Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27239
Title: A mediação do livro ilustrado de literatura Infantil: ver, pensar e fazer artes visuais na escola
Authors: Santos, Estrela Pereira dos
Keywords: Livro ilustrado de literatura infantil;Artes visuais;Linguagem visual;Educação
Issue Date: 21-Aug-2018
Citation: SANTOS, Estrela Pereira dos. A mediação do livro ilustrado de literatura Infantil: ver, pensar e fazer artes visuais na escola. 2018. 173f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: O estudo investiga o potencial pedagógico do Livro Ilustrado de Literatura Infantil (LILI) no processo de ensino - aprendizagem das artes visuais em ambiente escolar. Sua relevância consiste em pesquisar os recursos expressivos dos LILIs e sistematizar sua mediação em sala de aula, como forma de contribuir para o desenvolvimento da linguagem visual, tanto em suas formas comunicativas e expressivas, quanto perceptivas. Além disso, neste trabalho, buscou-se incentivar a formação de leitores por meio da ampliação do repertório estético dos sujeitos. O presente estudo se reconhece como uma atividade sistemática de caráter qualitativo, realizada para a compreensão dos fenômenos pedagógicos e a transformação qualitativa de práticas educacionais aplicadas, direcionadas aos mediadores de literatura infantil (e.g., professores, pais, bibliotecários). Ressalta-se a importância da ampliação perceptiva e da formação do olhar do mediador de LILI como base para a prática de leitura de imagem em sala de aula. O percurso para alcançar os objetivos aqui propostos, incluíram a análise formal das ilustrações e dos elementos editoriais presentes em seis LILIs distribuídos pelo Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE), associado a seis intervenções pedagógicas (uma para cada LILI), seguida da análise das produções artísticas dos sujeitos após a intervenção. As sessões de campo ocorreram na escola de aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Núcleo de Educação da Infância (NEI/Cap). A turma de 1º ano matutino do ensino fundamental que participou da pesquisa era composta por 21 sujeitos na faixa etária entre 6 e 7 anos. Os instrumentos utilizados nas sessões para a aquisição de dados foram: gravação de áudio/vídeo, diário de campo e fotografia. Cada intervenção pedagógica foi marcada por três etapas: leitura guiada (verbal e visual), produção artística e apreciação das obras produzidas pelos sujeitos. As sessões de leitura foram desenvolvidas conforme os moldes da metodologia de scaffolding (andaimagem) descritos por Graves e Graves (1995) e a metodologia de leitura de imagem Image watching descrita por Ott (2013). Como aporte teórico metodológico para o desenvolvimento do estudo e desenho desta pesquisa os seguintes autores foram utilizados: Amarilha (2002; 2013), Arheim (2005), Barbosa (1982; 2002), Dondis (1997), Iavelberg (2006; 2012), Nikolajeva e Scott (2011), Ostrower (1987), Van der Linden (2011), Vygotsky (2003) e Zilberman (2005). Em conjunto, nossos resultados sugerem que os LILIs merecem um olhar mais atento quanto às suas potencialidades didáticas na mediação de conhecimentos pertinentes às linguagens (verbal e visual). Especificamente, as intervenções pedagógicas mostraram-se como uma atividade lúdica, coletiva, capaz de enriquecer o repertório visual e artístico (teórico e prático) dos sujeitos. Ampliando seus conceitos formais, procedimentais, poéticos sobre a linguagem visual e diversificando seus recursos expressivos.
Abstract: The present study investigates the pedagogical potential of the Picture Book of Children's Literature (PBCL) in the teaching-learning process of visual arts in schools. The main goal is to explore the expressive resources of PBCLs and their use in the classroom as a way of contributing to the development of visual language, both in its communicative and perceptual forms. In addition, we sought to work on the training of readers by expanding the aesthetic repertoire of the subjects. The study design can be recognized as a systematic activity carried out for the understanding of the pedagogical phenomena and the qualitative transformation of applied educational practices directed to mediators of children's literature (eg, teachers, parents, librarians). To reach these objectives we first conducted a formal analysis of the illustrations and the editorial elements present in six PBCLs part of the National Library Program of the School (PNBE). Next, we conducted six pedagogical interventions (one for each PBCL) where a particular type of graphical element or artistic technique was introduced. We closed the activity by analyzing children’s production after the mediated-reading. The field sessions took place at the application school of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN), Núcleo de Educação Infantil (NEI/Cap). Twenty-one, first-grade elementary school students, aged 6 to 7 years took part in the study. Data acquisition included audio and video recordings, field diary and photography. Each pedagogical intervention was characterized by three moments: guided reading (verbal and visual), artistic production and appreciation of the works produced by the subjects. The reading sessions were developed according to the scaffolding methodology described by Graves and Graves (1995) and the image reading methodology described by Ott (2013). As a theoretical and methodological contribution to the study and design of this research, the following authors were used: Amarilha (2002; 2013), Arheim (2005), Barbosa (1982; 2002), Dondis (1997), Iavelberg (2006; 2012), Nikolajeva e Scott (2011), Ostrower (1987), Van der Linden (2011), Vygotsky (2003) and Zilberman (2005).Together, our results suggest that PBCLs deserve a closer look at their didactic potential in mediation of knowledge relevant to languages (verbal and visual). Specifically, pedagogical interventions were shown as a playful, collective activity, capable of enriching the visual and artistic repertoire (theoretical and practical) by broadening the formal, procedural and poetic concepts of visual language, diversifying the expressive resources of the subjects. It is vital to emphasize the importance of the teacher or mediator's qualification for the practice of image reading in class as a relevant instrument for visual literacy, the training of readers and the critical exercise of the current imagery culture in which the student is inserted.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27239
Appears in Collections:PPGED - Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mediaçãolivroilustrado_Santos_2018.pdf8,78 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.