Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27960
Title: Aventuras do contar(se): narrativas da formação de professores de Química à distância
Authors: Pereira, Franklin Kaic Dutra
Keywords: Narrativas (auto)biográficas;Formação de professores de Química;Educação a distância;Memoriais de formação;Identidade docente
Issue Date: 26-Aug-2019
Citation: PEREIRA, Franklin Kaic Dutra. Aventuras do contar(se): narrativas da formação de professores de Química à distância. 2019. 197f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: As implicações das experiências de vida na/para a constituição dos percursos de formação profissional de professores de Química é tema ainda pouco discutido no Brasil, sobretudo quando se trata de cursos na modalidade à distância. A partir de tal constatação, nesta tese de doutorado objetivamos caracterizar o processo de constituição da identidade docente de estudantes do curso de Licenciatura em Química à distância da UFRN/Polo Nova Cruz. Para tanto, adotamos como referencial teórico o pensamento de autores que versam sobre formação de professores (PIMENTA, 2012; PIMENTA; LIMA, 2017; CARVALHO; GIL-PEREZ, 2012; MALDANER, 2000), narrativas (auto)biográficas (SOUZA, 2006; PASSEGGI, 2008; NÓVOA, 1995a; 1995b; 2010; JOSSO, 2010; PINEAU, 2002; 2004) e saberes docentes (TARDIF, 2014). Do ponto de vista metodológico, realizamos uma pesquisa de abordagem qualitativa, do tipo descritiva e a partir do paradigma interpretativista. Para a produção de dados, realizamos a análise documental de 16 (dezesseis) memoriais formativos, utilizando a análise de conteúdo como estratégia de categorização dos dados. A partir de tais procedimentos, chegamos a três eixos temáticos de análise, quais sejam: 1. Do querer ao ser: caminhos para a docência; 2. Como nos tornamos professores de Química: condições e possibilidades de formação na EaD; 3. “Falar de estágio é reviver minha experiência em sala de aula”: as aventuras nas escolas. As análises das categorias derivadas dos referidos eixos revelaram, respectivamente, que fatores dos contextos social e pessoal interferiram diretamente na escolha do curso e na definição da modalidade de ensino; que a educação à distância democratizou, por um lado, o acesso ao Ensino Superior, mas, por outro, apontou desafios para a permanência dos alunos devido à necessidade de adaptar-se a novos procedimentos de estudo e às dificuldades de infraestrutura; que as oportunidades de estágio supervisionado possibilitaram o deparar-se com as crenças sobre a escola e os desafios do processo de ensino-aprendizagem, bem como ressaltou a importância do professor-colaborador como referência na aproximação com a realidade profissional. Assim, concluímos que o ato de narrar(se) possibilitou o reconhecimento de nuances da formação de professores de Química à distância, permitiu entender a identidade docente como um processo de construção permanente e comportou o (re)significar dos saberes adquiridos no percurso formativo, sendo, portanto, autoformativo para os autores dos memoriais pesquisados.
Abstract: The implications of life experiences in/for the composition on the Chemistry teachers‟ professional formation pathways is still little discussed in Brazil, especially when it relates to the distance learning courses. From this statement, we aim to characterize the Chemistry‟s students teaching identity formation process from distance learning licenciate degree course in Chemistry at UFRN/Nova Cruz Pole. For that, we based on authors who deal with teacher education to our theoretical reference (PIMENTA, 2012; PIMENTA; LIMA, 2017; CARVALHO; GIL-PEREZ, 2012; MALDANER, 2000), (auto) biographical narratives (SOUZA, 2006; PASSEGGI, 2008; NÓVOA, 1995a; 1995b; 2010; JOSSO, 2010; PINEAU, 2002; 2004) and teacher knowledge (TARDIF, 2014). From the methodological point of view, we conducted a qualitative approach research, descriptive type and from the interpretative paradigm. For data production, we analised 16 (sixteen) formative memorials, by using content analysis as a data categorization strategy. From these procedures, we obtained three thematic axes of analysis, namely: 1. From wanting to being: paths to teaching; 2. How we become Chemistry teachers: conditions and possibilities of formation on e-learning courses; 3. “Speaking about professional internship is to relive my classroom experience”: the adventures in schools. The analysis of the categories derived from these axes revealed, respectively, that factors from the social and personal contexts directly interfered with the course choice and with the teaching modality; also distance learning courses democratily made possible the access to higher education, on one hand, but, on the other hand, pointed to challenges for students' stay due to the need to adapt to new study procedures and infrastructure difficulties; also the opportunities for supervised practice made it possible to face beliefs about the school and the challenges of the teaching-learning process, as well as it highlighted the importance of the collaborative teacher as a reference to access the professional reality. Thus, we conclude that the act of (auto) narrating enabled the recognition of nuances on Chemistry distance learning courses, it allowed to understand the teacher identity as a process of permanent construction and it included the (re) meaning of the knowledge acquired during the formative path, being, therefore, autoformative for the authors of the researched memorials.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/27960
Appears in Collections:PPECM - Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Aventurascontar(se)narrativas_Pereira_2019.pdf5,98 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.