Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27529
Title: Efeito do Kinesio Taping® na dor, edema, desempenho físico e percepção global de mudança em idosas com osteoartrite de joelho: ensaio clínico, controlado, randomizado e cego
Authors: Pinheiro, Yago Tavares
Keywords: Articulação do joelho;Artropatias;Bandagem terapêutica elástica;Envelhecimento
Issue Date: 31-May-2019
Citation: PINHEIRO, Yago Tavares. Efeito do Kinesio Taping® na dor, edema, desempenho físico e percepção global de mudança em idosas com osteoartrite de joelho: ensaio clínico, controlado, randomizado e cego. 2019. 60f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Reabilitação) - Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: INTRODUÇÃO: A osteoartrite (OA) é uma das doenças mais comuns na população idosa e o joelho é a articulação mais afetada, representando uma causa potencial de incapacidade e redução da qualidade de vida. O kinesio taping® (KT) surge como uma alternativa terapêutica para o tratamento desses indivíduos. Entretanto, as evidências atuais sobre essa técnica são limitadas e conflitantes, o que faz com que seus efeitos sobre a sintomatologia da doença ainda sejam incertos. OBJETIVO: Analisar os efeitos da aplicação do KT na dor, desempenho físico, edema e percepção global de mudança em idosas com OA de joelho (OAJ). MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um ensaio clínico, controlado, randomizado e cego composto por 45 idosas. Inicialmente, todas foram submetidas à avaliação da dor pela Escala Visual Analógica, da força muscular de quadríceps pela dinamometria, da função física pelo Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC) e pelo Teste de Caminhada de 6 minutos (TC6) e do edema por meio da perimetria. Após a avaliação inicial, as voluntárias foram alocadas aleatoriamente para um dos três grupos de intervenção: G1 (grupo controle), que foi submetido a uma aula educativa sobre OAJ; G2 (grupo KT sem tensão) no qual foi aplicado o KT sem tensão sobre o reto femoral e articulação do joelho; e G3 (grupo KT com tensão) onde foram aplicadas duas técnicas do KT com 30% e 10% de tensão, respectivamente, sobre o reto femoral e a articulação do joelho. Imediatamente após a intervenção, as voluntárias foram reavaliadas quanto à dor e força muscular, e 72 horas após a avaliação inicial todas as variáveis foram reavaliadas, incluindo a Percepção Global de Mudança. Os testes KolmogorovSmirnov e Levene foram usados para verificação da normalidade e homogeneidade dos dados, respectivamente. As comparações entre grupos foram analisadas usando análises de variância (ANOVA) de modelo misto. Para todas as análises estatísticas foi adotado um nível de significância de 5% (p<0.05) e intervalo de confiança de 95% (IC 95%). RESULTADOS: Na análise entre grupos, não foram observadas diferenças significativas para nenhuma das variáveis analisadas, em nenhum dos momentos. As voluntárias alocadas no grupo KT com tensão e KT sem tensão relataram ter experimentado mudança benéfica com o tratamento. CONCLUSÃO: O KT não foi capaz de reduzir dor e edema, bem como melhoram o desempenho físico de idosas com OAJ. No entanto, aquelas que recebem a bandagem, independente da tensão tiveram uma autopercepção de melhora.
Abstract: INTRODUCTION: Osteoarthritis (OA) is one of the most common diseases in the elderly population and the knee is the most affected joint, representing a potential cause of disability and reduced quality of life. Kinesio taping® (KT) appears as a therapeutic alternative for the treatment of these individuals. However, the current evidence on this technique is limited and conflicting, which makes its effects on the symptomatology of the disease still uncertain. OBJECTIVE: To analyze the effects of KT application on pain, physical performance, edema and overall perception of change in elderly women with knee OA (KOA). MATERIALS AND METHODS: This is a controlled, randomized, blinded clinical trial of 45 elderly women. Initially, all subjects underwent pain evaluation by the Visual Analogue Scale, quadriceps muscle strength by dynamometry, physical function by the Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index (WOMAC) and by the 6-Minute Walk Test (6MWT) and edema by means of perimetry. After the initial evaluation, the volunteers were randomly assigned to one of the three intervention groups: G1 (control group), who underwent an educational class on OAJ; G2 (KT group without tension) in which KT was applied without tension on the rectus femoris and knee joint; and G3 (KT group with tension) where two KT techniques were applied with 30% and 10% tension, respectively, on the rectus femoris and the knee joint. Immediately after the intervention, volunteers were reevaluated for pain and muscle strength, and 72 hours after the initial evaluation all variables were reevaluated, including the Global Perception of Change. The Kolmogorov-Smirnov and Levene tests were used to verify the normality and homogeneity of the data, respectively. Comparisons between groups were analyzed using analysis of variance (ANOVA) of the mixed model. For all statistical analyzes a significance level of 5% (p <0.05) and 95% confidence interval (95% CI) were adopted. RESULTS: In the analysis between groups, no significant differences were observed for any of the analyzed variables, in any of the moments. Volunteers allocated to the KT group with tension and KT without tension reported to have experienced beneficial change with treatment. CONCLUSION: KT was not able to reduce pain and edema, as well as improve the physical performance of elderly women with OAJ. However, those who receive the bandage independently of the tension had a self-perception of improvement.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27529
Appears in Collections:FACISA - Mestrado em Ciências da Reabilitação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EfeitoKinesioTaping®_Pinheiro_2019.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.