrativa do sedutor espanhol com o nosso corpus delimitado, procedemos também à apresentação da evolução do mito desde o seu estabelecimento textual literário com Tirso de Molina, seguido de perto pelas recriações de Molière e Mozart nos séculos XVII e XVIII, até a expansão alcançada pelos românticos.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26625
Appears in Collections:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Punhalcapotesombreiro_Fernandes_2018.pdf7,91 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.