Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28010
Title: Dinâmica produtiva, exportações e mercado de trabalho no Nordeste do século XXI
Authors: Silva, Beatriz Batinga e
Keywords: Comércio externo;Mercado de trabalho;Exportações;Nordeste;Brasil
Issue Date: 29-Jul-2019
Citation: SILVA, Beatriz Batinga e. Dinâmica produtiva, exportações e mercado de trabalho no Nordeste do século XXI. 2019. 103f. Dissertação (Mestrado em Economia) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Portuguese Abstract: Esta dissertação busca analisar a evolução do comércio externo no Brasil e na região Nordeste, procurando evidenciar os possíveis impactos sobre o volume de emprego e o perfil dos postos de trabalho criados, apontando as diferenças entre os estabelecimentos exportadores e não exportadores no período que compreende os anos de 2003 a 2014. Entende-se a inserção internacional como peça fundamental para o desenvolvimento de um país ou região. No século XXI, o Brasil obteve uma maior inserção no comércio externo, materializada pelo aumento da participação das exportações no PIB. Já no que se refere à região Nordeste, isso não pode ser afirmado. Sua formação econômica, desde o século XVIII, condicionou uma estrutura produtiva que não favoreceu diretamente sua relação com o setor externo, podendo ser dividida em três etapas: consolidação do complexo nordestino, articulação comercial e integração produtiva. O bom desempenho dos investimentos públicos e privados no brasil do século XXI contribuiu para o desempenho positivo do PIB do Nordeste. A região amplia sua participação no PIB nacional, ainda que em termos de comércio externo isso não tenha se dado de maneira similar. A dinâmica econômica observada para o Brasil e o Nordeste impactou de maneira diferenciada o emprego e a renda nos estabelecimentos exportadores e não exportadores, foco da presente dissertação. Para tal, a identificação dos estabelecimentos que exportaram durante o período da análise se deu a partir da divulgação realizada pela Secretaria de Comércio Exterior (SECEX). Para a análise do emprego e da renda fez-se um cruzamento dessas informações com os dados disponíveis na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). De modo geral, o que pode-se concluir é que as empresas exportadoras contribuíram para a criação de emprego ao longo do período analisado, mas, o que se nota é uma clara redução do ritmo de crescimento do emprego após 2008. Ainda assim, o perfil do emprego nos estabelecimentos exportadores se mostrou relativamente mais favorável aos trabalhadores brasileiros e nordestinos.
Abstract: This dissertation seeks to analyze the evolution of international trade in Brazil and the Northeast region, highlighting the possible impacts on the employment and the profile of the jobs created, and pointing out the differences between exporting and non-exporting establishments in the period 2003 to 2014. It is understood that the international insertion is a fundamental piece for the development of a country or region. In the 21st century, Brazil achieved a greater insertion in international trade, materialized by the increase of the share of exports in GDP. As far as the Northeast region is concerned, this can not be affirmed. Its economic formation, since the eighteenth century, has conditioned a productive structure that did not directly favor its relationship with the external sector, and it could be divided into three stages: consolidation of the Northeastern complex, commercial articulation and productive integration. The good performance of public and private investments in Brazil in the 21st century contributed to the positive performance of the Northeastern GDP. The region enlarges its share in the national GDP, although in terms of extern sector this has not occurred in a similar way. The economic dynamics observed in Brazil and Northeast had a different impact on employment and income in exporting and non - exporting establishments, focus of this dissertation. To do that, the identification of the establishments that exported during the period of the analysis came from the disclosure made by the Foreign Trade Secretariat (SECEX). For the analysis of employment and income, the information came from the data available in the Annual Social Information Report (RAIS). This dissertation is divided in three chapters. It can be concluded that exporting companies are contributed to creation job over the period analyzed, but what is noticeable is a clear reduction in the pace of employment growth after 2008. The employment profile in exporting establishments was relatively more favorable to Brazilian and Northeastern workers.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28010
Appears in Collections:PPGECO - Mestrado em Economia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dinâmicaprodutivaexportações_Silva_2019.pdf1,53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.