Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28004
Title: Dominação e liberdade em Herbert Marcuse
Authors: Lucena, Bartolomeu Pereira
Keywords: Liberdade;Dominação;Psicanálise;Ideologia;Tecnologia
Issue Date: 30-Aug-2019
Citation: LUCENA, Bartolomeu Pereira. Dominação e liberdade em Herbert Marcuse. 2019. 71f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: A proposta central desse trabalho é investigar em Eros e civilização (1955) e O homem unidimensional (1964), obras de Herbert Marcuse, a forma como a sociedade pré e tecnológica tem determinado os limites da liberdade através de mecanismos de controle. Essa análise parte num primeiro momento de Eros e civilização, da leitura de Marcuse sobre as especulações antropológicas de Freud. Marcuse nessa obra usa a psicanálise para problematizar a relação entre civilização e repressão, assim como para pensar os espaços de liberdade que restam, representados pelos espaços de recusa. Em seguida é abordado em O homem unidimensional os novos elementos que aparecem em torno de uma dominação mais fechada nos países capitalistas desenvolvidos que caracteriza o esvaziamento quase total da liberdade na sociedade tecnológica. A partir dessa discussão verificou-se que os argumentos de Marcuse são relevantes para entender o contexto da sociedade sem oposições e para pensar possíveis estratégias de resistência e atuação política na contemporaneidade.
Abstract: The main proposal of this work is to investigate in Eros end civilization (1955) and in Onedimensional man (1964), both by Herbert Marcuse, the way technological and pretechnological society determined the boundaries of freedom through the mind control mechanisms. This analysis first begins with Eros and civilization, Marcuse’s reading about Freud’s anthropological speculations. In that text, Marcuse uses psychoanalysis to problematize the connection between civilization an repression, as well as the way to think the remaining spaces of freedom, represented by the refusal elements. Next, an approach is taken about One-dimensional man, related to the new elements which appear around a closer domination in the developed capitalist countries and mark the almost complete disappearance of freedom in the technological society. From this discussion, it was verified that Marcuse's arguments are relevant for understanding the context of unopposed society and for thinking about possible strategies of resistance and political action in contemporary times.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28004
Appears in Collections:PPGFIL - Mestrado em Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DominaçãoliberdadeHerbert_Lucena_2019.pdf587,01 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.