Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26638
Título: Avaliação institucional da UFRN: viabilidade e utilização
Autor(es): Pinheiro, Any Kadidja de Melo Tavares
Palavras-chave: Avaliação Institucional da UFRN;Meta-avaliação;Avaliação da avaliabilidade
Data do documento: 30-Ago-2018
Referência: PINHEIRO, Any Kadidja de Melo Tavares. Avaliação institucional da UFRN: viabilidade e utilização. 2018. 320f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: The aim of this thesis is to develop a meta-evaluative study of the Institutional Evaluation of the Federal University of Rio Grande do Norte, in particular, to observe the possibilities that permeate its Efficiency (WHOLEY, 1987). The evaluation of the Efficiency is, therefore, understood as an instrument of apprehension of Viability and Utility of the institutional evaluation of UFRN, our main evaluative categories. Our intention is that, from them, we can apprehend the extent to which this evaluation is feasible and useful for meeting the specific demands of the academic community. The successive approaches to the theme were based on theoreticalmethodological procedures based on qualitative research, such as: literature review (reports, Forums, official research sites, etc.) and documentary (laws, regiments, etc.) and techniques such as content analysis; speech analysis; the semi-structured interview and the focus group. With these, we can understand the perceptions of the segments of the academic community: Reitora, Teachers, Administrative Technicians and Students, as well as the members of the Evaluation Committee and the Monitoring and Evaluation Coordination on the subject. We emphasize that because they were not included in the UFRN's institutional evaluation, outsourcers were not included as subjects of this research. These data were used to answer the central question of this work: How is the institutional evaluation developed at UFRN and what facilitates or hinders its viability and use? Its relevance is to address a little explored theme within the scope of the evaluation of public policies, both to enter the universe of the metaevaluation (SCRIVEN, 2015), applied here to the evaluation of institutions, and to perform a rereading of the checklist, elaborated by Scriven , mediating it with Wholey's (1987) propositions regarding the normative apparatus, access to material, human and financial resources and political viability, understood by this as necessary elements when we propose to verify the evaluation of an evaluation. Our hypothesis is that: In the viability and usefulness of UFRN's institutional evaluation, the facility varies according to the institutional structure and organization and the difficulties stem from the lack of attention to the specific demands of its segments. To unveil this reality, we adopted as Specific Objectives: to apprehend the type of evaluation developed by UFRN and its relation with the different sectors; to know the evaluation approaches Program of Institutional Evaluation of the Brazilian Universities - PAIUB and of the National System of Evaluation of Higher Education - SINAES that base the evaluation of UFRN; whether the results of the UFRN's institutional evaluation address the specific demands of the university community. This paper presents the following results: UFRN's institutional evaluation is a consolidated practice. It is important, since it represents, at times, a space of possibilities for the development of more democratic and participative evaluations; however, its normative, material and ideological bases indicate that it presents greater potential of viability and utility for attending to the evaluation demands of the managers of UFRN and MEC. As for the Academic Community, according to the segments interviewed, this shows that they have little knowledge about UFRN's institutional evaluation and often confuse it with the specific evaluations, the performance of teachers and technicians. The participation of teachers and students in this process is limited to the moments in which the self-assessment of the courses take place, to the semi-annual completion of the teacher evaluation and self-assessment questionnaires of the student / teacher, in addition to the National Student Performance Examination - ENADE, for the student. For the administrative technicians segment, participation is limited to the completion of a specific form of performance evaluation. Outsourced servers are not covered by this evaluative activity. In view of this, we can verify that the lack of knowledge of these segments about the institutional evaluation developed by UFRN and the small participation in its processes indicate that the results achieved by this practice are less viable and useful for meeting the specific demands of these segments. In view of this we confirm the hypothesis of this work.
