Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/27956
Título: O conceito de autoria como valor: um intercâmbio entre arte e mercado na história cultural do cinema
Autor(es): Bittencourt, Gustavo Henrique Ferreira
Orientador: Silva, Josimey Costa da
Palavras-chave: Cinema;Autoria;Cinefilia;Star system;Festivais internacionais
Data do documento: 4-Jun-2019
Referência: BITTENCOURT, Gustavo Henrique Ferreira. O conceito de autoria como valor: um intercâmbio entre arte e mercado na história cultural do cinema. 2019. 229f. Tese (Doutorado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Resumo: Esta tese pressupõe o conceito de autoria no cinema como um princípio central para a história cultural desse meio de expressão artístico-midiática. Presume-se que o autor é uma noção idealizada do imaginário constituído pelas discussões estéticas e culturais que envolvem várias instituições produtoras de discursos, dentre elas, publicações especializadas da crítica, estudos de cinema no meio acadêmico, circuito de festivais internacionais e mercado de produtos cinematográficos. Isso nos leva a questionar: como valores artísticos-culturais se associam a técnicas para visibilidade de obras por parte do mercado de distribuição de modo a despertar sensibilidades e obter reconhecimento por parte dos analistas e espectadores? Propõe-se, neste estudo, a articulação de um conjunto de pressupostos teóricos e conceituais relacionados ao pensamento cinematográfico que envolvem os termos cinefilia, história e teorias do cinema, cinema de arte como instituição e um modo de prática cinematográfica, marcas de autoria e star system (BAECQUE, 2010; SARRIS, 2010; BORDWELL, 2005; NEALE 2002; DE VALCK, 2007; STAIGER, 2003; CORRIGAN, 2003; ELSAESSER, 2012; GRAY, 2010; MORIN, 1989). O conceito de autoria, nesse cenário, surge como fonte originária de reverberação de valores que incidem nos significados relacionados às noções sobre arte e indústria, produzindo um intercâmbio acrítico entre as ideias de autor como representação artística ou como marca para promoção de produtos culturais no mercado de comunicação comercial.
Abstract: This thesis presupposes the concept of authorship in cinema as core principle for the cultural history of this artistic expressive media. It is assumed that the author is an idealised notion of the imaginary constituted by aesthetic and cultural discussions that involve several speech producer institutions, among which, critics specialised publications, film studies in academia, international film festival circuit and commerce of cinema products. That leads us to a question: how cultural-artistic values are related to techniques for the visibility of works by the market of distribution in order to arouse sensibilities and gain recognition from analysts and viewers? It is proposed, in this study, the connection between a cluster of theoretical and conceptual premisses and the cinematographic thinking which regards to the terms cinephilia, history and theories of cinema, art cinema as an institution and a mode of film practice, authorship marks and star system (BAECQUE, 2010; SARRIS, 2010; BORDWELL, 2005; NEALE 2002; DE VALCK, 2007; STAIGER, 2003; CORRIGAN, 2003; ELSAESSER, 2012; GRAY, 2010; MORIN, 1989). The concept of authorship, in this scenario, emerges as an original source of reverberated values that affect the meanings related to notions about art and industry, producing an uncritical interchange between the ideas of the author as either an artistic representation or as a brand for cultural products promotion within the commercial communication business.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27956
Aparece nas coleções:PPGEM - Doutorado em Estudos da Mídia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GustavoHenriqueFerreiraBittencourt_TESE.pdf3.43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.