Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/27418
Title: Mapeamento e análise da vulnerabilidade ambiental induzida pelo uso e ocupação do solo em uma unidade de planejamento hidrológico no semiárido brasileiro
Other Titles: Mapping and analysis of environmental vulnerability induced by the land use in a hydrological planning unit in the brazilian semiarid
Authors: Araújo, Ingredy Nataly Fernandes
Advisor: Cunha, Karina Patricia Vieira da
Keywords: Geoprocessamento;Degradação ambiental;Zona ripária;Armando Ribeiro Gonçalves
Issue Date: 3-May-2019
Citation: ARAÚJO, Ingredy Nataly Fernandes. Mapeamento e análise da vulnerabilidade ambiental induzida pelo uso e ocupação do solo em uma unidade de planejamento hidrológico no semiárido brasileiro. 2019. 89f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A degradação ambiental é um problema global intensificado pelo uso e ocupação do solo, sem adoção de critérios técnicos, que além de promover a perda de funções e serviços ecossistêmicos essenciais à sobrevivência humana, aumenta a vulnerabilidade da região. Os efeitos da substituição da vegetação nativa por usos antrópicos, principalmente em zonas ripárias, são mais agravantes em regiões semiáridas tropicais, em decorrência das suas características naturais que a tornam susceptível à degradação. Nessas regiões é menos perceptível a distinção entre a vulnerabilidade condicionada por fatores naturais, daquela ocasionada por fatores antrópicos. Então, o objetivo desta pesquisa foi mapear e avaliar as alterações na vulnerabilidade natural e nos atributos físicos e químicos do solo promovidas pelo uso e ocupação na Unidade de Planejamento Hidrológico, onde encontra-se inserido o reservatório Armando Ribeiro Gonçalves. A avaliação espacial dos graus de vulnerabilidade foi obtida a partir da análise integrada de aspectos físicos e ambientais, utilizando geoprocessamento. E a degradação do solo foi avaliada por meio da análise comparativa dos atributos físicos e químicos do solo sob diferentes usos, tendo como referência um solo sob vegetação nativa. Os resultados deste trabalho indicam que o uso antrópico promove aumento da vulnerabilidade natural e a degradação do solo. Essa problemática pode ser mais agravada caso haja a intensificação de atividades antrópicas sem a compatibilização dos usos suportados e manejo adequado das atividades. O solo apresentou-se como um dos principais responsáveis pela alta vulnerabilidade natural e ambiental da região, devendo sua qualidade ser mantida para evitar a degradação dos sistemas terrestres e aquáticos. Por isso, essa temática deve ser levada em consideração nas decisões políticas e ambientais, para que regiões ambientalmente vulneráveis sejam efetivamente protegidas.
Abstract: Environmental degradation is a global problem intensified by land use, without adoption of technical criteria, which besides promoting the loss of ecosystem functions and services essential to human survival, increases the vulnerability of the region. The effects of the substitution of native vegetation for anthropic uses, especially in riparian zones, are more aggravating in brazilian tropical semiarid regions, due to their natural characteristics that make it susceptible to degradation. In these regions the distinction between vulnerability conditioned by natural factors, that caused by anthropic factors, is less perceptible. So, the objective of this research was to map and evaluate the changes in the natural vulnerability and the physical and chemical attributes of the soil promoted by the land use in the Hydrological Planning Unit, where the Armando Ribeiro Gonçalves reservoir is inserted. The spatial evaluation of degrees of vulnerability was obtained from the integrated analysis of physical and environmental aspects, using geoprocessing. And the soil degradation was evaluated through the comparative analysis of the physical and chemical attributes of the soil under different uses, with reference to a soil under native vegetation. The results of this work indicate that the anthropic use promotes increased natural vulnerability and soil degradation. This problem can be further aggravated if there is an intensification of anthropic activities without the compatibility of supported uses and proper management of activities. The soil presented as one of the main responsible for the high natural and environmental vulnerability of the region, and its quality must be maintained to avoid degradation of terrestrial and aquatic systems. Therefore, this theme must be taken into account in policy and environmental decisions, so that environmentally vulnerable regions are effectively protected.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27418
Appears in Collections:PPGESA - Mestrado em Engenharia Sanitária e Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mapeamentoanálisevulnerabilidade_Araújo_2019.pdf6,62 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.