Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27935
Title: Imagens dissolventes da narrativa de modernidade: interpretações sobre a tradição a partir de casos de demolições em Recife e Salvador (1909-1933)
Authors: Assunção, Gabriela de Andrade Lira Mota
Keywords: Modernidade;Demolições;Representações;Tradição;Preservação
Issue Date: 17-Jun-2019
Citation: ASSUNÇÃO, Gabriela de Andrade Lira Mota. Imagens dissolventes da narrativa de modernidade: interpretações sobre a tradição a partir de casos de demolições em Recife e Salvador (1909-1933). 2019. 254f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: De meados do século XIX a início do XX, os primeiros planos urbanísticos de modernização são implantados, ocasionando a paradigmática remodelação de Paris e posteriormente reformando cidades brasileiras. No processo de transformação da imagem das capitais, as demolições ocuparam papel estratégico, apagando partes selecionadas dos núcleos de formação através da abertura de avenidas monumentais. A percepção da transformação e de compressão do tempo marcou o imaginário coletivo, fazendo aflorar um grande interesse pela cidade, expresso em discursos de intelectuais, nas falas de técnicos, na literatura, em fotografias e ilustrações de época. Com o aporte teórico metodológico da história cultural urbana, propõe-se fazer uma leitura da modernidade a partir dos seus escombros, o que foi varrido pela tempestade do progresso. Mais especificamente, abordamos alguns casos de demolições entre os casarões, taperas, quarteirões inteiros e símbolos arrasados pelos ciclos de modernização. No contrapelo da crença no novo, há uma série de falas ligadas às velhas pedras do passado que foram pouco estudadas pelas narrativas postas. Utilizamos a estratégia metodológica de recontar os processos, a partir das vozes que acompanharam as transformações de Recife e Salvador, cidades com expressivo acervo edilício herdado dos seus três primeiros séculos. Nessas urbes, já na década de 1920, observam-se debates em defesa da tradição e dos remanescentes dos seus núcleos coloniais, formando contextos propícios à criação de instituições estaduais de proteção dos monumentos. Assim, evidenciamos outras contribuições, que não apenas ligados ao centrosul, para o processo histórico de reconhecimento de valor de exemplares, principalmente coloniais, como representativos da identidade nacional. Construções de discursos que, por fim, serviram de referência à estruturação da política federal de preservação do patrimônio fundada oficialmente no Brasil em 1937.
Abstract: From the mid-nineteenth to the beginning of the twentieth century, the early urban plans of modernization were implemented, leading to the paradigmatic remodeling of Paris and later reforming Brazilian cities. In the process of transforming the image of capitals, the demolitions occupied a strategic paper, erasing selected parts of the formation cores through the opening of monumental avenues. The perception of transformation and time compression marked the collective imaginary, bringing up a great interest for the city, expressed in speeches of intellectuals, in speeches of technicians, in literature, in photographs and illustrations of the time. With the methodological theory of urban cultural history, it is proposed to make a reading of modernity from its wreckage, of what was swept away by the storm of progress. More specifically, we approach some of the demolitions between old houses, blocks of urban mesh and symbols devastated by modernization cycles. Against the belief in the new, there are a number of speeches linked to the old stones of the past that have few studied by the existing narratives. We used the methodological strategy to recount the processes, from the voices that accompanied the transformations of Recife and Salvador, cities with an expressive urban heritage from its early three centuries. There, already in the 1920s, we observe debates in defense of tradition and of the remnants from colonial cores, forming contexts favorable to the creation of state institutions to protect monuments. Thus, we show contributions, which are not only linked to the center-south, of the historical process of recognizing the value of exemplars, mainly from the colonial period, as representative of the national identity. Eventually the construction of speeches served as reference to structuring the federal preservation policy officially founded in Brazil in 1937.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27935
Appears in Collections:PPGAU - Doutorado em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Imagensdissolventesnarrativa_Assunção_2019.pdf7,7 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.