Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26670
Title: Produção de sentido em um grupo reflexivo para homens autores de violência
Authors: Lima, Victor Hugo Belarmino
Keywords: Homens autores de violência;Grupo reflexivo;Produção de sentido;Gênero;Violência contra mulher
Issue Date: 22-Jan-2019
Citation: LIMA, Victor Hugo Belarmino. Produção de sentido em um grupo reflexivo para homens autores de violência. 2019. 147f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Esta pesquisa procurou analisar a produção de sentidos sobre gênero e violência contra a mulher por profissionais e por homens envolvidos em um grupo reflexivo para homens autores de violência contra a mulher, na cidade de Natal/RN. Para tanto, realizou-se observação participante durante 10 sessões, com registros em diário de campo. Em um segundo momento foram feitas entrevistas semiestruturadas com dois homens integrantes do grupo e duas profissionais facilitadoras. A análise dos dados foi amparada na perspectiva do construcionismo social. Os repertórios discursivos sobre as relações de gênero e a violência contra a mulher revelam ainda ser comum os homens reforçarem modelos estereotipados, naturalizados e essencialistas de masculinidade-feminilidade. Diferentes sentidos foram produzidos pelas facilitadoras: significam as relações de gênero de forma muito semelhante às teorias feministas, ressaltando a qualidade de ser socialmente produzido e processual das construções de gênero. Apesar dessa diferença, algumas instituições em comum atravessam a produção destes sentidos, como a religião, a família e, mais recentemente, a instituição justiça. Acerca desta última, revelou-se produzir diferentes significações aos seus integrantes: ora como instância de punição ou injustiça – aos homens –, ora como espaço de reflexão e desconstrução de normas sociais – às facilitadoras. O campo e os dados das entrevistas revelaram dificuldades provenientes de diferentes ordens: tanto operacional/metodológicas, institucional/burocráticas, mas, sobretudo, de ordem relacional/afetiva, ou seja, acerca do vínculo conseguido com estes homens ser sustentado pelo frágil “acordo judicial”. De modo geral, o grupo demonstrou ser um ambiente propício de produção, circulação e atualização de repertórios discursivos, no entanto estes deslocamentos discursivos não acontecem de forma homogênea, tampouco sem dificuldades e tensões. Neste sentido, novos estudos abordando aspectos interativos e relacionais se fazem necessários para qualificar estas intervenções.
Abstract: This research aim analyze the production of meaning about gender and violence against woman, by professionals and by men involved in a reflexive group for perpetrators of violence against woman, in the city of Natal/RN. For this purpose, was realized a participant observation during 10 sessions, with field diaries notes. In a second moment were made semi-structured interviews with 2 men and 2 members of the facilitating group. The data was analyzed based in social constructionism perspective. The discursive repertoires about gender relations and violence against woman reveal that is common the men reinforce stereotyped, naturalized and essencialist models of masculinity-feminility. Different meanings were produced by facilitators: mean gender relations similar to feminist theories, emphasizing the quality of gender constructions being socially and proceduraly produced. Although this difference, some institutions in common permeate the production of this meanings, as religion, family and, more recently, justice institution. About this latest, reveals different meanings to their members: sometimes as punishment or injustice – to the men –, sometimes as a space for reflection and desconstruction of social norms – to facilitators. The field and interviews date revealed difficulties coming from different orders, as much as operational/methodological, institutional/bureaucratic, but, above all, of relational/affectional order, in other words, the rapport obtained with these men wassustained by fragile "judicial accord". In general, the group demonstrate be permeable environment of production, circulation and updating discursive repertoires, although, these discursive displacements won’t happen in a homogenous way, neither without difficults and tensions. Therefore, new studies approaching interaction and relation aspects are required to qualify these interventions.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26670
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Produçãosentidogrupo_Lima_2019.pdf1.1 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.