Resumo: O objetivo desta tese é desenvolver um estudo meta-avaliativo da Avaliação Institucional da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em especial, para observar as possibilidades que perpassam a sua Avaliabilidade (WHOLEY, 1987). A avaliação da Avaliabilidade é, portanto, entendida, enquanto um instrumento de apreensão da Viabilidade e da Utilidade da avaliação institucional da UFRN, nossas principais categorias avaliativas. Nosso intuito é que, a partir delas, possamos apreender até que ponto esta avaliação é viável e útil para o atendimento às demandas específicas da comunidade acadêmica. As aproximações sucessivas com o tema foram efetuadas a partir de procedimentos teórico-metodológicos fundamentados na pesquisa qualitativa, tais como: revisão da literatura (reportagens, Fóruns, sites oficiais de pesquisa, etc) e documental (leis, regimentos, etc) e de técnicas como a análise de conteúdo; análise do discurso; a entrevista semiestruturada e o grupo focal. Com estas podemos compreender as percepções dos segmentos da comunidade acadêmica: Reitora, Docentes, Técnicos Administrativos e Discentes, além dos integrantes da Comissão Própria de Avaliação e da Coordenadoria de Acompanhamento e Avaliação acerca da temática. Salientamos que por não serem contemplados na avaliação institucional da UFRN, os terceirizados não foram incluídos enquanto sujeito desta pesquisa. Estes dados foram utilizados à busca de responder à questão central deste trabalho: Como a avaliação institucional é desenvolvida na UFRN e o que facilita ou dificulta a sua viabilidade e utilização? Sua relevância consiste em abordar uma temática pouco explorada no âmbito da avaliação de políticas públicas, tanto por adentrar o universo da meta-avaliação (SCRIVEN, 2015), aqui aplicada à avaliação de instituições, quanto por efetuar uma releitura do checklist, elaborado por Scriven, mediando-a com as proposições de Wholey (1987) a respeito do aparato normativo, do acesso aos recursos materiais, humanos e financeiros e da viabilidade política, compreendidos por este como elementos necessários quando nos propomos a verificar a avaliabilidade de uma avaliação. Nossa hipótese, considerada muito mais como uma diretriz geral para esta pesquisa, é que: Na viabilidade e utilidade da avaliação institucional da UFRN, a facilidade varia de acordo com a estrutura e a organização institucional e as dificuldades decorrem do pouco atendimento às demandas específicas de seus segmentos. Para desvelar esta realidade, adotamos como Objetivos Específicos: apreender o tipo de avaliação desenvolvido da UFRN e sua relação com os diferentes setores; conhecer as abordagens de avaliação Programa de Avaliação Institucional das Universidades Brasileiras – PAIUB e do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES que fundamentam a avaliação da UFRN; saber se os resultados da avaliação institucional da UFRN contemplam as demandas específicas da comunidade universitária. Este trabalho apresenta os seguintes resultados: a avaliação institucional da UFRN é uma prática consolidada. É importante, por representar, em alguns momentos, um espaço de possibilidades para o desenvolvimento de avaliações mais democráticas e participativas, contudo, suas bases normativas, materiais e ideológicas indicam que esta apresenta maior potencial de viabilidade e utilidade para o atendimento às demandas avaliativas dos gestores da UFRN e do MEC. Quanto à Comunidade Acadêmica, de acordo com os segmentos entrevistados, esta demonstra ter pouco conhecimento a respeito da avaliação institucional da UFRN e muitas vezes a confunde com as avaliações específicas, de desempenho dos docentes e dos técnicos. A participação dos professores e alunos, neste processo, se limita aos momentos em que acontecem a autoavaliação dos cursos, ao preenchimento semestral dos questionários de avaliação da docência e de autoavaliação do aluno/professor, além do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE, para o aluno. Para o segmento dos técnicos administrativos, a participação se limita ao preenchimento de um formulário específico de avaliação de desempenho. Os servidores terceirizados não são contemplados por esta atividade avaliativa. Diante disto, podemos aferir, que o pouco conhecimento destes segmentos acerca da avaliação institucional desenvolvida pela UFRN e a pequena participação em seus processos, indicam que os resultados alcançados por esta prática apresentam uma menor viabilidade e utilidade para o atendimento às demandas específicas desses segmentos. Diante disso vemos confirmada a hipótese deste trabalho.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26638
Aparece nas coleções:PPGCS - Doutorado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AvaliaçãoinstitucionalUFRN_Pinheiro_2018.pdf2,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.