Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27514
Title: Morfologias da Moda: ensaios analíticos do estilo gráfico da figura de moda e possíveis contribuições ao ensino de artes
Authors: Fonseca, Paulo Honório da Costa
Keywords: Ensino de Moda de Artes Visuais;Expressão gráfica em moda;Estilo;Ilustração em Moda
Issue Date: 17-Dec-2018
Citation: FONSECA, Paulo Honorio da Costa. Morfologias da Moda: ensaios analíticos do estilo gráfico da figura de moda e possíveis contribuições ao ensino de artes. 2018. 190f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Artes - Profartes) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: A dissertação objetiva investigar a presença do estilo visual no desenho e na ilustração do estudante e do profissional que trabalha ou trabalhará diretamente com a expressão gráfica da figura humana aplicada a moda e as formas que esses conteúdos são abordados nos diferentes níveis do ensino de arte. A necessidade de se catalogar o mundo como autêntico veículo de conhecimento da verdade, é uma característica inerente à própria capacidade de raciocínio. Mesmo por trás do estudo de matérias tão subjetivas como a história, a estética e a teoria das artes, o pensamento lógico-analítico se faz necessário para o desenvolvimento e melhor entendimento de seus conteúdos específicos. Através da análise e da comparação das diferentes categorias, correntes ou escolas de estilos básicos, torna-se possível um melhor entendimento dos múltiplos perfis, neles encontrados, mesmo que estes aparentemente soem por vezes com uma certa incoerência, pois dependem das influências externas individuais e peculiares de cada um, bem como os meios utilizados. Nas artes visuais, o estilo é a síntese última de todas as forças e fatores, a unificação, a integração de numerosas decisões e graus. No primeiro nível, está a eleição do meio e a influência deste meio sobre a forma e o conteúdo. Temos depois o propósito, a razão pela qual algo foi feito: para a sobrevivência, para a comunicação ou para a expressão pessoal. A realização atual apresenta uma série de opções: a busca de decisões compositivas mediante a eleição de elementos e o reconhecimento do caráter elementar; a manipulação dos elementos através da eleição de técnicas apropriadas. O resultado final é uma expressão individual, muito embora em algumas vezes se apresente como coletiva; dirigida por todos à maior parte dos fatores mencionados, mas incluída principal e profundamente pelo que está ocorrendo no entorno social, físico, político e psicológico, espaços que são cruciais para tudo que fazemos ou expressamos visualmente. Investigo qual é a influência perceptiva das forças exteriores sobre a realização de qualquer classe de objetos visuais e sobre a expressão de ideias. Assim sendo deve-se levar em conta as condições fisiológicas e as condições sociais, e ainda a conduta de grupo; pois estes aspectos também exercem uma enorme influência sobre a percepção e a expressão. A política, a economia, o meio ambiente e os esquemas sociais criam, juntos uma psicologia de grupo. Estas mesmas forças, que dão lugar a linguagens individuais no uso verbal, se combinam no modo visual para criar um estilo comum de expressão. Seguindo esses conceitos, propomos uma maneira de classificação do estilo visual da figura para a moda, não enfatizando a grafia no estilo da roupa em si, mas sem desprezá-la, já que a mesma está inserida dentro da trilogia modaestilo-arte e suas formas distintas de apresentação; fazendo parte do reflexo de seu tempo e de sua sociedade, bem como o estilo visual aplicado à figura de moda e os fins aos quais ela se destina, e não ao projeto ou design, dentro das diferentes profissões que requerem seu uso. Enfoco neste estudo aspectos da expressão gráfica na moda e sua presença e uso no ensino da moda nos diferentes níveis da educação, através das artes visuais, verificando os meios (secos ou líquidos), a saber desenho ou pintura, pelo uso das ferramentas que se utilizam para tal, variados materiais, incluindo os naturais/locais em técnicas mistas. Riscadores, recortados, construídos, colados ou virtuais também como itens relevantes.
Abstract: The dissertation aims to investigate the presence of visual style in the drawing and illustration of the student and the professional who works or will work directly with the graphic expression of the human figure applied to fashion and the forms that these contents are approached in the different levels of art teaching. The need to catalog the world as an authentic vehicle for the knowledge of truth is an inherent characteristic of one's own reasoning ability. Even behind the study of such subjective subjects as history, aesthetics and the theory of the arts, logical-analytical thinking is necessary for the development and better understanding of its specific contents. By analyzing and comparing the different categories, chains or schools of basic styles, a better understanding of the multiple profiles found in them is possible, even if they seem to sometimes seem to be incoherent, since they depend on individual external influences and peculiar to each one, as well as the means used. In the visual arts, style is the ultimate synthesis of all forces and factors, unification, integration of numerous decisions and degrees. At the first level is the election of the medium and the influence of this medium on form and content. We then have the purpose, the reason why something was done: for survival, for communication, or for personal expression. The present realization presents / displays a series of options: the search of compositive decisions by means of the election of elements and the recognition of the elementary character; the manipulation of the elements through the election of appropriate techniques. The end result is an individual expression, even though it sometimes appears as collective; directed by most of the above mentioned factors, but mainly and deeply embedded by what is occurring in the social, physical, political and psychological environment, spaces that are crucial to everything we do or express visually. I investigate the perceptive influence of external forces on the realization of any class of visual objects and on the expression of ideas. Thus, one must take into account physiological conditions and social conditions, as well as group behavior; because these aspects also have an enormous influence on perception and expression. Politics, economics, the environment, and social schemas together create a group psychology. These same forces, which give rise to individual languages in verbal use, combine in visual mode to create a common style of expression. Following these concepts, we propose a way of classifying the visual style of the figure for fashion, not emphasizing the spelling in the style of the clothing itself, but without despising it, since it is inserted within the trilogy fashion-style-art and their different forms of presentation; being part of the reflection of his time and his society, as well as the visual style applied to the fashion figure and the purposes for which it is intended, and not to the design or design, within the different professions that require its use. I focus on aspects of graphic expression in fashion and its presence and use in the teaching of fashion in the different levels of education, through the visual arts, checking the means (dry or liquid), namely drawing or painting, using the tools that are use for this, varied materials, including the natural / local in mixed techniques. Scribers, cut out, built, pasted or virtual also as relevant items.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27514
Appears in Collections:PROFARTES - Mestrado Profissional em Artes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Morfologiasmodaensaios_Fonseca_2018.pdf8,03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.