Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/26878
Title: Características da mobilidade inter e intramunicipal por motivo de trabalho: evidências para o Brasil
Authors: Silva, João Gomes da
Keywords: Mobilidade intermunicipal;Mobilidade intramunicipal;Características;Trabalho;Brasil
Issue Date: 21-Feb-2019
Citation: SILVA, João Gomes da. Características da mobilidade inter e intramunicipal por motivo de trabalho: evidências para o Brasil. 2019. 92f. Dissertação (Mestrado em Demografia) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A mobilidade cotidiana motivada por trabalho é um tipo de deslocamento populacional crescente no mundo e no Brasil. Ademais, essa mobilidade aponta para tendências no que diz respeito à concentração geográfica e mudança no perfil dos inseridos nesses deslocamentos ao longo dos anos. Contudo, as pesquisas no Brasil têm focado mais nos fluxos em áreas metropolitanas do que nas características dos indivíduos que se deslocam cotidianamente por trabalho para fora ou dentro dos territórios municipais. Na busca de compreender as diferenças e semelhanças nos atributos da população envolvida nessa mobilidade, esta dissertação tem como objetivo analisar as características pessoais (demográfica, ocupacional e de rendimento) dos indivíduos que praticam a mobilidade intramunicipal e, notadamente, a intermunicipal, motivada por trabalho, no Brasil, em 2000 e 2010. Para tanto, os microdados dos Censos Demográficos 2000 e 2010 são as principais fontes de informações. O modelo estatístico adotado (regressão logística binária) mostra que o trabalhador intermunicipal, predominante, no ano 2000, são homens com faixa etária de 15 a 24 anos, têm a mesma chance de ser pretos ou pardos, com ensino fundamental completo ou médio incompleto, solteiro, residente em meio urbano da região Sudeste, sobretudo em área metropolitana, empregado com carteira assinada no setor de serviços, e ganha entre 2 e 5 salários mínimos. Por outro lado, os atributos evidenciados para o ano de 2010 mostram algumas mudanças, sendo que os homens continuam maioria, o grupo etário passa a predominar entre 25 a 39 anos, com maior tendência de serem pretos, possuem maior escolarização (nível superior), solteiros, residem na zona urbana da região Nordeste, ao invés do Sudeste, especificamente em áreas não metropolitanas, ocupados com carteira assinada, empregados no setor de serviços, e recebem entre 5 a 10 salários mínimos. Portanto, ao longo dos dois momentos analisados, a característica da população que pratica o deslocamento intermunicipal mudou no que diz respeito à idade, nível de instrução, local onde se pratica a mobilidade/fluxo e o rendimento. Com isso, as evidências encontradas para o Brasil estão em consonância com a literatura internacional, sobretudo, no que se refere ao sexo, nível de instrução, ocupação e os rendimentos. Ademais, os achados dessa dissertação revelam que a mobilidade intermunicipal tem se reconfigurado onde os fluxos apontam expressivo aumento, com destaque para o deslocamento em áreas não metropolitanas, além de mudanças nas características pessoais, daqueles que trabalham em um município diferente do que reside.
Abstract: Labor-motivated everyday mobility is a growing type of population displacement in the world and in Brazil. In addition, this mobility points to trends in terms of geographic concentration and change in the profile of those included in these movements over the years. However, research in Brazil has focused on flows in metropolitan areas than on the characteristics of individuals who move daily because of work, to the outside or within municipal territories. In order to understand the differences and similarities in the attributes of the population involved in this mobility, this work aims to analyze the personal characteristics (demographic, occupational and income) of individuals who practice intramunicipal mobility and, especially, intermunicipal mobility motivated by work, in Brazil, in 2000 and 2010. To that end, the microdata of the Demographic Censuses of 2000 and 2010 are the main sources of information. The statistical model adopted (binary logistic regression) shows that the predominant intermunicipal worker, in the year 2000, are men, aged 15 to 24, who have the same chance of being black or brown, with complete or incomplete elementary school, single, living in the urban area of the Southeast region, especially in the metropolitan area, employed with a formal contract, in the service sector, and earns between 2 and 5 minimum wages. On the other hand, the evidenced attributes for the year 2010 show some changes, with men still in majority, the age group predominates between 25 and 39 years, with a tendency to be black, they are more schooled (higher education), singles, they reside in the urban area of the Northeast rather than the Southeast, specifically in non-metropolitan areas, occupied with a formal contract, employed in the services sector, and they earn between 5 and 10 minimum wages. Thus, through both moments, the characteristic of the population that practices the inter-municipal displacement has changed with respect to age, level of education, place where the mobility or flow is practiced and income. Herewith, the evidence found for Brazil is in line with international literature, especially regarding to gender, education level, occupation and income. In addition, the findings of this work reveal that intermunicipal mobility has been reconfigured, where flows show a significant increase, with emphasis on the displacement in non-metropolitan areas, as well as changes in personal characteristics of those work in a different municipality from that of residence.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26878
Appears in Collections:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaracterísticasMobilidadeInter_Silva_2019.pdf1,6 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.