Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27837
Title: A aprendizagem musical mediada por tecnologias digitais, sob a ótica da complexidade: uma pesquisa-ação com guitarristas do curso de extensão da UFRN
Authors: Paiva, Luciano Luan Gomes
Keywords: Aprendizagem musical;Pensamento complexo;Tecnologias digitais;Pesquisa-ação;Guitarra elétrica
Issue Date: 24-Jul-2019
Citation: PAIVA, Luciano Luan Gomes. A aprendizagem musical mediada por tecnologias digitais, sob a ótica da complexidade: uma pesquisa-ação com guitarristas do curso de extensão da UFRN. 2019. 139f. Dissertação (Mestrado em Música) - Escola de Música, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Com o avanço da cibernética, cada vez mais, as tecnologias digitais estão participando das atividades do cotidiano das pessoas em diversos segmentos, inclusive para aprender. Estão disponíveis na internet informações sobre os mais variados assuntos de diferentes áreas de conhecimento, assim como da área de Música. A guitarra elétrica tem sido um dos instrumentos mais procurados para aprender, por sua popularidade e modernidade imbricada desde os primórdios, fazendo com que muitos aprendizes construam conhecimento a partir de distintas fontes de aprendizagem musical, principalmente mediadas por tecnologias digitais. O texto está pautado em diversos estudiosos e pesquisadores, que tratam das temáticas abordadas no trabalho, dentre eles destaco: Morin (1999; 2000; 2003; 2015), Cernev (2013, 2015, 2016, 2018), Santaella (2013; 2014), Pequini (2016), Engel (2000), Beltrame (2014; 2016; 2017) e Vanzela (2016a, 2016b, 2018). Nesse sentido, esta pesquisa tem como objetivo principal investigar, sob a ótica da complexidade, a aprendizagem musical mediada por tecnologias digitais de guitarristas do curso de extensão da UFRN. Para alcançar o objetivo principal deste trabalho, perpasso por objetivos específicos que servirão de norte à pesquisa: 1- Conhecer a trajetória musical dos guitarristas do CIGE; 2-Identificar quais tecnologias digitais estão sendo utilizadas pelos guitarristas para aprender música; 3-Conhecer de que forma essas tecnologias estão sendo usadas pelos guitarristas para estruturar suas redes de aprendizado; 4-Compreender como os guitarristas configuram suas fontes de aprendizado na construção do conhecimento musical; e 5-Descrever como os guitarristas avaliam a utilização de tecnologias digitais dentro do Curso de Extensão. Como processo metodológico, utilizei uma abordagem qualitativa me apropriando do método Pesquisa-ação. Para a construção dos dados da pesquisa usei como instrumentos: uma entrevista semiestruturada e um breve questionário via whatsapp, que foi aplicado com cinco guitarristas do CIGE. Os guitarristas demonstraram ao longo da pesquisa que usam várias fontes de aprendizagem para aprender e configuram de maneiras diferentes a cada aprendizagem, mas que têm preferências em suas fontes. Essas preferências podem ser alteradas caso as novas fontes tecnológicas suscitem outros aspectos na aprendizagem musical, bem como a partir da construção de novos conhecimentos, o que na prática acontece com frequência. A construção do conhecimento musical então, é uma prática que se altera a depender de suas fontes e de quem as organiza, juntando e separando, colocando a frente e trazendo para trás, bem como abarcando novos formatos em sua rede de aprendizado. Essa rede de aprendizado é a complexidade na aprendizagem musical e o que estrutura essa rede são as ligações entre as diversas fontes, que podem ser modificadas, ampliadas, decepadas, mas sempre organizadas de forma sistêmica no processo da construção do conhecimento. As tecnologias digitais ampliam as possibilidades na captação de informações e modificam as estruturas que estão emparelhadas (as redes), isso porque esses recursos alteram o cognitivo humano, e dessa forma, possibilitam o desenvolvimento de estruturas e dimensões distintas das anteriores. Assim sendo, as tecnologias digitas causam impactos e ligações, quebras e reconciliações, afastamentos e sobreposições, metamorfoses estruturais permanentes e instantâneas na estrutura cognitiva da construção do conhecimento musical.
Abstract: With the advance of cybernetics, digital technologies are increasingly participating in the daily activities of people in various segments, including learning. Information on the most varied subjects from different areas of knowledge, as well as the area of Music, is available on the Internet. The electric guitar has been one of the most sought after instruments for learning because of its popularity and modernity imbricated since the beginning, making many apprentices build knowledge from different sources of music learning, mainly mediated by digital technologies. The text is based on several scholars and researchers, who deal with the themes addressed in the work, among them I highlight: Morin (1999; 2000; 2003; 2015), Cernev (2013, 2015, 2016, 2018), Santaella (2013; 2014) , Pequini (2016), Engel (2000), Beltrame (2014; 2016; 2017) and Vanzela (2016a, 2016b, 2018). In this sense, this research aims to investigate, from the perspective of complexity, the musical learning mediated by digital technologies of guitarists of UFRN extension course. To achieve the main objective of this work, I will follow specific objectives that will guide the research: 1-Know the musical trajectory of CIGE guitarists; Identify which digital technologies are being used by guitarists to learn music; 3-Know how these technologies are being used by guitarists to structure their learning networks; 4-Understand how guitarists configure their sources of learning in the construction of musical knowledge; and 5-Describe how guitarists evaluate the use of digital technologies within the Extension Course. As a methodological process, I used a qualitative approach appropriating the Action Research method. For the construction of the research data I used as instruments: a semi-structured interview and a brief questionnaire via whatsapp, which was applied with five guitarists from CIGE. Guitarists have shown throughout the research that they use various learning sources to learn and set up different ways for each learning, but have preferences in their sources. These preferences may change if new technological sources raise other aspects in music learning, as well as from the construction of new knowledge, which in practice often happens. The construction of musical knowledge, then, is a practice that changes depending on its sources and who organizes them, joining and separating, putting forward and bringing back, as well as embracing new formats in their learning network. This learning network is the complexity in music learning and what structures this network are the links between the various sources, which can be modified, expanded, severed, but always organized systemically in the process of knowledge construction. Digital technologies expand the possibilities for capturing information and modify the structures that are paired (networks), because these resources alter the human cognitive, and thus enable the development of structures and dimensions distinct from previous ones. Thus, digital technologies cause impacts and connections, breaks and reconciliations, distances and overlaps, permanent and instantaneous structural metamorphoses in the cognitive structure of the construction of musical knowledge.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27837
Appears in Collections:PPGMUS - Metrado em Música

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aprendizagemmusicalmediada_Paiva_2019.pdf1.64 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.