Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26870
Title: Constituição, trajetória e contexto das regiões metropolitanas de Natal e Aracaju
Authors: Santos, Diego Fiel
Keywords: Gestão metropolitana;Institucionalismo histórico;Dilemas da ação coletiva
Issue Date: 17-Aug-2012
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: SANTOS, Diego Fiel. Constituição, trajetória e contexto das regiões metropolitanas de Natal e Aracaju. 2012. 133f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Portuguese Abstract: As regiões metropolitanas brasileiras são marcadas pela falta de cooperação e ausência de recursos financeiros para a gestão metropolitana. Nesse contexto, o objetivo do trabalho é compreender os fatores existentes na trajetória institucional das regiões metropolitanas de Natal e Aracaju que contribuem para a não existência da gestão metropolitana. Trata-se o presente trabalho de um estudo histórico comparado acerca da evolução da gestão metropolitana nos casos destacados. A base teórica para realização da pesquisa é o institucionalismo histórico e os dilemas da ação coletiva. A partir da análise documental e dos dados oficiais constata-se que as duas regiões metropolitanas possuem como arranjo institucional o conselho metropolitano. Sendo que no caso de Natal o conselho metropolitano chegou a ser instalando, enquanto no caso de Aracaju nunca ocorreu sua instalação. Em ambos os casos não existe uma participação efetiva do ente estadual. Sendo que o caso de Aracaju é marcado pela existência de secretarias de estado voltadas para temática metropolitana que não desenvolveram ações governamentais para a região metropolitana. Em relação o caso de Natal a atuação do executivo estadual resume-se a instalação do conselho metropolitano. A análise das regiões metropolitanas de Natal e Aracaju permite evidenciar que os mecanismos institucionais existentes não são suficientes para fomentar o interesse pela gestão metropolitana. Constata-se que a inexistência da gestão metropolitana tem como fator de predominância o desinteresse político.
Abstract: The metropolitan regions are marked by lack of cooperation and lack of financial resources for the metropolitan administration. In this context, the objective is to understand the factors existing in the institutional history of the metropolitan areas of Natal and Aracaju that contribute to the lack of metropolitan management. It is this work compared to a historical study about the development of metropolitan management in cases highlighted. The theoretical basis for the research is historical institutionalism and the dilemmas of collective action. From the analysis of documents and official data it appears that the two metropolitan areas have such institutional arrangement the metropolitan council. Since in the case of Natal the council came to be installing underground, while in the case of Aracaju never occurred its installation. In both cases there is an effective participation of the state entity. Since the case of Aracaju is marked by the existence of secretaries of state issue facing metropolitan government actions that have not developed for the metropolitan region. Regarding the case of the Natal activities of state executive summed up the installation of the metropolitan council. The analysis of the metropolitan areas of Natal and Aracaju allows to show that the existing institutional mechanisms are not sufficient to promote interest in the metropolitan administration. It appears that the lack of metropolitan administration has the predominant factor in the political indifference.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26870
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ConstituiçãoTrajetoriaContexto_Santos_2012.pdf1,08 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.