Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27294
Title: Revisão taxonômica dos Seirinae (Collembola, Entomobryi-Dae) em remanescentes urbanos de Mata Atlântica no Rio Grande do Norte - Brasil
Authors: Nascimento Júnior, Marcos José do
Keywords: Entomobryinae;Entomobryoidea;Riqueza taxonômica;Seirini;Seira
Issue Date: 25-Feb-2019
Citation: NASCIMENTO JÚNIOR, Marcos José do. Revisão taxonômica dos Seirinae (Collembola, Entomobryi-Dae) em remanescentes urbanos de Mata Atlântica no Rio Grande do Norte - Brasil. 2019. 86f. Dissertação (Mestrado em Sistemática e Evolução) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A Região Nordeste do Brasil, especificamente o Rio Grande do Norte, abriga remanescentes urbanos de Mata Atlântica com potencial diversidade biológica, porém ainda com um número bastante reduzido de registros de colêmbolos, particularmente, da subfamília Seirinae. Ao mesmo tempo, esses remanescentes urbanos têm uma grande influência antrópica, e o reconhecimento de sua diversidade é de suma importância para o seu manejo e manutenção. Sendo assim, este trabalho tem por objetivo realizar um estudo taxonômico das espécies de Seirinae ocorrentes em parte destes remanescentes, através da análise de indivíduos depositados em coleções que foram coletados entre os períodos de julho 2013 a julho de 2017, com o uso de aspiradores entomológicos e armadilhas de queda (pitfall traps). Foram redescritas quatro espécies do gênero Seira: S. paraibensis, S. arenicola, S. harena e S. brasiliana, utilizando novos métodos de montagem das lâminas, bem como descrição quetotáxica de estruturas não representadas anteriormente. A espécie Seira dapeste, recentemente descrita na área de estudo, também foi incluída no trabalho. S. arenicola quando comparada com S. brasiliana, S. coroatensis e S. mataraquensis apresenta divergências na quantidade de macroquetas da quetotaxia dorsal da cabeça como também na quantidade de espinhos do órgão metatrocanteral. S. paraibensis foi comparada com outras três espécies do gênero: S. harena, S. dapeste e S. diamantinae sinalizando diferenças no número de macroquetas da série “An” da quetotaxia cefálica e quantidade de espinhos no órgão metatrocanteral. S. harena comparada a S. dapeste, S. diamantinae e S. prodiga difere na quantidade de macroquetas da região cefálica, Abd I e Th III, pseudoporos da placa manubrial e espinhos do órgão metatrocanteral. S. brasiliana foi sinonimizada com S. potiguara e comparada com S. arenicola, S. jiboiensis e S. tinguira apresentando diferenças na quantidade de macroquetas do Abd. II e espinhos do colóforo posterior. Este trabalho além de mostrar a riqueza de colêmbolos em áreas de Mata Atlântica, contribui com o aumento do conhecimento da fauna de Entomobryoidea para Região Nordeste do Brasil, gerando metadados que são úteis para manutenção e manejo do Parque Estadual Dunas de Natal.
Abstract: The northeastern region of Brazil, specifically Rio Grande do Norte state, holds several spots of Atlantic Rainforest with potentially large biological diversity, nevertheless still with a quite limited number of registers of springtails, particularly, of the subfamily Seirinae. At the same time, urban remnants of forested areas present great anthropic influence and the recognition of this diversity is the first step for their maintenance. This study had for main objective to perform a taxonomic study of the Seirinae species in such urban remnants, through the analysis of specimens deposited at the Collembola Collection of UFRN, collected between the July 2013 to July of 2017 with entomological aspirators and pitfall traps. Four species of Seira were redescribed in detail: S. paraibensis, S. arenicola, S. harena and S. brasiliana. S. dapeste, recently described from the study area was also included in the study. S. arenicola when compared with S. brasiliana, S. coroatensis and S. mataraquensis is dissimilar especially in number of macrochaetae on dorsal head as well as in the quantity of spines of the metatrocanteral organ. S. paraibensis was compared with another three species: S. harena, S. dapeste and S. diamantine signaling differences in the number of macrochaetae on “An” series of the cephalic chaetotaxy and quantity of spines on metatrocanteral organ. S. harena compared to S. dapeste, S. diamantinae and S. prodiga differs in the quantity of the macrochaetae of cephalic region, Abd I, Th III, pseudopores in the manubrial plate and thorns on metatrocanteral organ. S. potiguara was identified as a junior synonym of S. brasiliana and it was compared with S. arenicola, S. jiboiensis e S. tinguira, and all species differ in number of the macrochaetae of Abd II and ventral tube chaetotaxy. This study contributes with the increase of knowledge of Entomobryoidea fauna from Northeastern region of Brazil, producing metadata which can be used for maintenance of Parque Estadual Dunas do Natal.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27294
Appears in Collections:PPGSE - Mestrado em Sistemática e Evolução

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Revisãotaxonômicaseirinae_NascimentoJúnior_2019.pdf5,75 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.